Últimas Notícias
0

Três Acontecimentos Importantes Devem Movimentar os Preços do Petróleo em 2019

Por Ellen R. Wald, Ph.D.Commodities10.01.2019 08:30
br.investing.com/analysis/tres-acontecimentos-importantes-devem-movimentar-os-precos-do-petroleo-em-2019-200224473
Três Acontecimentos Importantes Devem Movimentar os Preços do Petróleo em 2019
Por Ellen R. Wald, Ph.D.   |  10.01.2019 08:30
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

Artigo publicado originalmente em inglês no dia 10/1/2019

Nesta semana, três acontecimentos importantes tiveram destaque no mercado de petróleo. Eles devem impactar os preços no curto, médio e longo prazo.

1. Reservas de petróleo da Arábia Saudita

A Arábia Saudita divulgou os resultados oficiais de uma auditoria independente das suas reservas petrolíferas. De acordo com as empresas de consultoria de petróleo DeGolyer e MacNoughton, as reservas petrolíferas do reino são de 263,1 bilhões de barris, número que não inclui a parcela saudita do petróleo existente na zona neutra que o país compartilha com o Kuwait.

A divulgação dessa informação é importante por duas razões. Em primeiro lugar, ela comprova que o ceticismo em relação às reservas autodeclaradas da Arábia Saudita é infundado. Claramente, a Arábia Saudita não estava enganando o público sobre o tamanho e a capacidade de recuperação do seu petróleo.

Em segundo lugar, a Arábia Saudita decidiu divulgar essa informação antes da venda de títulos da Aramco, planejada para o segundo trimestre do ano. A intenção dessa venda é levantar recursos para o plano de aquisição da gigante petroquímica Sabic (SE:2010), da Arábia Saudita. De acordo com o ministro do petróleo do país, Khalid al-Falih, a venda de títulos incluirá a divulgação de alguns dados contábeis da Aramco. Parece claro que o anúncio dos números oficiais das reservas neste momento tem a intenção de impulsionar a oferta de títulos da empresa.

2. Exportações petrolíferas do Irã

Dados preliminares de dezembro de 2018 mostram que as exportações iranianas estão dentro da faixa esperada, de acordo com as Isenções de Redução Significativa (SRE, em inglês), concedidas pelos Estados Unidos. Em todo caso, as exportações iranianas em dezembro ficaram um pouco abaixo das estimativas. Os oito países que obtiveram essas isenções podem importar 950.000 barris de petróleo por dia do Irã com base no novo regime de sanções dos EUA.

Os dados não incluem a Grécia, Itália e Taiwan, que não revelaram suas SREs. De acordo com o site TankerTrackers.com, as exportações petrolíferas iranianas totalizaram quase 942.000 barris por dia em dezembro, número abaixo da quantidade permitida. Os dados conhecidos de exportação para Índia, China e Turquia ficaram abaixo das suas cotas de SRE. Entretanto, cerca de 370.000 de barris de petróleo por dia ainda estão em transporte sem um destino claro.

Os traders devem esperar um aumento das exportações iranianas para os países que receberam as SREs, à medida que eles solucionem os problemas logísticos para a retomada das compras do petróleo iraniano e se livrem das barreiras financeiras impostas pelos EUA. De fato, a Índia afirmou recentemente que começou a pagar suas importações de petróleo iraniano totalmente em rúpias. Anteriormente, o pagamento era feito em rúpias e euros. O Irã poderá usar as rúpias para comprar produtos indianos, conforme permite a política das SREs.

Evidentemente, assim como essas questões logísticas, as SREs serão reavaliadas pelas autoridades norte-americanas, que podem decidir revogá-las inteiramente em abril.

3. Cortes adicionais de produção pela Arábia Saudita?

O petróleo está em alta depois de sofrer uma forte queda em dezembro.

Petróleo Semanal
Petróleo Semanal

A valorização está sendo alimentada por notícias positivas sobre a disputa comercial entre EUA e China e a comprovação de que os produtores da Opep estão de fato cortando a produção. Mais especificamente, a Arábia Saudita anunciou que cortou suas exportações petrolíferas em janeiro para 7,2 milhões de barris por dia e cortará ainda mais em fevereiro, para 7,1 milhões bpd. Al-Falih declarou que a Arábia Saudita já reduziu sua produção de petróleo para 10,2 milhões bpd, embora só tenha concordado em cortar 10,311 milhões bpd na última reunião da Opep.

O periódico The Wall Street Journal relatou que uma autoridade da Opep disse que os sauditas estão buscando atingir o preço-alvo de US$ 80 por barril. Esse seria um preço que eles adorariam ver por causa do orçamento da Arábia Saudita para 2019, mas não é um alvo realista neste momento, e o ministro do petróleo do país sabe disso. A Arábia Saudita pode estar cortando a produção petrolífera mais do que se comprometeu, mas não espere um corte maior do país nesse mercado.

A Arábia Saudita quer atender os compradores chineses e precisará manter as exportações em determinado nível se não quiser perder seu status recém-conquistado de maior fornecedora de petróleo para a China. Embora a Rússia e a Arábia Saudita estejam trabalhando juntas no acordo de cooperação entre a Opep e não membros do cartel, são países concorrentes em um mercado chinês cada vez mais acirrado.

Três Acontecimentos Importantes Devem Movimentar os Preços do Petróleo em 2019
 

Artigos Relacionados

Três Acontecimentos Importantes Devem Movimentar os Preços do Petróleo em 2019

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias ou ataques pessoais dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários
Fernando Cappio
Fernando Cappio 13.01.2019 9:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Excelente !
Responder
0 0
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Registrar-se com Google
ou
Registrar-se com o e-mail