🚀 Ações escolhidas por IA em alta. PRFT com alta de +55% em 16 dias. Não perca as ações de junho!Acessar lista completa

Ouro atinge US$ 2 mil por temores do conflito entre Rússia e Ucrânia. Mas também há outro fator

Publicado 07.03.2022, 06:28
Atualizado 07.03.2022, 12:17
© Reuters.
XAU/USD
-
SDR
-
GC
-
PA
-
NICKEL
-

Por Laura Sanchéz, do Investing.com Espanha

Investing.com - O ouro subiu acima de US$ 2.000 a onça durante o início da sessão de segunda-feira, assim como outros metais, que também estão subindo hoje. Mas, o metal amarelo regrediu para abaixo da marca psicológica dos US$ 2.000, sendo negociado a US$ 1.983 às 12h08, alta de 0,83%.

“Em tempos de turbulência no mercado, os investidores se voltam para o ouro como um ativo de refúgio. Quando as tropas russas invadiram a Ucrânia em 24 de fevereiro, o metal amarelo atingiu US$ 1.974 por onça, o maior preço desde setembro de 2020. Antes da crise atual, o preço do ouro girava em torno de US$ 1.800, não tendo ganhos significativos desde o final de 2020”, diz James Luke, gestor de fundos da Schroders.

“O preço do ouro subiu em meio à crise na Ucrânia. Seja qual for a evolução desta situação, acreditamos que o ouro continua pronto para se tornar o ativo porto-seguro por excelência ou 'TINA' (não há alternativa)”, acrescenta Luke.

E por que os investidores podem começar a investir em ouro agora? “Além de buscar uma reserva de valor em momentos de maior estresse do mercado, acreditamos que muitos investidores veem o próximo ciclo de alta das taxas de juros como extremamente arriscado, dado o cenário macroeconômico anormal”, diz o gerente de fundos da Schroders (LON:SDR).

Segundo ele, “as economias desenvolvidas tornaram-se dependentes de estímulos monetários e fiscais maciços. O potencial de loops de feedback negativo (uma reação que faz com que a função diminua em resposta a um estímulo) ocorra na economia real e nos mercados financeiros à medida que os estímulos são removidos e as taxas de juros aumentam. ”.

Outros metais em alta

Outro dos metais que sobe esta manhã é a prata , cujo preço chegou a ultrapassar os US$ 26 por onça - mas retornando para US$ 25,73 às 12h11 -, "deixando para trás o nível psicológico de US$ 24 e que não conseguiu quebrar nas semanas anteriores", explica Diego Morín, analista do IG. 

O paládio é outro dos metais que subiu na sessão de hoje acima de 11% de ganhos, que conquistou a barreira dos US$ 3.000 antes de retroceder para 2.890. E o níquel subiu mais de 41% hoje e ultrapassou os US$ 42.000 por tonelada, ressalta o especialista.

"A volatilidade pode continuar afetando o mercado de matérias-primas, com a possibilidade de ver novas altas diante das fortes oscilações esperadas", aponta Morín.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.