Últimas Notícias
Garanta 40% de desconto 0
🔎 Confira as ProTips completas de NVDA e descubra riscos e retornos DESCONTO de 40%

Com contato proibido entre Valdemar e Bolsonaro, PL perde força e estratégia eleitoral

Publicado 12.02.2024 10:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters
 
USD/BRL
+0,18%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

Por Lisandra Paraguassu

BRASÍLIA (Reuters) - Em um ano eleitoral, a operação da Polícia Federal que implicou o ex-presidente Jair Bolsonaro, alguns de seus principais aliados e o presidente de seu partido (PL), Valdemar Costa Neto, poderá ter um impacto direto nos planos para as eleições municipais deste ano e até mesmo para atuação do partido no Congresso.

Uma das principais medidas autorizadas pelo ministro Alexandre de Moraes, relator do inquérito no Supremo Tribunal Federal ao qual está ligada a operação, é que os envolvidos na investigação não conversem ou tenham qualquer tipo de contato entre si. Isso inclui Bolsonaro e o presidente de seu partido.

A impossibilidade de coordenação da ação política entre o presidente do partido -- liberado no domingo, depois de ter sido preso na quinta-feira, durante a operação, por porte ilegal de arma e posse de uma pepita de ouro sem origem comprovada -- e quem deveria ser seu principal cabo eleitoral pode afetar diretamente o desempenho sonhado por Valdemar para o PL nas eleições deste ano.

"As demais cautelares fazem parte do processo, mas a proibição do presidente Bolsonaro e do presidente Valdemar se comunicarem inviabiliza completamente a atividade eleitoral do partido", disse à Reuters o deputado Filipe Barros (PL-PR). "É uma determinação ilegal e tem claramente o intuito de atrapalhar o PL nessas eleições."

Barros lembra que em 30 dias abre a janela eleitoral e o partido precisa definir quais serão seus candidatos em quais prefeituras, a formação das chapas para vereadores e a agenda de viagens que se planeja para Bolsonaro, que seria o principal cabo eleitoral do PL na campanha.

O ex-presidente é presidente de honra do partido e seu ex-companheiro de chapa nas eleições de 2022, o general Walter Braga Netto, o secretário de relações institucionais. Pela decisão de Moraes, nenhum dos três pode ter contato.

O partido tem hoje 339 prefeituras. A meta de Valdemar era, inicialmente, chegar a 1000, mas já havia falado em 1500, e tentar aumentar consideravelmente o tamanho do partido no Nordeste. Tudo com base na popularidade que Bolsonaro ainda tem, com cerca de 20% eleitores fiéis, independentemente das denúncias.

"A oposição liderada por Bolsonaro realmente será duramente atingida por isso. O partido pede musculatura política e vai ter que certamente refazer seus planos de triplicar o número de prefeitos nas próximas eleições", disse à Reuters André César, analista da Hold Assessoria Legislativa.

A operação da última quinta-feira aconteceu dentro da investigação do envolvimento de membros do antigo governo, das Forças Armadas e de aliados próximos de Bolsonaro na tentativa de um golpe de Estado para manter o ex-presidente no poder.

Alexandre de Moraes determinou que Bolsonaro não pode ter contato com nenhum dos outros investigados. Isso inclui, além de Valdemar, auxiliares próximos, como Tércio Arnaud -- um dos responsáveis pelo chamado gabinete do ódio -- e Braga Netto. Além disso, o ex-presidente teve seu passaporte retido pela Justiça.

Um parlamentar próximo a Valdemar que pertencia ao PL e deixou o partido por problemas regionais, disse à Reuters que o efeito na estratégia do partido este ano é "enorme".

"É um desgaste enorme para um partido que tinha a meta de ampliar sua base de prefeitos este ano. Como você coordena uma eleição se o presidente e seu principal cabo eleitoral não podem conversar? Afeta toda a estratégia do partido", disse, em condição de anonimato por não estar mais no PL.

O parlamentar lembra que o partido já tem muitas dificuldades internas com a entrada do grupo de direita radical encabeçado por Bolsonaro, que acabou trazendo muitas divisões. Cabia a Valdemar mediar esses conflitos, junto com Bolsonaro, em um diálogo hoje impossível.

O maior beneficiado, diz, certamente será o partido do governo e seus aliados.

"Se alguém perde, alguém se beneficia. Sem dúvida, o PT e os aliados vão ser beneficiados diretamente ou indiretamente com essa desarticulação no PL, que é o principal partido de oposição. Se isso se reflete em resultado, não temos como saber ainda. Mas sem dúvida prejudica", afirmou.

Parlamentares do partido ouvidos pela Reuters se mostraram apreensivos com o que classificaram com um ataque proposital ao PL.

O deputado José Medeiros (PL-MT) disse à Reuters que a investigação é "uma operação conjunta do STF e do governo Lula para destruir o grupo de Bolsonaro", que poderia vencer as eleições deste ano e eleger um presidente em 2026.

"É uma disputa eleitoral. Mas a ação da polícia vai unir o Brasil contra Lula", disse.

O partido não respondeu ao pedido da Reuters para comentar o tema.

 

(Reportagem de Lisandra Paraguassu e Anthony Boadle)

Com contato proibido entre Valdemar e Bolsonaro, PL perde força e estratégia eleitoral
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir esse gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por esse motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (10)
Omar Navarro
Omar Navarro 12.02.2024 15:43
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
kkkk confia... Bolsonaro vai ser o grande ganhador dessa eleição também.
Ederaldo Semioni
Ederaldo Semioni 12.02.2024 12:36
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A psicose de bo zo,,, levou mtos em cana a lista vai de Bob rombo Jeferson a Valdemar men saleiros ,, dentre outros mi licos e patotas,,,,
Rodrigo Bolba
RodrigoRB 12.02.2024 12:25
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Dia 15/1, o companheiro do Lula, Nicolás Maduro, disse ao parlamento que havia conspirações contra ele. Não apresentou nenhuma prova, mas uma semana depois 32 opositores foram presos por supostos "planos contra a sociedade democrática". Sexta-feira, mais uma opositora do Maduro foi presa. Rocío San Miguel é, ou era, ativista, advogada e especialista em questões militares e foi detida, adivinhem, por supostos planos golpistas. Desde então várias ONGs estão cobrando respostas, mas não se tem notícias de onde ela está presa, nem se está viva. Se continuar assim, logo vão estar chamando a Venezuela de Brasil, não é? Rsrs 🤡
Pereira Fil
Pereira Fil 12.02.2024 12:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ladrão 💍💍💎💎💎💎💎💎💎💎💎💎💍💍💎💍 Genocida safado logo na Papuda, pavilhão 22
Rodrigo Vieira
Rodrigo Vieira 12.02.2024 12:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
pra chamar Bolsonaro de ladrão tem que no mínimo ser de centro e não ter votado no maior chefe de corrupção brasileiro ,o verdadeiro genocida apoiador de extermínio
Mat Newman
Mat Newman 12.02.2024 12:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Gado do Lula diz que o triplex não é dele, gado do Bozo diz que o golpe não é do Bozo. Até nisso os idiotas se parecem. Enquanto isso, segue a impunidade com os dois marginais soltos.
Mat Newman
Mat Newman 12.02.2024 12:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Se esquecem das barras de ouro, loja de chogolate, petrolão, mensalão secreto, mensalão, milhões para ongs evangelicas, dezenas de imoveis em dinheiro, joias, Dirceu, Flavio Bozo, Cunha, Collor, Valdemar Costa Neto, ... O que mais tem é crime para enjaular toda esta quadrilha.
JOSE MATIAS
JOSE MATIAS 12.02.2024 12:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
e vc também é outro idiota que se acha esperto. Votou no aecinho ? SE o triplex é do Lula, porque nunca esteve no nome dele ou de algum parente dele ?
Mat Newman
Mat Newman 12.02.2024 12:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
JOSE MATIAS  Posso ter votado em Bozo ou Lula por falta de opção. Mas não sou OTÁRIO para ficar defendendo ladrão de estimação como os idiotas Bozolistas e Lulistas fazem. Aecio é outro ladrão e acho que é dificil para um imbecil como você entender que nem todos precisam idolatrar politico
JOSE MATIAS
JOSE MATIAS 12.02.2024 12:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mat Newman  SE vc acreditou na história do TRIPLEX, te falta inteligência ou honestidade. Nunca foi do Lula. Nem faz sentido a história. Tem que ter muita vontade de acreditar. Quem acreditou, acredita que o BOZO tem capacidade de governar um pais.
Fernando Bueno
Fernando Bueno 12.02.2024 12:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O tempo passa e as narrativas continuam. Bolsonaro com 20 por cento kkkkk. Se fosse isso não precisaria toda falsa narrativa e a perseguição constante.
Gabriel Alves de Lima
Gabriel Alves de Lima 12.02.2024 12:03
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Nossa... belo raciocinio... suposto crime do Bolsonaro... e colocar pessoas pra fazer protesto kkkk... Lula e desvio se verba!
Mat Newman
Mat Newman 12.02.2024 11:43
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bozoladrão vai acabar como Luladrão, Valdemar Costa Neto e muitos outros, Dezenas de crimes, mas mais um politico Marginal solto.
JOSE MATIAS
JOSE MATIAS 12.02.2024 11:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
os bandidos cometem crimes e depois dizem que as consequências que advêm desses crimes são perseguições políticas. Normal, para quem faz política fundamentada em mentiras e fake news.
Junior Souza
Junior Souza 12.02.2024 11:03
Salvo. Ver Itens salvos.
Esse comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
tá feio essa perseguição
 
Tem certeza que deseja excluir esse gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar esse comentário

Diga-nos o que achou desse comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail