Últimas Notícias
Investing Pro 0
Última chamada para a Cyber Monday! Economize já no Garanta 60% DE DESCONTO

Renda Fixa: Juros DIs sobem com preocupação fiscal e incerteza com Fed

Por Luís LisboaRenda Fixa11.09.2023 09:12
br.investing.com/analysis/renda-fixa-juros-dis-sobem-com-preocupacao-fiscal-e-incerteza-com-fed-200459543
Renda Fixa: Juros DIs sobem com preocupação fiscal e incerteza com Fed
Por Luís Lisboa   |  11.09.2023 09:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
 
USD/BRL
-0,81%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

Principais Notícias para o Mercado de Renda Fixa

Na semana de feriados no Brasil e nos EUA, a curva ganhou 20 pontos de aumento da inclinação refletindo a persistência das preocupações com o cenário fiscal brasileiro e as incertezas sobre os planos do Fed para a política monetária. O spread entre os DIs jan/25 e jan/29 passou de 23 pontos-base na sexta-feira anterior (1º), para 43 pontos. Vale lembrar que esse spread em 03 de março de 2023 era de 72 pontos.

Os principais vetores que influenciaram o desenho da curva a termo foram:

  • a desconfiança do mercado de que o governo conseguirá cumprir a meta de déficit fiscal zero em 2024,

  • a possibilidade que estaria sendo estudada pelo governo de antecipar receitas de longo prazo do pré-sal para o curto prazo para garantir um cumprimento da meta em 2024, que não foi bem recebida pelo mercado, que prefere que o equilíbrio das contas públicas se dê mais do lado da despesa, 

  • os ruídos com relação à possível mudança na meta de zerar o déficit em 2024,

  • o receio com o cenário inflacionário doméstico de curto prazo em função do avanço dos preços do petróleo (o barril para novembro fechou a semana a US$ 90,65, maior cotação desde novembro, acendendo um sinal de alerta para os preços internos dos combustíveis e, consequentemente para a inflação) e um possível efeito dos estragos causados pela passagem do ciclone no Rio Grande do Sul sobre preços de alimentos,

  • a subida forte do índice de gerentes de compras (PMI) da ISM referente ao setor de serviços dos EUA, atestando a resiliência da economia em um segmento sensível à inflação e a percepção de que a política monetária americana permanecerá em nível restritivo por mais tempo. O crescimento do PMI de serviços medido pelo Instituto para Gestão da Oferta (ISM) de 52,7 a 54,5 em agosto, foi a maior leitura do indicador desde fevereiro e contrariou a previsão de queda para 52,4,

  • e a queda dos PMIs de serviços na China e na Europa, sendo que neste último caso, o índice (47,9) já cruzou a linha dos 50 pontos, que marca a diferença entre contração e expansão, além da deflação dos preços ao produtor na zona do euro (-0,5%) em julho, acentuando os temores sobre uma desaceleração mais intensa nas duas regiões. 

Fatores que foram considerados de menor potencial para influenciar o movimento da curva de juros:

  • o IGP-DI, com avanço de 0,05% em agosto após redução de 0,40% em julho, ligeiramente abaixo da mediana das estimativas, de 0,14%, 

  • e a queda da produção industrial de julho (-0,6%) ante junho, bem maior do que a mediana das estimativas (-0,3%). 

No Relatório de Mercado Focus (11), a projeção para a inflação oficial em 2023 passou de 4,92% para 4,93%. Um mês antes, a mediana era de 4,84%. Para 2024, foco principal da política monetária, a projeção passou de 3,88% para 3,89%. Há um mês, a mediana era de 3,86%. A mediana supera o centro da meta (3,00%), mas está dentro do intervalo de tolerância superior, que vai até 4,50%. 

A conferir:

No Brasil

o IPCA de agosto, com  mediana das estimativas de 0,28%, que seria mais do que o dobro da inflação de 0,12% registrada em julho. Para a inflação acumulada em 12 meses, a mediana indica avanço a 4,66%, ante 3,99% em julho,

Nos EUA

a inflação ao consumidor (CPI) referente a agosto na quarta-feira (13), 

o índice de preços ao produtor (PPI) também de agosto na quinta-feira (14), 

Na Europa

a reunião de política monetária do Banco Central Europeu (BCE) na quinta-feira (14). 

O dólar no mercado à vista terminou o pregão da sexta-feira (8) cotado a R$ 4,9828. Na semana, acumulou ganho em relação ao real de 0,86%.

Os principais fatores que influenciaram o preço da moeda americana foram:

  • a incerteza em torno do ajuste nas contas públicas diante das notícias de que o governo avalia uma proposta de reforma administrativa para cortar gastos. As medidas que aumentavam a arrecadação foram consideradas insuficientes para conduzir ao prometido déficit primário zero em 2024,

  • o receio com a inflação diante da alta nos preços do petróleo ao maior nível em 10 meses, e por tabela nos preços dos combustíveis, o que poderia influenciar o ciclo de queda dos juros,

  • os dados mostrando que a economia americana e principalmente o setor de serviços seguem fortes, mesmo com o aperto monetário agressivo em andamento no país. Com isso, o mercado ficou mais inclinado a esperar uma nova alta da taxa básica de juros dos EUA este ano, embora, no momento, a aposta majoritária ainda seja de manutenção das taxas pelo menos até janeiro do ano que vem,

  • e os sinais de desaceleração no crescimento da China, um dos principais parceiros comerciais do Brasil.

Agenda de eventos e indicadores econômicos de 11 a 15 de setembro

Segunda-feira (11):

  • Brasil - FGV: IPC-S, BCB: Relatório Focus, Secex: Balança Comercial,  

Terça-feira (12):

  • Brasil - Fipe: IPC, FGV: IPC-S Capitais de setembro (1ª Quadri), IBGE: IPCA de agosto, Tesouro: Leilão de LFT para 1º/9/2026 e 1º/9/2029 e de NTN-B para 15/8/2028, 15/8/2040 e 15/8/2050 

  • EUA - API: estoques de petróleo na semana até 08 de setembro, estoques de gasolina, estoques de destilados, 

  • Alemanha - ZEW: Índice de expectativas econômicas em setembro,  

Quarta-feira (13):

  • Brasil - BCB: Fluxo Cambial, IBGE: Pesquisa Industrial Mensal Regional,  

  • EUA - Deptº do Trabalho: CPI de agosto, DoE: Estoques de petróleo na semana até 1º de setembro, Estoques de gasolina, Estoques de destilados e Taxa de utilização das refinarias, 

  • Zona do euro - Eurostat: produção industrial de julho, 

  • Reino Unido - ONS: produção industrial de julho,  

Quinta-feira (14):

  • Brasil - IBGE: Pesquisa Mensal de Serviços em julho, Tesouro: Leilão de LTN para 1º/10/2024, 1º/10/2025 e 1º/7/2027 e de NTN-F para 1º/1/2029 e 1º/1/2033,  

  • EUA - Deptº do Trabalho: PPI de agosto, Deptº do Comércio: Vendas no varejo em agosto, Deptº do Trabalho: pedidos de auxílio-desemprego na semana até 2 de setembro, Número de pedidos de auxílio-desemprego continuados na semana até 26 de agosto,  

  • Zona do euro - BCE divulga decisão de política monetária,

  • China - NBS: produção industrial, vendas no varejo e Investimentos em ativos fixos, todos de agosto,  

Sexta-feira (15):

  • Brasil - IBGE: Pesquisa Mensal de Comércio em julho,  

  • EUA - Fed de NY: índice Empire State de atividade industrial de setembro, e produção industrial de agosto, Univ. Michigan: Índice de Sentimento do Consumidor em setembro, Expectativas de inflação em 1 e 5 anos, Baker Hughes: poços de petróleo em operação, 

  • Zona do euro - Eurostat: balança comercial em julho,  

Fonte: Broadcast 

Renda Fixa: Juros DIs sobem com preocupação fiscal e incerteza com Fed
 

Artigos Relacionados

ING Economic and Financial Analysis
Juros nos EUA: barreira dos 4,5% foi rompida Por ING Economic and Financial Analysis - 09.11.2023

Por Padhraic Garvey O leilão do título de 10 anos dos EUA mostrou um spread maior do que o previsto, mas isso não parece preocupar os investidores otimistas...

Renda Fixa: Juros DIs sobem com preocupação fiscal e incerteza com Fed

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir esse gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por esse motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir esse gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar esse comentário

Diga-nos o que achou desse comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail