Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Importações de petróleo da América Latina pelos EUA disparam com substituição de óleo russo

Commodities 19.05.2022 08:20
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. FOTO DE ARQUIVO: Tanques de armazenamento na Refinaria de Los Angeles da Marathon Petroleum em Carson, Califórnia, EUA. 11 de março de 2022. Foto tirada com um drone. REUTERS/Bing Guan/File Photo

Por Arathy Somasekhar

HOUSTON (Reuters) - As refinarias dos Estados Unidos importaram cerca de 1,3 milhão de barris por dia (bpd) de petróleo bruto e óleo combustível da América Latina em abril, o nível maior em sete meses de acordo com dados da alfândega dos EUA, à medida que os compradores começaram a substituir os suprimentos russos.

Em março, os EUA proibiram as importações de petróleo bruto e produtos refinados russos devido à invasão da Ucrânia, estabelecendo 22 de abril como data final para as compras. A secretária do Tesouro, Janet Yellen, pediu às empresas que adotem redes de fornecimento "amigáveis", ou que comprem de países confiáveis.

As importações de óleo combustível da América Latina atingiram em média 200.000 bpd em março e abril, 49% acima dos 12 meses anteriores. A participação do México nas importações de óleo combustível dos EUA subiu para cerca de 27% em março e abril, ante 19% um ano antes, mostraram os dados.

Cerca de 15 navios descarregaram 159.000 bpd de óleo combustível mexicano em Louisiana, Califórnia, Texas e Flórida, fornecendo às empresas Exxon Mobil Corp (NYSE:XOM), Chevron Corp (NYSE:CVX) e Marathon Petroleum Corp (NYSE:MPC), entre outras.

A Rússia forneceu cerca de 135.000 bpd, ou 5,5% do total das importações de petróleo dos EUA no ano passado, e 155.350 bpd, ou 29%, das importações de óleo combustível, de acordo com dados alfandegários do Refinitiv Eikon.

As importações norte-americanas de petróleo da América Latina também subiram em abril, para 1,34 milhão de bpd, o maior patamar em seis meses. As compras da Argentina atingiram a maior alta em quatro anos, enquanto as importações da Colômbia atingiram o maior nível desde setembro de 2020.

Cargas do óleo Medanito do tipo "sweet" da Argentina chegaram à refinaria Benicia da Valero Energy Corp (NYSE:VLO) na Califórnia e à refinaria Ferndale da Phillips 66 (NYSE:PSX) em Washington. Cerca de 1 milhão de barris do petróleo Escalante da Argentina também foram descarregados na planta de Honolulu da Par Hawaii Refining.

Cerca de 1,8 milhão de barris de petróleo colombiano foram fornecidos a processadores, incluindo as refinarias Delaware City da PBF Energy Inc e as refinarias St Charles da Valero.

Marathon, Exxon e Phillips 66 se recusaram a comentar. Chevron, Valero e PBF não responderam a um pedido de comentário.

Importações de petróleo da América Latina pelos EUA disparam com substituição de óleo russo
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (2)
Chris Zoli
Chris Zoli 19.05.2022 9:11
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Boa Biden hahahaha.
Dalton Zacharias
Dalton Zacharias 19.05.2022 8:47
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
só falta importar da Venezuela
David Blum
David Blum 19.05.2022 8:47
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Obvio que é de la…
Itamar Carrijo
Itamar Carrijo 19.05.2022 8:47
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Estão importando da Venezuela
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail