Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Retomada da Economia: Quais Setores se Beneficiam

Por Ademir GutierriResumo do Mercado21.06.2021 12:24
br.investing.com/analysis/retomada-da-economia-quais-setores-se-beneficiam-200442778
Retomada da Economia: Quais Setores se Beneficiam
Por Ademir Gutierri   |  21.06.2021 12:24
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

A cada dia em que avançam as vacinações por todo o país, as projeções da retomada da economia para 2021 também avançam. É o que nos dizem os dados mais recentes de acompanhamento.

A média móvel de 7 dias de vacinas administradas em tendência de alta. Caso as previsões de remessas de novos lotes se confirmem e o Brasil não fique sem estoques de vacinas, essa média tende a aumentar ainda mais, levando em conta nossa alta capacidade de vacinação em massa.

Vacinação
Vacinação

Tal avanço parece ter trazido mais confiança para a população retomar sua vida “normal”. Segundo dados da FGV, os níveis de confiança do consumidor tiveram melhora significativa desde março desse ano.

Índices de Confiança
Índices de Confiança

Outro indicador que demonstra esse retorno à vida normal diz respeito a mobilidade. Os dados fornecidos pelo Google (NASDAQ:GOOGL) (SA:GOGL34) e pelo Waze demonstram que a população está saindo mais de casa, pois a taxa de mobilidade da população já está quase voltando aos níveis pré-pandemia.

Mobilidade
Mobilidade

Esses são apenas alguns de tantos indicadores que apontam que a economia brasileira está em franca recuperação. Quando olhamos pela ótica dos investimentos, podemos identificar setores que ainda possuem espaço para recuperação e empresas que podem se favorecer desse momento.

Na análise fundamentalista, existem dois caminhos a serem seguidos para encontrar empresas com potencial de valorização. Uma se chama abordagem Bottom-Up, e outra se chama abordagem Top-Down. Falando especificamente da análise Top-Down, essa abordagem toma em primeiro plano o contexto macroeconômico, depois procura encontrar os setores que mais se beneficiam desse contexto, e por fim, empresas dentro desses setores que estejam baratas e sejam boas oportunidades.

Análise Fundamentalista
Análise Fundamentalista

Sendo assim, se estamos verificando através dos dados que nossa economia está se recuperando de forma consistente, o próximo passo é entender quais os setores que mais tendem a se beneficiar nesse contexto. No artigo de hoje irei focar nos principais setores que irão ou já estão aproveitando esse momento para crescer, para que você tenha um filtro inicial em suas análises de ações.

EXPORTADORAS DE COMMODITIES

Quem já acompanha meus artigos sabe que venho falando sobre o início de um ciclo de alta nas commodities desde o final de 2020, principalmente por conta da retomada da economia chinesa.

Poderíamos pensar que o “timing” para entrar em empresas desse setor já tenha passado, até porque o Ibovespa já se valorizou em 2021 e 35% do índice é formado por empresas de commodities.

Entretanto, acontece que historicamente ciclos de commodities tendem a durar por períodos longos, o que por consequência alonga também o crescimento de resultados das empresas desses setores. Portanto, mesmo com altas já verificadas, empresas desse setor ainda podem estar descontadas perante suas projeções de crescimento.

AGRONEGÓCIO

Talvez essa seja a maior vocação econômica do nosso país, ao menos atualmente. Além da vocação “natural” por conta de nosso clima diversificado e pelo tamanho de nossas terras, o agronegócio brasileiro evoluiu muito nos últimos anos nos campos de pesquisa e produtividade.

Com o aumento pela demanda de alimentos na pandemia e o câmbio extremamente favorável, o agronegócio vem batendo cada vez mais recordes.

Levando em conta que esse ciclo pode se manter por um bom tempo, empresas do setor podem ser uma boa opção para composição de portfólio.

SIDERURGIA

Na esteira da retomada da economia, o setor de siderurgia tem aproveitado muito bem esse momento. Tanto na China quanto nos Estados Unidos, setores como o de construção civil e varejo começam a se aquecer, o que demanda muito aço para sua produção.

China CSP
China CSP

A produção de aço chinesa (CSP) subiu 14% em 2021. Mesmo com produção interna, a China ainda assim demanda aço do mercado externo.

Já nos Estados Unidos, empresas brasileiras de siderurgia possuem unidades no país, e já começam a abastecer o mercado interno também em notável recuperação.

No Brasil, um retorno no crescimento dos dois próximos setores desse artigo também demandará por aço, o que reforça ainda mais essa tese setorial.

CONSTRUÇÃO CIVIL

O setor de construção civil possui uma correlação muito positiva com o crescimento do PIB. No Brasil, o setor não cresce desde 2015. Ou seja, já são 6 anos de estagnação em uma das áreas que mais emprega e possui mais camadas em sua cadeia. Nossa matriz econômica é extremamente dependente do setor para crescer como um todo.

Além da questão do reaquecimento econômico, uma combinação de aluguéis caros (a maioria reajustada pelo IGP-M) e juros baixos também impulsiona o setor.

Durante a pandemia, o mercado imobiliário das classes A e B se manteve forte. Entretanto, para que o mercado imobiliário das classes C e D volte a crescer, precisamos que haja maior estabilidade e crescimento nos níveis de emprego, pois só assim as pessoas se sentirão confiantes para comprar um imóvel e assumir um financiamento de décadas.

VAREJO

Em um dos meus artigos anteriores comentei que a taxa de poupança do brasileiro nunca esteve tão alta. Ou seja, temos uma grande demanda reprimida por produtos e serviços, que estão prestes a transbordar por conta do prolongado distanciamento social.

É inegável que a pandemia mudou muitos hábitos de consumo da população. Um deles foram as compras on-line. O segmento foi um dos maiores “vitoriosos” dessa crise.

A necessidade fez também com que muitas gigantes do varejo precisassem reinventar seus canais de venda para o mundo digital visando se adaptar ao momento. Com a diminuição do distanciamento social, as lojas físicas também tendem a voltar a faturar.

Entretanto, o varejo conseguiu se sustentar muito por conta do auxílio emergencial, que impulsionou as vendas mesmo com o aumento drástico no desemprego. O grande desafio aqui é manter o consumo elevado, mesmo sem esse benefício.

OUTROS SETORES PARA FICAR DE OLHO

O setor de Saúde foi um dos que mais se valorizou em 2021, e tende a seguir por esse caminho. O déficit histórico de leitos, a redução de internações com o avanço da vacinação, o envelhecimento da população e o surgimento de grandes e eficientes conglomerados no setor faz com que o setor mereça uma atenção especial.

O aumento nos juros e a maior necessidade de crédito pode também fazer com que os Bancos aumentem seus resultados nos próximos trimestres. O desafio dos bancos tradicionais segue sendo lidar com a concorrência das fintechs e a pulverização do setor.

No ramo imobiliário, os setores de Shoppings e Hotéis foram alguns dos que mais sofreram com a pandemia, e seus preços seguem abaixo do valor justo das companhias.

O setor de Transporte aéreo também tende a se beneficiar com a maior taxa de mobilidade da população e a volta das viagens mais longas, além de uma pressão menor em seus custos por conta de um recuo na cotação do dólar.

Cabe ressaltar que o crescimento de determinado setor não garante que todas as empresas desse grupo terão bons resultados. Nesse momento entra a última camada da análise Top-down: o comparativo de múltiplos entre as empresas do mesmo setor.

Por fim, a diversificação segue como maior e melhor ferramenta para reduzir o risco de sua carteira. Evite uma elevada concentração setorial.

E você? Quais setores você acha que serão os maiores vencedores nessa etapa de retomada? Deixe aqui nos comentários!

Abraços e até o próximo artigo!

Retomada da Economia: Quais Setores se Beneficiam
 

Artigos Relacionados

Retomada da Economia: Quais Setores se Beneficiam

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (13)
Vinicius Santos
Vinicius Santos 28.06.2021 9:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
acredito que a área de educação possa se beneficiar com a volta de 100% da capacidade de alunos nas escolas: cogn3. Com a vacinação em massa e a retomada da circulação de pessoas na rua, a área de varejo físico se beneficia: vvar3.vacinação = diminuição dos casos = liberação de restrições contra o coronavírus = maior número de pessoas circulando nas ruas = shoppings mais cheios: fundos imobiliários de shoppings.pelos mesmos fatores, a área de turismo e viagens internacionais irão voltar à ativa: GOLL4 e CVCB3
Vinicius Santos
Vinicius Santos 28.06.2021 9:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
acredito que a área de educação possa se beneficiar com a volta de 100% da capacidade de alunos nas escolas: cogn3com a vacinação em massa e a retomada da circulação de pessoas na rua, a área de varejo físico se beneficia: vvar3vacinação = diminuição dos casos = liberação de restrições contra o coronavírus = maior número de pessoas circulando nas ruas = shoppings mais cheios: fundos imobiliários de shoppingspelos mesmos fatores, a área de turismo e viagens internacionais irão voltar à ativa: GOLL4 e CVCB3
Hermes Trimegisto
Hermes Trimegisto 22.06.2021 23:52
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Nem tudo é tão simples, Gutierri. Esqueça o varejo Nacional. A Amazon "engolirá" tudo. As commodities reinarão soberanas, principalmente com a demanda global por alimentos(China) e pela "renovação tecnológica" nos EUA e Europa.
Mauricio MB
Mauricio MB 22.06.2021 9:24
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
As empresas dos setores citados já subiram demais
Danilo Araújo
Danilo Araújo 21.06.2021 17:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Falou diversos setores, menos os que foram mais afetados na pandemia e que mais tendem a se beneficiar na volta ao normal: Educação, varejo físico, shoppings e turismo.
henrique andreotti
henrique andreotti 21.06.2021 17:43
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Turismo; Shopings e Educação
Ivan Luigi
Ivan Luigi 21.06.2021 15:00
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Parabéns pela reportagem .  foi muito útil pra mim .
Pedro Hurwicz
Pedro Hurwicz 21.06.2021 15:00
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Por isso aplico a partir de R$1,00 nos fundos de ações do BB por setores da economia e os especialistas escolhem as empresas. É importante ter estratégias sensatas de investimento, para que as pessoas não tenham de se tornar gestoras de seus próprios portfólios. Nós não fazemos cirurgias em nós mesmos. Chamamos médicos para fazê-las para nós. Com o nosso dinheiro, deveria acontecer a mesma coisa. Vários renderam esse mês + de 9% e recebe em D3 e IR eles descontam na fonte.O de Siderurgia em especial + 150% em 12 meses.
Hernesto Smg
Hernesto Smg 21.06.2021 14:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
USIM5 PETR4 BTOW3 ITUB4 & CVC
Pedro Hurwicz
Pedro Hurwicz 21.06.2021 14:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Por isso aplico a partir de R$1,00 nos fundos de ações do BB por setores da economia e os especialistas escolhem as empresas. É importante ter estratégias sensatas de investimento, para que as pessoas não tenham de se tornar gestoras de seus próprios portfólios. Nós não fazemos cirurgias em nós mesmos. Chamamos médicos para fazê-las para nós. Com o nosso dinheiro, deveria acontecer a mesma coisa. Vários renderam esse mês + de 9% e recebe em D3 e IR eles descontam na fonte.O de Siderurgia em especial + 150% em 12 meses.
Douglas Alberto
Douglas Alberto 21.06.2021 13:52
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
turismo e shoppings
Willian Almeida
Willian Almeida 21.06.2021 13:49
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
creio que o setor de educação tbm se beneficiará , com a retomada das aulas presenciais,, em diversas escolas e faculdades
Jairo Back
Jairo Back 21.06.2021 13:46
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Você refere duas vezes a Top-down; na segunda vez seria Bottom-up, não?
Airton Somavilla
Airton Somavilla 21.06.2021 13:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A retomada da Construção Civil está mais atrasada. Por isso, penso que se beneficiará mais.
Gustavo Misturini
Gustavo Misturini 21.06.2021 13:32
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
“Já valorizou muito e...”
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail