Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta quinta-feira

Economia18.07.2019 08:01
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters.

Investing.com - Confira as cinco principais notícias desta quinta-feira, 18 de julho, sobre os mercados financeiros:

1. Netflix cai com diminuição do número de assinantes nos EUA

As ações da Netflix (NASDAQ:NFLX) despencaram 11% no pré-mercado nesta quinta-feira com o decepcionante números trimestrais de assinantes.

Não só o serviço de streaming on-line perdeu 126.000 assinantes nos EUA durante o segundo trimestre, o primeiro declínio desde 2011, como também conseguiu adicionar apenas 2,7 milhões de assinantes pagos em todo o mundo, muito aquém do consenso do Factset de 5,3 milhões.

A Netflix (NASDAQ:NFLX) sugeriu que o segundo trimestre foi um pequeno deslize em seu registro, em parte devido à falta de novos conteúdos. A empresa espera se recuperar no terceiro trimestre com o lançamento da última temporada de "Stranger Things", novos episódios para "The Crown" e a temporada final de "Orange is the New Black". A projeção é de 7 milhões de novos assinantes pagos em todo o mundo.

2. IBM decepciona assim como Morgan Stanley ; balanço da Microsoft se aproxima

A IBM (NYSE:IBM) aumentou a decepção no setor tecnológico, com suas ações caindo mais de 1% no pré-mercado após divulgação do balanço trimestral na quarta-feira. Embora um desempenho positivo em seu negócio de nuvem tenha ajudado a empurrar os lucros acima da previsão, um quarto declínio consecutivo na receita do grupo no segundo trimestre pressionou as ações.

O Morgan Stanley (NYSE:MS) vai roubar os holofotes do palco de lucros, à medida que deve divulgar seus resultados na abertura do pregão. A Union Pacific (NYSE:UNP) também será acompanhada de perto depois que os números fracos da CSX, que foram tomados como prévia para a saúde mais ampla da economia real. A UnitedHealth (NYSE:UNH), a SunTrust Banks (NYSE:STI), o M&T Bank (NYSE:MTB), e a Honeywell International (NYSE:HON) também deverão divulgar seus resultados.

Os ganhos da Microsoft (NASDAQ:MSFT) trarão o foco de volta para a tecnologia após o fechamento do mercado. Os investidores estarão atentos à tendência em sua divisão de nuvem, o Azure, aos planos para a próxima atualização do Windows e às novidades sobre sua concorrência com a Amazon (NASDAQ:AMZN) para um contrato do Pentágono de vários bilhões de dólares.

3. Ações globais no vermelho enquanto preocupações comerciais dominam

As ações globais foram negociadas em baixa devido a vários sinais de que os conflitos comerciais estavam afetando as economias e os ganhos das empresas.

Wall Street terminou em baixa intradiária na quarta-feira após o The Wall Street Journal informar que as negociações comerciais sino-americanas estão paralisadas devido às restrições da Huawei pelo governo dos EUA, citando na reportagem pessoas familiarizadas com as negociações.

As exportações do Japão tropeçaram mais uma vez, caindo 6,7% em junho, enquanto a confiança dos fabricantes caiu para o menor nível em três anos em julho, devido à desaceleração do crescimento chinês.

O Banco da Coreia inesperadamente cortou as taxas de juros pela primeira vez em três anos, já que os controle de exportação do Japão sobre materiais para os fabricantes de chips da Coréia do Sul e a desaceleração na China aumentaram os riscos para a quarta maior economia da Ásia.

Na Europa, a empresa de software SAP (NYSE:SAP), a ação de tecnologia mais valiosa da região em valor de mercado, divulgou lucros baixos e destacou o impacto da guerra comercial EUA-China.

4. Pedidos de seguro-desemprego, dados do Fed de Filadélfia e mais discursos do Fed

Além dos ganhos das empresas americanas, os mercados receberão dados sobre o mercado de trabalho dos EUA e atividade industrial regional.

Os pedidos iniciais de seguro-desemprego e o índice de atividade industrial do Fed de Filadélfia em julho serão divulgados às 9h30.

O influente presidente do Fed de Nova York, John Williams, estará de guarda enquanto discursa sobre a política monetária na reunião anual de 2019 da Associação de Pesquisa do Banco Central. O chefe do Fed de Atlanta Raphael Bostic também está agendado para uma aparição.

5. O petróleo se estabiliza, quebrando a perda de 3 dias

O preço do petróleo foi cotado ligeiramente em alta no comércio matinal, quebrando três dias consecutivos de quedas.

O petróleo está sob pressão nesta semana, depois que o furacão Barry causou menos danos do que o esperado no Golfo do México, sugerindo que seu impacto na produção será de curta duração.

Somando-se à liquidação desta semana, dados da Administração de Informações de Energia mostraram na quarta-feira que os estoques de gasolina e destilados aumentaram na semana passada, mais do que compensando uma queda um pouco maior que o esperado dos estoques de petróleo bruto.

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta quinta-feira
 

Artigos Relacionados

Confiança do comércio recua 6,2 pontos em novembro
Confiança do comércio recua 6,2 pontos em novembro Por Agência Brasil - 29.11.2021

Agência Brasil - O Índice de Confiança do Comércio (Icom), medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), teve queda de 6,2 pontos de outubro para novembro deste ano. Com isso, o...

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (8)
Wanderson Scroll
Wanderson Scroll 18.07.2019 13:52
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Netflix é uma grande bolha pronta para estourar, o professor Fernando Ulrich ja disse isto.. Juntando ao fato de quem lacra não lucra, e as concorrentes Amazon Prime Video, Google Play e Now fi irão derruba-la logo, para uma bolha estourar bastar os concorrentes baterem no ponto mais fraco.
Ramiro Bra Albernaz Dias
Ramiro Bra Albernaz Dias 18.07.2019 12:17
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Netflix invistam em séries como GoT , TWD, disso que gostamos e esqueçam a lacração esse povo não trabalham não podem sustentar ninguém
Ronaldo Cajares
Ronaldo Cajares 18.07.2019 10:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Não há artifícios que traga bons resultados no final da temporada de hibernação dos ursos ⊂( ̄(工) ̄)⊃. O cenário internacional de desaceleração reforçado com expectativa da Lenda do Acordo 100% EUA x China não é favorável. As esperanças de alteração nos juros pelo Fed entre outros fatores economicos minam os sentimentos economicos global. Aos poucos estamos entrando na crise internacional. O “Rubicão” (ponto de irreversibilidade) dos efeitos prejudiciais a economia global está chegando.
Ian Rocha
Ian Rocha 18.07.2019 10:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Netflix resolveu boicotar Estados com política pró vida e caiu belos 11%. Quem lacra não lucra.
André Felipe
André Felipe 18.07.2019 9:36
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Netflix só tem feito conteúdo de lacração --'
Paola Callegari
Paola Callegari 18.07.2019 9:36
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ainda bem, senão teria caído mais kkkkk
André Felipe
André Felipe 18.07.2019 9:36
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Netflix só tem feito conteúdo de lacração --'
Ale Ale
BullGreen 18.07.2019 9:28
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Povo não está mais com saco de assistir séries com viés político ideológico. Tem que ter enredo, fundamento, agregar valor ao tempo da pessoa. Série pra encher linguiça acontece isso . Vaza assinantes.
Sylvio Carvalho
Sylvio Carvalho 18.07.2019 9:28
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Além de centenas de títulos inexpressivos com atores fracos e desconhecidos
Bruno Bree
Bruno Bree 18.07.2019 9:20
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O setor de tecnologia sofre por causa das sanções do Trump para com a China. O mercado se stream vê queda, pois com inseguranças econômicas as pessoas tendem a reduzir custos. O mundo se aproxima de uma redução de crescimento e provável crise imobiliária. Se o Trump não resolver logo a questão da China e houver uma negociação global para discutir a regulamentação do setor do TI, vamos entrar em uma crise. A tecnologia concentrou recursos na mãos de poucos com um custo épico para muitos. Veja que os países começam a discutir tributação externa...Não há dinheiro entrando e resta pegar o de fora... A França já começou o movimento que em breve ganhará força.
Ramiro Bra Albernaz Dias
Ramiro Bra Albernaz Dias 18.07.2019 9:20
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O que a França deu início?
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail