Libere dados premium: até 50% de desconto InvestingProGARANTA JÁ SUA OFERTA

Fed vai apertar a política monetária, a única questão é a que velocidade

Publicado 06.01.2022, 18:08
Atualizado 06.01.2022, 18:11
© Reuters. Foto de arquivo do prédio do Federal Reserve, em Washington
19 de junho de 2012. REUTERS/Yuri Gripas

Por Howard Schneider e Ann Saphir

WASHINGTON/SAN FRANCISCO (Reuters) - Alarmados com a persistência de um aumento desconfortavelmente acelerado dos preços, até mesmo as autoridades do banco central norte-americano mais flexíveis com a inflação agora concordam que precisarão apertar a política monetária neste ano. O debate não é mais sobre se, mas com que rapidez isso vai acontecer.

O presidente do Federal Reserve de St. Louis, James Bullard, disse nesta quinta-feira que o banco central poderia aumentar as taxas de juros já em março e que agora a instituição está em uma "boa posição" para tomar medidas ainda mais agressivas contra a inflação, conforme necessário.

A presidente do Fed de San Francisco, Mary Daly --que há muito tempo faz um contraponto "dovish" (flexível com a inflação) à abordagem de Bullard mais incisiva com a elevação dos preços--, disse em evento separado também esperar acréscimos nos juros neste ano, mesmo após avisar que um aperto monetário excessivamente agressivo poderia prejudicar o mercado de trabalho.

Mais cedo nesta semana, o presidente do Fed de Minneapolis, Neel Kashkari, disse agora esperar dois aumentos na taxa básica de juros neste ano, uma reversão de sua visão de longa data de que o banco central deveria adiar a subida dos custos dos empréstimos até 2024.

Os formuladores de política monetária do Fed agora se dividem efetivamente em dois grupos: "aqueles que querem apertar a política monetária e aqueles que querem apertá-la ainda mais rapidamente", escreveu Bill Nelson, ex-economista do banco central norte-americano que agora é economista-chefe do Bank Policy Institute.

Embora a maioria das autoridades do Fed permaneça no primeiro grupo, afirmou ele, "tal distribuição resultaria em riscos de alta, e não de baixa, para a política monetária (exceto grandes surpresas econômicas, é claro)".

© Reuters. Foto de arquivo do prédio do Federal Reserve, em Washington
19 de junho de 2012. REUTERS/Yuri Gripas

É uma grande mudança em relação a apenas alguns meses atrás, quando os formuladores de política monetária do Fed podiam ser divididos em três: aqueles que apoiavam um aperto monetário mais rápido, aqueles que adotavam uma abordagem mais lenta para o aperto e um contingente contra aumentos das taxas de juros por um ano, se não mais.

No mês passado, os banqueiros centrais dos EUA concordaram em encerrar suas compras de ativos em março e estabeleceram as bases para o que a maioria deles vê como pelo menos três aumentos nas taxas de juros neste ano.

A ata da reunião de dezembro, divulgada na quarta-feira, mostrou que alguns formuladores de política monetária do Fed querem agir ainda mais rapidamente para endurecer a política monetária, inclusive reduzindo o balanço patrimonial do Fed, de mais de 8 trilhões de dólares.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.