Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Dólar desce a R$5,13 e renova mínima em 4 meses com farta liquidez global

Moedas03.12.2020 17:30
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
2/2 © Reuters. Notas de dólar 2/2

Por José de Castro

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar sofreu nesta quinta-feira mais uma forte queda ante o real, renovando mínimas em mais de quatro meses em meio a um movimento generalizado de vendas da divisa norte-americana, ditado pela confiança na retomada da economia global em um ambiente de farta liquidez.

Os dados do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro no terceiro trimestre --que vieram aquém do esperado-- nem de longe impediram nova rodada de alívio no câmbio, uma vez que, de toda forma, indicaram que a atividade seguiu em recuperação e em ritmo superior a vários de seus pares emergentes.

O dólar à vista caiu 1,96%, a 5,1394 reais na venda, menor patamar para um fechamento desde 22 de julho passado (5,1143 reais).

A cotação operou em queda durante todo pregão, oscilando entre 5,122 reais (-2,29%) e 5,232 reais (-0,19%). A máxima foi batida logo no começo dos negócios e a partir de então o dólar entrou em rota descendente até por volta de 13h30, quando estabilizou a baixa.

Na B3, o dólar futuro cedia 1,63%, a 5,1345 reais, às 17h10, depois de tocar 5,1220 reais, mínima intradiária desde 29 de julho (5,1160 reais).

O movimento local ocorreu na esteira de mais um dia de queda ampla do dólar no mundo. A moeda norte-americana caía frente a 30 de seus 33 principais pares, exibindo maior fraqueza ante divisas que se beneficiam de demanda por risco.

O índice do dólar contra uma cesta de rivais cedia 0,36% no fim da tarde, renovando mínimas em mais de dois anos e meio.

O real liderou os ganhos entre as principais divisas, seguido por peso colombiano (+1,5%), rublo russo (+1,1%) e lira turca (+1%).

"O 'muralha de dinheiro' para os mercados emergentes é o maior de todos os tempos e supera os influxos após a crise financeira global em 2010. A China é uma grande diferença, pois agora está atraindo fluxos maciços, ao contrário de 2010, mas fora da China os emergentes também estão vendo uma incrível 'muralha de dinheiro'", disse no Twitter Robin Brooks, economista-chefe do Instituto de Finanças Internacionais (IIF, na sigla em inglês).

Mas analistas também têm citado a performance melhor do real ante seus pares. Contra o peso mexicano, por exemplo, a moeda brasileira salta 7,3% desde 4 de novembro --dia seguinte à eleição presidencial norte-americana. No mesmo dia 4 de novembro o real atingiu uma mínima em 16 anos frente ao peso.

A comparação da moeda brasileira com a mexicana é vista como um bom termômetro da avaliação de investidores internacionais sobre o câmbio doméstico.

"O real valorizou bastante contra as outras moedas emergentes. Portanto, foi por alguma melhora no sentimento dos investidores para Brasil. No relativo o Brasil foi melhor", disse Marcos Weigt consultor em risco de mercado, tesouraria, câmbio e hedge.

Nesta semana, o mercado saudou comentário do presidente Jair Bolsonaro de que não é possível "perpetuar" benefícios concedidos à população por conta da pandemia do novo coronavírus e acrescentou que é necessário definir a situação. A fala amenizou temores sobre mais gastos em 2021, que deteriorariam mais a já frágil situação das contas públicas --fator principal para a queda de 21,92% do real ante o dólar neste ano.

Nos primeiros três dias de dezembro, o dólar caiu 3,88% (real valorizou-se 4,03%). Em novembro, a moeda dos EUA perdeu 6,82% --maior baixa mensal desde outubro de 2018 (-7,79%) e a mais forte para meses de novembro desde pelo menos 2002.

Alfredo Menezes, sócio na Armor Capital, chama atenção ainda para a sinalização de oferta adicional de liquidez por parte do Banco Central como um elemento a respaldar o desempenho mais forte do real.

"Os fundos locais estavam comprados em 15 bilhões de dólares em derivativo. Foi o BC falar em dar liquidez para o overhedge que venderam 8 bilhões de dólares. A apreciação do real em grande parte foi a diminuição de posições apostando contra a moeda", afirmou.

O BC começou nesta semana a ofertar 16 mil contratos de swap cambial para rolagem do vencimento janeiro, ante lote de 12 mil contratos disponibilizado antes. Se mantiver essa quantia até o fim de dezembro, com colocação integral, o BC terminará negociando pelo menos 9 bilhões de dólares a mais do que o estoque desses papéis a vencer em 4 de janeiro (11,798 bilhões de dólares).

As incertezas fiscais ainda prejudicam o cenário para o real, mas a divisa brasileira deve se beneficiar do contexto negativo para o dólar no mundo. A escalada de uma década do dólar está chegando ao fim, dizem importantes gestores, que estão se posicionando para um mundo de crescimento mais forte e de dólar mais fraco.

Dólar desce a R$5,13 e renova mínima em 4 meses com farta liquidez global
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (1)
Rodrigo Carmo
Rodrigo Carmo 03.12.2020 19:38
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
recuperação em v quem precificou o fim do mundo se enganou fortemente . bc'S no mundo todo injetaram dinheiro como nunca antes na historia . brasil fazendo a lição de casa com um equipe econômica gabaritada e com reformas fiscais e vacinas em vista teremos um 2021 de pib próximo a 3% .
Allan Nunes
Allan Nunes 03.12.2020 19:38
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Isso foi a eleição do Biden...
Xi Jinpinga
Xi Jinpinga 03.12.2020 19:38
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Allan Nunes  eita...compre 1 kg de majuana...uma camiseta do tcheguegueavara..largue a bolsa e seja feliz
João Santos
JoãoS 03.12.2020 19:38
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A relação € / U$ foi alterada em 2,7%. U$ / R$ foi alterada no mesmo período em 5,4%. Ou seja, especulação. Não tivemos nenhuma ação concreta que nos favoreça a esse ponto. Só especulação mesmo. Se a proporção tivesse sido respeitada, R$5,29/U$
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail