Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Reforma tributária atual é retrocesso, afirmam Elena Landau e Carla Abrão

Economia24.08.2021 18:11
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

Por Jessica Bahia Melo

Investing.com –  Clima de instabilidade, desarticulação dos poderes e crise política prejudicam a agenda de reformas necessária para o crescimento e retomada pós-pandemia.  Esse é o entendimento das economistas Elena Landau e Ana Carla Abrão, que durante o painel “Os rumos da economia brasileira”, do evento virtual Expert XP, criticaram a reforma tributária atual e apontaram como alternativa a discussão iniciada com o projeto anterior - elaborado com base em estudo do economista Bernard Appy, a PEC 45.

Para a economista e advogada Elena Landau, a reforma atual reflete uma enorme frustração e virou uma colcha de retalhos. “Nesse momento, estamos vendo um atropelo e reformas de péssima qualidade sendo aprovadas. Houve uma obsessão do ministro Paulo Guedes em relação à CPMF e a gente perdeu tempo nessa discussão”. A reforma, segundo ela, deveria ter dois objetivos principais: a simplificação tributária e a diminuição da regressividade dos tributos.

Ana Carla Abrão Costa, Head da Oliver Wyman Brasil, acredita que as reformas vêm chegando ao Congresso de forma desarticulada. “Estamos vendo aprovações que significam retrocessos e não avanços”, acredita.  De acordo com a economista, a reforma tributária deveria ter como foco o aumento da produtividade, enquanto a reforma administrativa, um equilíbrio fiscal de longo prazo. Para isso, seria preciso resgatar o papel do estado como formulador e executor de politicas públicas. “Precisamos da liderança de um governo que entenda essa agende e coloque para andar. O próximo governo vai ter que enfrentar essa agenda de reconstrução do papel do estado”, reforça.

Precatórios

Landau também criticou a PEC dos precatórios, que considera gravíssima. “Você não pode dizer devo, não nego, pago quando puder. Coisa julgada não se desmonta. É uma PEC que é inconstitucional”.

LEIA MAIS: Lira admite dificuldade mas defende aprovação de IR; diz que não haverá calote de precatórios

Privatizações e abertura comercial

Segundo Elena Landau, o país precisa recuperar a credibilidade fiscal, a proteção social, discussões sobre governança e meio ambiente. Entre as ações imediatas,  a “abertura comercial, reforma administrativa, privatizações, esforço na educação e reinserção produtiva deveriam ser prioridades”.  A economista afirma que é preciso continuar com as privatizações e concentrar os esforços do estado na melhoria da prestação de serviços essenciais, como saúde e saneamento.

Em relação à abertura comercial, Landau disse que a indústria brasileira sofre da “Síndrome de Peter Pan e não quer sair da adolescência”. Em resposta ao questionamento se o ideal seria reduzir o “custo Brasil” antes de abrir a economia, ela apontou a necessidade de realizar a abertura o quanto antes para ter ganhos de eficiência.  “A indústria brasileira não quer crescer, encontra- no estado um pai generoso que continua mantendo sua mesada. As indústrias que conseguiram romper com essa dependência do estado estão em cadeias internacionais, como a Embraer (SA:EMBR3) e WEG (SA:WEGE3). Acho que já passou da hora. Isso, para nós consumidores, é de um cenário muito ruim”, afirma.

Reforma administrativa

Para Caio Megale, Economista Chefe da XP, os gastos públicos são muito engessados, principalmente devido aos gastos com pessoal. “Fizemos a reforma da previdência, mas ainda há muita dificuldade por parte dos servidores ativos”, aponta o moderador do painel.

Ana Carla Abrão Costa acredita que a reforma administrativa exige articulação, debate e amadurecimento da discussão.  “Não pode ser troféu para dizer que aprovou do dia para noite. É necessário reorganizar a gestão de pessoas do estado brasileiro e isso passa por um conjunto de reformas infraconstitucionais que não estão previstas na PEC em tramitação. Corremos o risco de andarmos para trás novamente”, completa.

Reforma tributária atual é retrocesso, afirmam Elena Landau e Carla Abrão
 

Artigos Relacionados

Produção industrial cai 0,6%, revela pesquisa do IBGE
Produção industrial cai 0,6%, revela pesquisa do IBGE Por Agência Brasil - 03.12.2021

Agência Brasil - A produção industrial nacional recuou 0,6% na passagem de setembro para outubro deste ano. É a quinta queda consecutiva do indicador, que acumula perda de 3,7% no...

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (36)
Mant Neuman
BombeiroAristide 25.08.2021 8:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A reforma completa estava pronta e relatada no Senado... Este desgoverno, com interesses obscuros, preferiu jogar ela fora e mandar este LiXO com complicação tributária e aumento de impostos. Perda de tempo que só serviu para manipulacao do mercado que o Jegues sempre aproveita com seus laranjas
Milton Heyde de Macedo
Milton Heyde de Macedo 25.08.2021 8:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Congresso e judiciário controlado por lobby, corporações de funcionários. Interesses da maioria da população? ZERO
Marcelo Marques Filho
Marcelo Marques Filho 25.08.2021 8:03
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Sem regime forte ….nessa democracia de interesses obscuros….dificilmente se fara o que o que realmente se precisa para o bem de todos.
Walter Santos
Walter Santos 25.08.2021 7:25
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
No Brasil, o estado fecha os olhos para o óbvio enquanto vai enganando o povo medidas paliativas e reformas inócuas.
Elisio Pedro
Elisio Pedro 25.08.2021 7:19
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Depois do que o Aécio fez em 2014, ninguém mais governa esse país. Só o PSDB.
Caio Thome
Caio Thome 25.08.2021 7:19
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O quê está sendo referido pelo Elisio? Alguém sabe dizer e pode elucidar?
turnaround silva
turnaround silva 24.08.2021 23:01
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
aumento de impostos, só na banânia mesmo!!!
turnaround silva
turnaround silva 24.08.2021 22:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Guedes, o liberal e austero. reforma tributária sem a administrativa, que retrocesso!!! melhor deixar como está!!
Flávio Mendes
Flávio Mendes 24.08.2021 22:29
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Desde de 2016 com essa conversa de reformas. Fizeram reformas trabalhista, reforma da previdência, reforma trabalhista de novo, tiram direitos e empobrecem a população. Após todas essas reformas, o fato é que o brasileiro medio esta cada vez mais pobre e as empresas veem seu mercado consumidor com cada vez menos poder de compra.
Cássio Lourenço Guimarães Spínol
Cássio Lourenço Guimarães Spínol 24.08.2021 22:21
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Disseram que a reforma tributária é um retrocesso, mas não disseram porque.
Rogerio Soares
Rogerio Soares 24.08.2021 22:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Enquanto o imposto for sobre o consumo e não sobre a renda o Brasil será um fracasso.
Leandro Menezes
Leandro Menezes 24.08.2021 21:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Além de todos os altos impostos já citados, vale lembrar que eles também servem para pagar o funcionalismo público acomodado em seus cargos e que ainda exigem aumentos e plano de carreira sem apresentar qualquer produtividade. Grande maioria fica atrás de uma mesa ou balcão fazendo a mesma coisa por 10/20 anos e ainda reclamam se saem da rotina. Isso a reforma administrativa do governo quer acabar, mas os servidores estão pressionando seus deputados que não tem culhão para votar a favor. Chega de servidor público acomodado. Tem muita gente querendo trabalhar!
Pina Well
Pina Well 24.08.2021 21:28
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Classe média se phodeu novamente, kk
Antonio Marcos Marchalek
Antonio Marcos Marchalek 24.08.2021 20:43
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Todos nós direta ou indiretamente querendo ou não já entregamos mais de 35% do nosso dinheiro em impostos.Nada é realmente nosso apenas nos é emprestado mediante pagamento de impostos, se eu tenho um carro e ficar um dia,em atraso com IPVA,seguro ,licenciamento, etc... e me pegarem numa blitz, o carro já não é meu é do estado
Francisco Matias
Francisco Matias 24.08.2021 20:29
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Escuto desde meus 12 anos de idade que o Brasil é o pais do futuro, este futuro nao chega por culpa das pessoas! Tenho 56 anos. Façamos a liçao de casa ou futuro nunca chegará! Elas estao certas e tem muito mais a fazer!
Helmuth Strobel
Helmuth Strobel 24.08.2021 20:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
🇧 🇴 🇿 🇴 🇳 🇦 🇴 !!
Marcelo Meo
Marcelo Meo 24.08.2021 20:04
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Economistas do século passado, conversa dos anos 90, teorias desgastadas.
Adriano Papa Mendes
Adriano Papa Mendes 24.08.2021 19:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ainda bem que isso é apenas a opinião de uma ou duas pessoas
Henrique Oliveira
Henrique Oliveira 24.08.2021 19:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Elena Landau deve ter cuidado com os destilados. FHC, seu chefe, é adepto dos fermentados.
Sandro Reis
Sandro Reis 24.08.2021 19:43
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Trabalham contra o governo. Sao oposicao, assim tanta besteira falada.
Luciano Bueno
Luciano Bueno 24.08.2021 19:20
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
reforma mico do Guedes, quer piorar a economia... reforma de verdade seria unificar tributos (icms e IPI), criar um sistema nacional de nota fiscal das prefeituras para evitar sonegacao de prestadores de servico, pelo menos dos prestadores do simples nacional...
Altair Sanches Espanha Junior
Altair Sanches Espanha Junior 24.08.2021 19:20
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
esse é o primeiro passo pra unificar né cara... po
Mant Neuman
BombeiroAristide 24.08.2021 19:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Felizmente retiraram da pauta hj este LiXo enviado pelo Jegues. O pior é que já tinha uma reforma ampla pronta e relatada no senado e que a bandidagem da casa de vidro ignorou.
José Augusto Sakuraba
José Augusto Sakuraba 24.08.2021 18:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Simplesmente não há o que discordar, elas têm razão. E a maioria não enxerga isso, pq não tem qualificação pra entender do assunto.
Luciano Macedo
Luciano Macedo 24.08.2021 18:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
esse pessoal busca defeitos e tudo, tiveram oportunidade de promover essa reforma no passado,mas não fizeram. porque o intuito é da prática do ilícitos, e fazer política partidária. mas as reformas tem lacunas para receber sugestões e debater no parlamento. ver se esse parlamento faz alguma coisa pelo povo brasileiro
Marcelo Muniz
MUNIX 24.08.2021 17:54
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Economistas do PSDB que nunca vai ganhar eleição para presidente. Melhor colaborar e participar positivamente da gestão Guedes Bolsonaro ou vai ficar mais quatro anos no bla, bla, bla
Altair Sanches Espanha Junior
Altair Sanches Espanha Junior 24.08.2021 17:54
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
perfeito, hoje quem não fez quando teve oportunidade só reclama... cúmulo da imparcialidade... oposição burra
Altair Sanches Espanha Junior
Altair Sanches Espanha Junior 24.08.2021 17:54
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
perfeito, hoje quem não fez quando teve oportunidade só reclama... cúmulo da parcialidade... oposição burra
Ewerton Salazar
EwertonSalazar 24.08.2021 17:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
É só o Ibovespa subir um pouquinho e já voltam a falar em reforma tributária.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail