Últimas Notícias
Investing Pro 0
🚨 Nossos dados Pro revelam a melhor ação da temporada de balanços Acesse dados

Últimas Notícias

Oncoclínicas anuncia novo centro integrado de tratamento ao câncer

Gás natural na Europa registra queda, com gasoduto Nord Stream em manutenção

Commodities 11.07.2022 09:01
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters
 
SGOB
-1,91%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
NG
-0,93%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
GAZP
-0,19%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
ENR1n
-0,11%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
TFMBMc1
+3,78%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

Por Geoffrey Smith

Investing.com – Os preços do gás natural na Europa registravam queda nesta segunda-feira, com os participantes se preparando para uma possível interrupção completa dos fluxos do produto para a Alemanha, maior mercado europeu de gás.

O gasoduto Nord Stream 1 iniciou um período de manutenção programada na segunda-feira, o que significa que neste momento não está fluindo praticamente nenhum gás da Rússia para o maior mercado europeu. Embora seja considerado um procedimento rotineiro, ele ocorre depois que o governo alemão chamou de politizada uma decisão da Rússia de cortar em 60% o abastecimento no mês passado, gerando temores de que a Gazprom (MCX:GAZP) se recusasse a voltar a operar o gasoduto após o fim do período, aprofundando a crise energética da Europa.

Às 8h15 (horário de Brasília), o contrato futuro do gás natural TTF holandês para agosto, que serve de referência para o noroeste da Europa, estava a 170,250 euros por megawatt-hora, uma queda de 2,83% no dia, mas ainda assim estava seis vezes acima da média do primeiro semestre do ano passado, antes de a Rússia iniciar os preparativos para a invasão concreta da Ucrânia.

O preços voltaram para as máximas recordes nas últimas duas semanas, já que a redução dos fluxos de gás natural da Rússia impossibilitou que os compradores europeus continuassem preenchendo suas instalações de armazenamento para a próxima temporada de inverno. No sábado, de acordo com dados da Gas Infrastructure Europe, o estoque no continente era de 61,6% da capacidade, nível mais baixo para um início de julho em três anos. A UE disse que precisa de pelo menos 90% de estoque preenchido no início de outubro, a fim de evitar qualquer escassez durante o inverno.

Houve certo alívio do estresse vivido pelo sistema energético da Europa no fim de semana, após o governo canadense permitir que um equipamento de compressão usado no gasoduto Nord Stream retornasse à Rússia após uma manutenção realizada em uma oficina do país. A Gazprom citou a não devolução dessa equipamento como a razão para o corte de 60% no fornecimento da Alemanha no mês passado, explicação que foi rechaçada pelo governo alemão.

“A decisão política de exportação é o primeiro passo necessário e importante para a entrega da turbina”, disse a Siemens Energy (ETR:ENR1n) em um comunicado. “Atualmente, nossos especialistas estão trabalhando intensivamente em todas as aprovações formais e logísticas” para fazê-lo voltar a operar o mais rápido possível.

Independente dos detalhes técnicos, vários políticos europeus temem que a Rússia não volte a operar o Nord Stream 1 após sua manutenção. O gasoduto é responsável por transportar o gás do extremo norte da Rússia para a Alemanha sob o Mar Báltico. O ministro das finanças da França, Bruno Le Maire, alertou, no fim de semana, que o corte total do fornecimento “é a opção mais provável”.

Le Maire ressaltou que a França, assim como a Alemanha, precisa se preparar para racionar gás para clientes industriais.

“É necessário analisar de forma bastante específica cada empresa, cada área de emprego”, disse Le Maire ao Rencontres Economiques nos bastidores de uma conferência de negócios. “[Precisamos determinar] quais são as empresas que devem reduzir seu consumo de energia e quais não podem fazê-lo”.

Ele citou a fabricante de vidros Saint Gobain SA (EPA:SGOB) como exemplo de empresa que precisaria de acesso privilegiado ao fornecimento. As ações da Saint Gobain registravam queda de 1,7% no início das negociações desta segunda-feira, depois de já terem perdido quase um terço do seu valor neste ano em razão dos temores que rondam o mercado.

 

Gás natural na Europa registra queda, com gasoduto Nord Stream em manutenção
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (2)
Fernanda Jose
Fernanda Jose 11.07.2022 12:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
tiro q saiu pela culatra... agora fiquem de joelho p Putin
Rafael Gama
Rafael Gama 11.07.2022 9:43
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mr Biden colocou a Europa de joelhos para Rússia. Os próximos serão os americanos.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail