Últimas Notícias
Garanta 40% de desconto 0
👀 Invista igual ao Warren Buffett e lucre +174.3% acima do badalado S&P 500 Aproveite desconto de 40%

UE "pode mover montanhas" para fornecer munição a Kiev, diz von der Leyen

Publicado 18.02.2023 12:43
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, na Conferência de Segurança de Munique, em Munique, Alemanha 18/02/2023. Sven Hoppe/Pool via REUTERS

Por Sabine Siebold

MUNIQUE (Reuters) - A chefe da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, disse neste sábado que estava confiante de que o interesse conjunto da União Europeia em obter mais munição para a Ucrânia superará os interesses nacionais individuais quando se trata de programas europeus comuns de aquisição de defesa.

O bloco está explorando com urgência maneiras de seus países membros se unirem para comprar munições para ajudar a Ucrânia, após alertas de Kiev de que suas forças - que estão disparando até 10.000 projéteis de artilharia diariamente - precisam de mais suprimentos rapidamente.

"Como sempre nesta guerra atroz que a Rússia desencadeou contra a Ucrânia, vemos que podemos mover montanhas sob pressão e, portanto, aqui também", disse ela em entrevista à Reuters e outros meios de comunicação na Conferência de Segurança de Munique.

"Estes não são tempos normais, são tempos extraordinários. E, portanto, também devemos olhar para medidas ou procedimentos extraordinários", acrescentou.

No passado, o foco nos interesses nacionais muitas vezes impedia uma cooperação de defesa mais estreita entre os países europeus, dificultando e retardando os programas de compras conjuntas.

Em seu discurso na conferência, von der Leyen sugeriu anteriormente que a UE unisse forças com a indústria de defesa do bloco para acelerar e aumentar a produção de munição extremamente necessária no campo de batalha na Ucrânia e para reabastecer os estoques em casa.

Ela propôs que o bloco fizesse o que fez durante a pandemia para se preparar para a produção em larga escala de uma vacina contra a Covid.

"Poderíamos pensar, por exemplo, em acordos de compra antecipada que deem à indústria de defesa a possibilidade de investir em linhas de produção agora para serem mais rápidas e aumentarem a quantidade que podem entregar", disse ela.

Von der Leyen sublinhou que o bloco não pode esperar meses e anos para poder reabastecer seus próprios estoques militares ou enviar munições como projéteis de artilharia de 155 milímetros para a Ucrânia.

Espera-se que os ministros das Relações Exteriores da UE discutam a ideia de aquisição conjunta de projéteis de 155 mm – extremamente necessários para Kiev – em uma reunião em Bruxelas na segunda-feira.

"No momento, estamos falando de munição padronizada que financiaríamos tanto no nível europeu quanto nos Estados-membros, esse é o esquema por trás disso", disse von der Leyen na entrevista.

"Não acho que a Ucrânia esteja em posição de financiar isso agora. Portanto, devemos financiar isso."

O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, disse essa semana que a Ucrânia estava gastando projéteis de artilharia mais rápido do que seus aliados poderiam atualmente produzi-los.

UE "pode mover montanhas" para fornecer munição a Kiev, diz von der Leyen
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir esse gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por esse motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (6)
Gabriel Papi
Gabriel Papi 19.02.2023 9:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Não vão ficar satisfeitos enquanto não suicidarem o último ucraniano
Jorge Oliveira
Jorge Oliveira 19.02.2023 2:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
é o necessário destruir a Rússia
David José
MarchaRE 19.02.2023 2:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Não seria a Alemanha? Ela é responsável pelas últimas 3 grandes guerras
EWERTON MARCUZZO
EWERTON MARCUZZO 19.02.2023 0:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Rússia está determinada a acabar com esses nazistas. Que acabe de uma vez por todas!
OLEVIATÃ IESIVAUE
OLEVIATÃ IESIVAUE 18.02.2023 16:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
OTAN LIXO. NÃO AGUENA NEM 1 ANO DE AJUDA EM GUERRA. AGORA, SERÃO INVADIDOS 1 POR 1 PELA NOVA EXPANSÃO RÚSSIA, PRIMEIRO SERÁ TOMADA A UCRÂNIA, DEPOIS A MOLDÁVIA E ETC...
Fernando Xavier de Souza
Fernando Xavier de Souza 18.02.2023 15:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Tão saindo do inverno com reserva de gás... daí tão se achando... daqui 6 meses começa a esfriar de novo.. quero ver
Jade Briggs
Jade Briggs 18.02.2023 12:56
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
falam muito mas não tem a capacidade de produção. Em vez de promover um acordo querem estender o conflito. loucura.
David Soares
David Soares 18.02.2023 12:56
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
muita grana envolvida...EUA faturando alto com a venda de GLP e armas
 
Tem certeza que deseja excluir esse gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar esse comentário

Diga-nos o que achou desse comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail