Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Petróleo recua com novos lockdowns parciais em Xangai

Commodities 09.06.2022 10:19
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters.

Por Peter Nurse   

Investing.com -- Os preços do petróleo tiveram ligeira queda na quinta-feira após o anúncio de novas restrições à mobilidade em Xangai, embora permanecendo próximos ao pico de três meses em meio a sinais de recuperação econômica na segunda maior economia do mundo.

Às 13h08, os contratos futuros do petróleo WTI, cotado em Nova York e referência de preço nos EUA, eram negociados com baixa de 0,52%, a US$ 121,47 por barril, recuando em relação à máxima em três meses alcançada na segunda-feira, enquanto os contratos do Brent, cotado em Londres e referência mundial de preço, apresentavam queda de 0,34% a US$ 123,16 por barril.

Os futuros da gasolina RBOB dos EUA apresentavam avanço de 1,04%, a US$ 4,2658 por galão.

Partes de Xangai começaram a impor novas medidas restritivas de lockdown na quinta-feira, aumentando os receios de mais destruição da demanda no maior importador de petróleo bruto do mundo pouco mais de uma semana depois de o centro comercial da China ter suspendido restrições prolongadas a fim de controlar os riscos de transmissão da Covid.

Dito isto, os dados comerciais da China referentes a maio apontaram para uma recuperação econômica neste importante motor de crescimento, com um aumento de 16,9% no ano nas exportações, enquanto as importações avançaram 4,1% no ano a ano, o primeiro ganho em três meses.

Além disso, as importações de petróleo bruto da China cresceram quase 12% em maio, embora em comparação a uma linha de base reconhecidamente baixa um ano antes; o país importou 45,83 milhões de toneladas no mês passado, o equivalente a 10,79 milhões de barris por dia. Isso contrasta com os 10,5 milhões de barris por dia em abril e com a média de 10,3 milhões de barris em 2021.

Ao mesmo tempo, a forte procura nos Estados Unidos, o maior consumidor mundial de petróleo, continuou a proporcionar suporte para os preços, com a continuação da temporada de viagens de verão e a demonstração de resiliência por parte dos motoristas, apesar da disparada dos preços nas bombas.

Os dados oficiais da Energy Information Administration dos EUA, divulgados na quarta-feira, mostraram um acúmulo de pouco mais de 2 milhões de barris de petróleo na semana passada, enquanto os estoques de gasolina norte-americanos caíram em 812.000 barris.

"Isso posiciona os estoques de gasolina dos EUA em pouco mais de 218Mbbls, mais próximos aos níveis que normalmente vemos no final da temporada de viagens, e não no início", disseram os analistas do ING, em relatório. 

Em outras notícias, os preços do gás natural dispararam no Reino Unido e na Europa continental no início da quinta-feira passada, depois que um incêndio num terminal de exportação de GNL no Texas ameaçou cortar uma fonte de abastecimento vital por meses.

O incêndio começou na quarta-feira, na unidade de GNL da Freeport em Quintana Island, perto de Houston, no Texas. Embora tenha sido rapidamente controlado, segundo a Bloomberg, um porta-voz da empresa disse que os despachos a partir do terminal poderiam ser interrompidos por três meses.

Isto acontece num momento em que a Europa se volta cada vez mais para o GNL na tentativa de reduzir a sua dependência do gás vindo da Rússia.

Petróleo recua com novos lockdowns parciais em Xangai
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (1)
Geraldo Junior
Geraldo Junior 09.06.2022 13:46
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Tire toda forma de defesa e o povo te obedece. Isso é que acontece em um país com mais de 1.4 bilhão de pessoas que ficam iguais a marionetes jogadas de um lado pra outro.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail