Últimas Notícias
Investing Pro 0
OFERTA Cyber Monday: Até -54% no InvestingPro+ GARANTA A OFERTA

Últimas Notícias

Poucos clientes do Credit Suisse fecharam contas, diz presidente-executivo de unidade suíça

Profarma (PFRM3) 3T21 Resultado: Revisitando o Case

Por Breno BonaniAções10.12.2021 12:12
br.investing.com/analysis/profarma-pfrm3-3t21-resultado-revisitando-o-case-200446474
Profarma (PFRM3) 3T21 Resultado: Revisitando o Case
Por Breno Bonani   |  10.12.2021 12:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
 
PFRM3
-0,29%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

Quem me acompanha sabe que eu já a acompanho desde 2019. No início de 2019, eu comecei a dar uma olhada e só no 4T19 que eu resolvi escrever sobre ela. Após 4 trimestres olhando as melhoras que a companhia vinha apresentando.

Eu sei. Muitos irão bater na tecla que é uma empresa que não entregou o que prometeu no passado e que não vale a pena nem perder o tempo para olhar o case. Pois é, eu volto a dizer, vale a pena olhar de novo.

Para quem não conhece a companhia, basta ler a introdução do que eu escrevi no 4T19. Vou deixar o link aqui embaixo:

Sem mais delongas. Vamos ao que interessa!

Continua melhorando

Você pode achar o que for. Mas contra fatos, não há argumentos. E é um fato, a companhia continua buscando entregar resultado. Continua querendo crescer e melhorar. Afinal, ela é uma empresa e ficar para trás, persistindo em erros, é querer fechar as suas portas (e isso é algo que a maioria dos stakeholders não querem).

Sendo assim, começo o artigo com a imagem do desempenho financeiro que ela teve no 3T21:

desempenho financeiro
desempenho financeiro

Fonte: Release Profarma (SA:PFRM3) 3T21

Como vocês podem ver de cara. Na maioria das linhas que seguem a DRE, a companhia apresentou um crescimento. Começando pela receita bruta consolidada, que alcançou R$1,9 bilhão 3T21, com crescimento de 23,3% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior (3T20).

Já a Profarma Distribuição teve evolução de 24,8%. Enquanto, a Rede d1000 (varejo) registrou crescimento de 18,1%. Vale ressaltar que nesse último trimestre, cerca de 95% do resultado da companhia veio do segmento de distribuição.

Sendo assim, vou comentar primeiro o consolidado. Mas ele quase que se refere na totalidade a distribuição. Então, quaisquer efeitos que eu venha a comentar, terão partido do segmento de distribuição, pois ele é o que acaba impactando o todo no fim do dia.

Voltando a resultado então. Se gente tirar o CSV (Custo do Serviço Vendido) de R$1,4 bilhão que a companhia teve no trimestre, a gente chega no Lucro Bruto de R$233,6 milhões, que cresceu 15% vs 3T20.

Foi um CSV um pouco maior que no mesmo período anterior e que acabou diminuindo a Margem Bruta em 0,4p.p. no período. Porém, esse efeito é explicado pelo aumento de preços adiado de março para junho de 2020, com impacto maior no 3T20, ao contrário deste ano de 2021, quando a maior parte desse impacto ocorreu no 2T, como acontece normalmente no setor.

lucro
lucro

Fonte: Release Profarma 3T21

Para quem não entendeu, a companhia sempre tem um aumento de preços dos seus produtos (entenda-se por reajustes) no final de abril e que entra no 2T da empresa. Acontece que, no ano passado, essa alta que geralmente ocorre no final de março e início de abril, foi suspensa por 60 dias pela Medida Provisória 933/2020.

Agora nesse último trimestre, era de se esperar uma comparação mais dura (tough comp), devido a esse evento. Outro ponto, é quando olhamos para o SG&A para chegar no EBITDA. O SG&A (Despesas Gerais e Administrativas), ficou em R$168,2 milhões, alta de 27,4% frente ao mesmo período anterior.

O aumento está relacionado às despesas adicionais relativas à abertura do CD DF, expansão do CD RJ e ao aumento de custos acima da inflação como, por exemplo, embalagens, aluguéis e despesas pré-operacionais da abertura de lojas na Rede d1000, assim como os efeitos da MP936.

Mesmo com esses impactos, a companhia conseguiu entregar um EBITDA de R$71,8 milhões, praticamente em linha com o 3T20 (que foi o trimestre que teve alta dos preços dos medicamentos e tende a ser um trimestre melhor).

No acumulado dos últimos 12 meses, o EBITDA ficou em R$255,4 milhões, um crescimento de 16% frente ao LTM 3T20. Vale ressaltar, que o crescimento médio anual desde 2019 do EBITDA foi de 17,3%, o que não é nada mal.

Eu prefiro olhar o Fluxo de Caixa Operacional na maioria das vezes. Que no caso da Profarma, melhorou e vem melhorando bastante deste o turnaround. Só no último trimestre, o caixa operacional gerado foi de R$192,8 milhões, sendo R$80 milhões gerados das operações da empresa, somados à variação positiva nos ativos operacionais de R$112,8 milhões, principalmente relacionada à redução nos estoques e ao aumento do saldo de fornecedores.

fluxo de caixa
fluxo de caixa

Fonte: Release Profarma 3T21

Sendo assim, a companhia vem recuperando forte frente ao cenário de 2020 e detalhe, 40% do FCO veio das operações findos da companhia, o que é muito bom. Seguindo em frente, o Fluxo de Caixa de Investimentos foi maior em relação ao 3T20 e em relação ao 3T19, o que também mostra que a companhia está disposta a investir mais e não apenas a fazer CAPEX de manutenção.

Para finalizar essa parte, os R$236,1 milhões consumidos nas atividades de financiamento foram, em grande parte, relacionados à amortização líquida de empréstimos no valor de R$206,7 milhões.

E falando em amortização de empréstimos: o Endividamento dela ficou em R$436,4 milhões. Tendo em vista que o EBITDA LTM ficou em R$255,4 milhões, chegamos a um índice de alavancagem de 1,7x. Um patamar saudável na minha opinião.

Virando o varejo

Não poderia finalizar o artigo sem comentar sobre o segmento de varejo. Como eu disse no início, a receita bruta apresentou uma evolução de 18,1% em comparação com o 3T20.

Além disso, as vendas em shoppings continuam em recuperação e apresentaram um crescimento de 39% em relação ao mesmo período observado. Sendo que as lojas de rua tiveram aumento de vendas de 16% quando comparamos o 3T21 vs 3T20.

É de se esperar que com esse aumento e as aberturas de lojas, as despesas com vendas ficassem pressionadas e foi o que aconteceu. A despesas com vendas ficaram em R$56,1 milhões frente ao 3T20.

Isso se deve ao número de inaugurações neste trimestre, além dos impactos pré-operacionais com lojas abertas. Temos 26 lojas recém-inauguradas que ainda estão em ramp-up e é natural essa pressão nas vendas e nas margens.

No total, a companhia conta com 214 lojas em operação, 8 lojas a mais que o trimestre imediatamente anterior. Sendo que, durante o 3T21 foram abertas 11 novas lojas, ampliadas 4, reformaram 1 e encerram 3 lojas.

No guidance da companhia, a meta é abrir 30 lojas ao longo de 2021. Neste último trimestre, eles chegaram a 26 novas lojas em operação. Dado que o foco de expansão é o Estado do Rio de Janeiro, vou colocar abaixo as Vendas Médias das lojas abertas nesta região em 2021 e que tiveram pelo menos um mês completo de faturamento.

Venda média
Venda média

 Fonte: Release Profarma 3T21

Conclusão e Valuation

Aqui é um ponto delicado. Por que eu digo isso? Porque eu sei que vai ter gente que vai falar, “ah, mas essa é aquela empresa que prometeu e nunca cumpriu!”, “mas essa empresa não vale nada”, “case antigo e que nunca entregou”.

Vou repetir o que eu escrevi no meu primeiro texto. Eu estou ciente do histórico da companhia, além de ter acompanhado o turnaround, ficou cerca de 7 anos sem entregar bons resultados, teve 3 chamadas de aumento de capital nos últimos anos e está bem atrás dos demais players do setor quando olhamos para o segmento de varejo.

Todavia, volto a frisar, eu vejo bastante valor no modelo distribuição/varejo. É um diferencial que as outras do setor não tem e quando tem é pouco. Estamos falando da 2º maior distribuidora do país.

Outro ponto, é que desde 2019, eu tenho visto o time da companhia muito inclinado a fazer mudanças para melhor. A tentar acertar e querer crescer. Em 2019, a companhia já estava voltando a entregar rentabilidade, tinha apresentado lucro, diminuindo alavancagem e melhorando o ciclo de caixa.

Aí veio o Covid e o isolamento social, o que acabou atrapalhando um pouco os planos da empresa. Mas que olhando agora, não pareceu desanimar nem um pouco a turma de lá. Neste trimestre teve abertura, estão para entregar o guidance e continuam crescendo.

Sendo assim, o meu primeiro ponto, é que existe um desconto considerável entre os demais players. Esses mesmos peers que tem margens e ROE bem parecidos. Isso fica mais claro na imagem abaixo:

Preços
Preços

Um desconto de mais de 70% em vários múltiplos frente a alguns pares que temos na bolsa. Tem que existir desconto? Sim. Mas dado a melhora operacional dos últimos anos, será que tem que ser tanto assim? Já penso que não.

Principalmente, olhando para o P/VPA e o EV/EBITDA frente aos pares. Mas falando do P/VPA, a companhia rodou historicamente a uma média de 0,7-0,8x. Sempre houve um desconto, foram poucas as vezes que ela negociou em linha com seu valor patrimonial.

Mas como é possível ver na imagem abaixo, a Profarma é uma empresa que tem bastante imobilizado. Isso se deve ao fato dela ter diversos CDs, Lojas, Benfeitorias, dentre outros.

Imobilizado
Imobilizado

Fonte: Economatica

Logo, seria razoável ela negociar em linha com a média histórica ou um pouco acima, dado as melhoras que ela vem apresentando. Por fim, eu considero como um fair value R$9,00 para a companhia (que ainda estaria negociando com um desconto de 50% na média ainda).

Profarma (PFRM3) 3T21 Resultado: Revisitando o Case
 

Artigos Relacionados

Profarma (PFRM3) 3T21 Resultado: Revisitando o Case

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (2)
Tadeu Azevedo
Tadeu Azevedo 17.03.2022 21:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Concordo contigo Breno. Empresa vem melhorando os resultados. Voltou a pagar dividendos. Estrutura de capital bem melhor. As novas lojas do varejo com o apoio da distribuição trará bons resultados.Quem gosta de empresa perfeita normalmente paga caro. Eu gosto de empresa em dificuldade e que tenha potencial e boa gestão. Profarma parece estar no caminho certo. Sobre valuation estou mais otimista, acredito em R$ 14 pelo que vem mostrando.
Joao Jonas
Joao Jonas 20.12.2021 18:58
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
lixo de empresa. nao vale a pena nem perder o tempo com essa tranqueira
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail