Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Dólar fecha em alta e rompe nível técnico por Copom e exterior

Moedas06.08.2020 17:25
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
2/2 © Reuters. (Blank Headline Received) 2/2

Por José de Castro

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em firme alta nesta quinta-feira, com o real amargando o segundo pior desempenho entre as principais moedas um dia após o Banco Central não descartar espaço para novo corte de juros, mas alertar sobre riscos de ordem fiscal.

O câmbio doméstico foi influenciado ainda por um dia negativo para moedas emergentes em geral, com as quedas puxadas pela lira turca, que bateu mínimas recordes em meio a um salto na volatilidade.

O dólar à vista subiu 0,93%, a 5,3429 reais na venda. A cotação operou em alta durante todo o dia. Na máxima, foi a 5,373 reais (+1,50%), enquanto na mínima marcou 5,323 reais (+0,56%).

Com os ganhos desta sessão, o dólar superou sua média móvel de 100 dias, depois de dias atrás ter rompido a média móvel de 50 dias, ambos vistos como sinal de mais altas para a moeda.

Preocupações no campo fiscal têm ficado mais visíveis no mercado de câmbio.

Para o Citi, a desvalorização do real nesta quinta é condizente com performances passadas do câmbio após cortes na taxa de juros, mas o banco lembra ainda que os riscos de curto prazo ainda estão inclinados para mais deterioração das contas fiscais, com chances de extensão de auxílio emergencial e afrouxamento de regras fiscais (sobretudo teto de gastos) como os maiores riscos.

Em carta mensal, a gestora Garde cita preocupações com as contas públicas e diz estar reavaliando seu otimismo com relação ao mercado de câmbio local.

"Apesar da contínua melhora do saldo em transações correntes e a moderação dos fluxos de saída de investimento estrangeiro em portfólio, a melhora esperada para o fluxo cambial não ocorreu conforme projetávamos", disse a casa no documento.

"Temos notado novamente o movimento de menor contratação de câmbio para exportação à despeito da melhora da balança comercial e uma saída de pagamentos de empréstimos externos, o que levanta novamente a questão do impacto do juro baixo sobre os fluxos de capitais no país", completou a Garde.

Dados do Banco Central mostraram na véspera que o Brasil teve em julho a maior saída líquida de dólares para o mês em cinco anos. O BC cortou na quarta-feira a Selic em 0,25 ponto percentual, para nova mínima recorde de 2,00% ao ano, sem fechar a porta para eventual nova redução.

Também em carta mensal, o Opportunity, gestor de recursos, acredita que a fraqueza global do dólar, que vinha proporcionando alívio ao mercado local, deve arrefecer, por expectativas de que a economia norte-americana retome seu destaque no crescimento mundial abrandada a crise do coronavírus. A casa também mostra cautela sobre o debate fiscal no Brasil.

"Assistiremos no mês de agosto ao acirramento das discussões em torno de temas espinhosos como a substituição do auxílio emergencial, além das já conhecidas pressões por aumento de gastos", disse o Opportunity, afirmando que os "primeiros sinais (desse debate) não parecem construtivos".

No exterior, a lista de perdas ante o dólar era liderada por moedas emergentes, a começar por lira turca e na sequência vindo o real. Dados melhores do mercado de trabalho dos EUA deram argumentos para retomada de posições em dólar, que nos mercados externos teve em julho o pior mês em uma década.

"Acho que os patamares do dólar perto de 5,30 reais, 5,20 reais estão mais para um piso de curto prazo", disse Roberto Indech, estrategista-chefe da Clear Corretora. "Vão começar os debates sobre agenda de reformas e eleições aqui e nos EUA. O mercado parece não ter reagido a isso ainda, então o risco é de mais volatilidade."

Dólar fecha em alta e rompe nível técnico por Copom e exterior
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail