Garanta 40% de desconto
🚀 6 ações que subiram +25% no 1º tri selecionadas pela nossa IA. Quais ações vão subir no 2º tri?Não perca a lista completa

Índia só voltará a exportar açúcar com soma de fatores positivos, diz Hedgepoint

Publicado 19.02.2024, 13:47
Atualizado 19.02.2024, 17:11
© Reuters.  Índia só voltará a exportar açúcar com soma de fatores positivos, diz Hedgepoint

São Paulo, 19 - A Índia só deverá voltar a exportar açúcar na safra 2024/25 caso ocorra uma soma de fatores positivos. A avaliação é da analista de açúcar e etanol da Hedgepoint, Lívea Coda, que apontou desafios para o retorno do país asiático ao mercado internacional do adoçante. "Caso nada mais seja desviado para o etanol nesta safra, a Índia construa estoque suficiente e tenha uma recuperação da sua safra, podemos ver o país exportando, embora nada próximo aos seus níveis recordes", afirmou, durante apresentação sobre o mercado de açúcar, na sexta-feira, 16.

Com a Índia fora da oferta global, o clima no Centro-Sul do Brasil é a principal variável a ser monitorada no momento atual por quem opera no mercado de futuros do açúcar, de acordo com Coda. Para ela, o clima no Brasil e o fenômeno climático La Niña podem causar as maiores variações nos preços. "As chuvas dispersas no Centro-Sul do Brasil e o La Niña tornam as previsões mais difíceis", disse.

A analista também apontou que a Hedgepoint manteve sua estimativa para a safra 2024/25 de cana-de-açúcar no Centro-Sul em 620,1 milhões de toneladas, embora tenha destacado dificuldade em estimar eventuais reduções na produção, pois as chuvas têm sido irregulares e dispersas na região.

Coda avaliou, ainda, que, no curto prazo, o mercado parece estar se inclinando para tendências de baixa, mas, por outro lado, o Ramadã dá suporte para os preços. "O recorde de exportações do Brasil mantém os altistas a uma certa distância e permite que os fundos esperem calmamente por um sinal", disse.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.