Últimas Notícias
Investing Pro 0
OFERTA de Ano-Novo: Até -40% no InvestingPro+ GARANTA A OFERTA

Rússia intensifica guerra no petróleo; analistas comentam reação às sanções

Commodities 05.12.2022 10:43
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters.
 
LCO
+0,17%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
CL
+0,27%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
PBR
-2,26%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
PRIO3
+1,00%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
PETR3
-2,79%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
PETR4
-2,75%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

Por Laura Sanchez

Investing.com – O petróleo vem registrando dias intensos, com o barril norte-americano negociado ao redor de US$ 82 nesta segunda-feira, e o de {8833|Brent}}, a cerca de US$ 88.

Nesta semana, as atenções dos investidores estarão voltadas à repercussão de eventos importantes no mercado. É bom lembrar que a commodity recuou desde que atingiu US$ 120, no início de junho, e agora está abaixo de US$ 90.

O enfraquecimento do consumo petrolífero na China e a ameaça de uma recessão global intensificaram os efeitos das sanções ocidentais ao óleo da Rússia.

“Nesta semana, o petróleo ficará bastante volátil”, afirma o Bankinter.

O embargo imposto pela União Europeia ao petróleo russo entrou em vigor nesta segunda-feira, bem como o teto de preços do produto a cerca de US$ 60 por barril.

“O objetivo do Ocidente é evitar que a Rússia consiga financiar a guerra contra a Ucrânia através da renda gerada pela venda de petróleo”, explicou a Link Securities.

A Rússia, por sua vez, pretende contra-atacar, interrompendo a venda para países que firmaram o acordo.

O teto de US$ 60 para o barril está perto do preço atual praticado por Moscou, permitindo-lhe comercializar seu petróleo na prática, ainda que na teoria rejeite o preço máximo.

“Se a Rússia acabar retirando do mercado mais do que um milhão de barris por dia, haverá escassez de petróleo no mundo, sendo necessário haver uma compensação de alguma parte, seja da Opep ou não”, destaca Jacques Rousseau, diretor-geral da Clearview Energy Partners, em uma entrevista à ABC News. “O mais importante será descobrir qual volume de petróleo a Rússia irá retirar do mercado”, acrescentou.

É preciso ressaltar ainda que a Rússia é um membro ativo da aliança Opep+, cuja reunião no fim de semana decidiu manter o corte de produção de dois milhões de barris por dia.

“Ainda não se sabe como essas medidas podem influenciar a oferta e o preço do petróleo.  No momento, tudo aponta para o fato de que a produção russa deve ser impactada, mas sua oferta nem tanto, razão pela qual o petróleo apresentou uma leve valorização”, acrescentou a Link Securities.

“A Opep mencionou que a Rússia conseguiu vender parcialmente para a China e a Turquia, entre outros países, o petróleo que era destinado à Europa", de acordo com a Renta 4.

Em termos de quantidade, Warren Venketas, analista da DailyFX, explica que “a ação diária dos preços do Brent revela uma sombra superior longa, mas o resto do dia confirmará se esse candlestick persiste, o que abriria espaço para um teste do suporte a US$ 85. Do ponto de vista dos fundamentos, as preocupações com a oferta podem apontar para preços mais altos, porém os mercados permanecerão cautelosos, até que haja uma clareza maior em relação à reação russa”.

Rússia intensifica guerra no petróleo; analistas comentam reação às sanções
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (1)
Kelly Muniz De Almeida Farias
Kelly Muniz De Almeida Farias 05.12.2022 11:38
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Petr4 rumo a 13 pila
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail