Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Dólar cai 1,03%, a R$ 5,1668, na contramão da alta no exterior com payroll

Moedas 06.08.2022 05:00
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Dólar cai 1,03%, a R$ 5,1668, na contramão da alta no exterior com payroll

O real brilhou no mercado global de moedas na sessão desta sexta-feira, 5, em meio à volta do apetite dos estrangeiros por ativos domésticos, após o Comitê de Política Monetária (Copom) sinalizar o fim do aperto monetário, e movimentos de realização de lucros e desmonte de posições cambiais defensivas no mercado futuro.

Com mínima a R$ 5,1663, registrada ao longo da tarde, a moeda encerrou o pregão em baixa de 1,03%, cotada a R$ 5,1668. Assim, a divisa americana termina a primeira semana de agosto com leve queda (-0,14%), após ter recuado 5,90% na semana passada e fechado julho com perda de 1,16%. Termômetro do apetite por negócios, o contrato de dólar futuro para setembro, que vinha movimentando cerca de US$ 10 bilhões, apresentou nesta sexta volume superior a US$ 13 bilhões.

No exterior, o índice DXY - referência do comportamento do dólar frente a uma cesta de seis divisas fortes - disparou e chegou a tocar máxima aos 106,930, com ganhos expressivos da moeda americana frente ao iene e ao euro. As divisas emergentes e de países exportadores de commodities mais relevantes apanharam, com a exceção do real, do baht tailandês e do rublo russo, com alta de mais de 2% frente ao dólar.

O relatório de emprego (payroll) dos EUA em julho trouxe criação de 528 mil vagas, bem acima da mediana de Projeções Broadcast (250 mil). A taxa de desemprego caiu de 3,6% em junho para 3,5%, contra previsão de estabilidade. O salário médio por hora avançou em ritmo maior ao esperado tanto na comparação mensal quanto na interanual.

Com o mercado de trabalho forte, os riscos de recessão diminuem e cresce a possibilidade de que o aperto monetário nos EUA seja mais rápido e intenso. As taxas dos Treasuries subiram em bloco, com altas entre 5% e 6%. O retorno da T-note de 2 anos - mais ligada ao ritmo de alta do juro básico - superou a faixa 3,20%. Monitoramento do CME Group mostra que as apostas de alta de 75 pontos-base dos Fed Funds em setembro voltaram a ser majoritária.

"A taxa de desemprego nos EUA mostrou desaceleração para o nível pré-pandemia. O mercado entendeu que o Fed tem margem para continuar subindo os juros no ritmo de 75 pontos, o que fortaleceu o dólar no exterior", afirma a economista Cristiane Quartaroli, do Banco Ourinvest.

Por aqui, a moeda norte-americana até chegou a seguir a maré externa e ensaiou uma alta mais firme ante o real após a divulgação do payroll, correndo até a máxima de R$ 5,2767. Mas a febre compradora se desfez ainda pela manhã, em sintonia com os ganhos do Ibovespa. Analistas observam que parece estar em curso um movimento de rotação global de carteiras rumo a ativos muito depreciados - caso das ações brasileiras e do próprio real - similar ao observado no primeiro trimestre.

Entre os gatilhos para a volta do estrangeiro ao mercado local estaria o sinal do Copom de fim de ciclo de aperto monetário,o que deu vazão à tese de possível corte da taxa Selic em 2023. Há também a recuperação dos preços das commodities diante da saúde da economia americana EUA e do incentivo ao setor imobiliário na China. Os contratos futuros do cobre, termômetro das expectativas de crescimento econômico, subiram mais de 2%. Recuperando parte das perdas da semana, o minério de ferro avançou 2,63% em Qingdao, na China.

Pelo lado doméstico, a percepção é que os ativos de risco podem se valorizar na expectativa de queda dos juros até o final de 2023 e normalização da política atraindo fluxo de capitais", afirma o economista-chefe da JF Trust, Eduardo Velho, em referência ao desenlace da corrida eleitoral.

A economista-chefe da Armor Capital, Andrea Damico, observa que, mesmo quando o dólar perdia força globalmente nos últimos dias com a expectativa de uma postura mais amena do Fed, o real já apresentava uma boa performance em relação a seus pares.

Segundo Damico, o Brasil se diferencia do resto do mundo por estar já na fase final de aperto monetário, enquanto os Estados Unidos e os outros países emergentes ainda estão em meio ao processo de alta de juros."Conseguimos oferecer juros reais mais atrativos que os outros. E tem também um pouco de retorno de recursos para a Bolsa", afirma a economista da Armor, ressaltando o fechamento recente da curva de juros doméstica sugere que pode ter fluxo para a renda fixa local.

Dólar cai 1,03%, a R$ 5,1668, na contramão da alta no exterior com payroll
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (4)
Lucas Nacif
Lucas Nacif 06.08.2022 11:49
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bozo desgraçado vai vencer eleição e ferrar com a Faria Lima
César Ferreira
César Ferreira 06.08.2022 11:49
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
boa! kkkkkkk e o choro livre até 2026
Mant Newmann
Mant Newmann 06.08.2022 8:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Só chega a 5 se eu fizer muita besteira. Dólar alto é bom para o Brasil. Agora é dólar alto é juro baixo. Domésticas estão indo muito para Disney! Hahhaha Jegues disputa com Mantega o pior ministro da economia de todos os tempos.
Fabio Piza
Fabio Piza 06.08.2022 8:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
vira o disco retardado, todo mundo já leu esse seu comentário.
César Ferreira
César Ferreira 06.08.2022 8:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Quem é melhor o ministro da economia Argentina? kkkkkkkkk chora até 2026
Lauro Carvalho
Lauro Carvalho 06.08.2022 8:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
E olha que o Manteigao era outro lixo, hein? Mas acho que ele era só inepto mesmo, tal como o atual presidente. Já o Jegues é um pirata, estabelece a política econômica em benefício próprio e dos miguxos, e o resto que se lasque. Daí ficam esses pobres de direita comentando aqui em prol dele e do Bozo, retardados que são, cheios de boletos e prestações para pagar!
Eduardo José Nicolau Feliz
Eduardo José Nicolau Feliz 06.08.2022 6:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Guedes, apesar da torcida do mercado financeiro que ele fracasse, é talvez um dos principais e competentes ministros da economia do planeta. Bolsonaro pode sair ou ficar desde que guedes continue
Ricardo Judice
Ricardo Judice 06.08.2022 6:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O cara esta fazendo uma administração historica
Arnaldo kk
Arnaldo kk 06.08.2022 6:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Impossível um liberal aceitar uma tarefa dessas, teria que amar muito o Brasil, veja o comunista de gravata FHC, (membro do clube de roma que esta interligada com onu,wef, comite 300, round Table,cor, bilderberg, portanto de intelectual o cara não tem nada, é insider ) chorou ao entregar o cargo ao crustáceo pois já sabia que as árvores ja plantadas iam dar muitos frutos e de fato e o que ocorreu entre 2003-2007.
Arnaldo kk
Arnaldo kk 06.08.2022 6:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Arnaldo kk
Arnaldo kk 06.08.2022 6:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
De que adianta conhecimento e vontade de fazer se vivem povoando a sua asa, left e estado grande, campeão nacional, verbas biolinarias que é fácil de desviar (ex: quanto da 1% de 900bi) globalismo que esmaga os pequenos, máquina inchada sem meritocracia e decisão totalitária e centralizada que quase sempre dá errado e no final para pagar a conta sanha arrecadadora. Ou seja superministro porque o presidente é humilde e admite que não entende nada, este assunto é com o Ipiranga.
Hh Ferreira
12_anos_de_exper 06.08.2022 5:46
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ainda vejo espaço para cair mais.
Arnaldo kk
Arnaldo kk 06.08.2022 5:46
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Com o mito, 23E, faixa de 3,80-4,20 se não surgir fato novo externo.
Arnaldo kk
Arnaldo kk 06.08.2022 5:46
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Tem que chegar em uma faixa adequada. e igual a inflação, pequena taxa e bom significa que a demanda supera a oferta e motiva reinvestimento, mais empregos, nmais denanda, .... ; veja EU/japao deflação por anos, morte lenta com o espasmo agora devido ao vírus,histeria e agora guerra.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail