Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Atualize já

Dólar dispara acima de R$5,20 com forte aversão a risco no mundo, mas caminha para baixa semanal

Moedas 23.09.2022 10:30
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Notas de reais e dólares 10/09/2015 REUTERS/Ricardo Moraes
 
USD/BRL
+0,00%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
B3SA3
+3,57%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
WDOc1
+0,17%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

Por Luana Maria Benedito

SÃO PAULO (Reuters) -O dólar saltava contra o real na manhã desta sexta-feira e chegou a superar a marca de 5,20 reais nos maiores níveis da sessão, acompanhando movimento de forte aversão a risco nos mercados financeiros internacionais conforme a perspectiva de juros crescentes nas principais economias alimentava temores de recessão.

Às 10:12 (de Brasília), o dólar à vista avançava 1,53%, a 5,1939 reais na venda. No pico do dia, a moeda saltou 1,89%, a 5,2122 reais na venda.

Na B3 (BVMF:B3SA3), às 10:12 (de Brasília), o contrato de dólar futuro de primeiro vencimento subia 1,43%, a 5,2010 reais.

A alta do dólar era generalizada nesta sexta-feira, com praticamente todas as moedas relevantes do mundo perdendo terreno frente à divisa norte-americana. O real estava entre as unidades com pior desempenho no dia, ao lado de pares como peso chileno e rand sul-africano.

Ao mesmo tempo, as ações listadas nas principais bolsas de valores do mundo tinham queda acentuada, enquanto os rendimentos dos títulos de dez anos do governo norte-americano davam sequência a sua trajetória ascendente. [.NPT][.EUPT]

O clima nos mercados internacionais tem se mostrado azedo durante toda a semana, depois que vários bancos centrais importantes entregaram mais aumentos de juros para combater a inflação, mas piorou ainda mais nesta sexta após dados de PMI da Europa fornecerem novas evidências de que os países da região podem estar entrando em recessão.

LEIA MAIS: PMI Composto da Zona do Euro cai para 48,2 em setembro - S&P Global

"Mercados globais refletem temor de recessão e operam em baixa... em uma semana que a aversão ao risco foi intensificada após alta de juros nos Estados Unidos e resultados mais fracos de atividade no mundo", disse o departamento de pesquisas e estudos econômicos do Bradesco (BVMF:BBDC4) em relatório.

Na quarta-feira, o Federal Reserve, autoridade monetária dos EUA, elevou sua taxa de juros em 0,75 ponto percentual pela terceira vez consecutiva, e indicou mais aumentos por vir à medida que tenta controlar uma inflação mais persistente do que o inicialmente previsto pelas autoridades.

Outros bancos centrais, como o Banco Central Europeu (BCE) e o Banco da Inglaterra, também têm se mostrado resolutos em apertar as condições financeiras e frear gastos, mesmo que isso custe uma desaceleração da economia, o que tem aumentado a demanda por ativos considerados apostas seguras em tempos de turbulência.

Apesar do salto deste pregão, o dólar ainda estava a caminho de fechar em queda de mais de 1% frente ao encerramento da última sexta-feira, depois que recuou significativamente em três das quatro sessões completas desta semana.

"Até então ficamos imunes ao mau humor. Os três mercados aqui (de câmbio, ações e juros) atingiram novos patamares de bom humor ontem, na contramão de tudo e de todos", comentou em publicação no Twitter Sergio Machado, sócio e gestor da Trópico.

"Que há algum motivo para tal é fato, pois atingimos níveis estratosféricos de juros, bem como atividade, e inflação tem surpreendido para o bem", disse ele, embora tenha ponderado que o mercado local não é uma "ilha" em comparação com o resto do mundo.

Na véspera, a moeda norte-americana recuou 1,12%, a 5,1157 reais, renovando seu menor patamar para encerramento desde o último dia 12 (5,0983 reais).

A taxa Selic está atualmente em 13,75%, o que é visto como colchão para o real, já que torna os retornos da moeda mais atraentes para investidores estrangeiros.

(Edição de Isabel Versiani)

Dólar dispara acima de R$5,20 com forte aversão a risco no mundo, mas caminha para baixa semanal
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (13)
Hector Ducatti Silveira
Hector Ducatti Silveira 23.09.2022 11:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Agora vai 🚀
Zelensk Zenith
Zelensk Zenith 23.09.2022 11:44
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Luladrão e Meireles no radar.
Renato Borges
Renato Borges 23.09.2022 11:42
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Alguém acha que tem ministro da quadrilha do Bozo feliz que tem offshore?
Sidnei Horst
Sidnei Horst 23.09.2022 11:26
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Aproveita Guedes e Campos Neto, em 1 mes acaba a farra kkkk safados
Elizangela Cruz
Elizangela Cruz 23.09.2022 11:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Também, estão esquecendo de colocar o nome do Meirelles no título das postagens...
Mayk Jarson
Mayk Jarson 23.09.2022 11:21
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
quando é para baixo não é culpa do lula, são quando é para cima que ele é citado neh kkkkkkk
Rodrigo Matos
Rodrigo Matos 23.09.2022 11:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
bozo vai ligar para baixar para 3
Rafael Hansen
Rafael Hansen 23.09.2022 11:00
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Lula e Alckmin chegando, Brasil vai voltar a ser grande.
Guilherme zz
Guilherme zz 23.09.2022 11:00
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Os ladrões na cena do crime? Nunca mais!
Guilherme zz
Guilherme zz 23.09.2022 10:57
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
FED agressivo
Leandro Dunck
Leandro Dunck 23.09.2022 10:54
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Os caras fazem malabarismos argumentativos para esconder que a disparada do dólar se deve à pesquisa presidencial.
Elizangela Cruz
Elizangela Cruz 23.09.2022 10:54
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Fácil de resolver. É só eles continuarem colocando o nome do Meirelles no rodapé. Não foi a Investing que passou dois postando isso?
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail