Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Calendário Econômico - Fique por dentro dos assuntos relevantes da semana

Ações08.08.2021 16:43
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters.

Por Noreen Burke e Leandro Manzoni

Investing.com - A semana inicia como terminou: incertezas quanto ao risco fiscal no Brasil. Porém, com possível diminuição das incertezas, seja positiva ou negativa aos mercado, com a apresentação da PEC dos Precatórios, a minuta da Medida Provisório que redesenha o Programa Bolsa Família e audiências públicas sobre a Reforma Administrativa no Congresso.

E também não haverá menos emoções em relação ao Calendário Econômico da semana, com destaque para o IPCA de julho e a ata do Copom. Além disso, destaque para os dados de atividades como vendas no varejo e o volume do setor de serviços. E a temporada de balanços local terá uma semana intensa de resultados.

No exterior, em um cenário de ressurgimento da pandemia do coronavírus, os principais dados econômicos dos EUA na próxima semana serão os relatórios sobre a inflação dos preços ao consumidor e ao produtor. Os investidores vão observar atentamente as pistas sobre quando o Federal Reserve pode começar a reduzir o programa de estímulo. Além disso, vários dirigentes do Fed também devem dar declarações na semana que vem, e suas falas podem ajudar a esclarecer a posição do Fed sobre o tapering.

Aqui está o que você precisa saber para começar a sua semana.

CONFIRA: Calendário Econômico completo do Investing.com

1. Mais uma semana no fiscal

Os olhos estarão voltados para Brasília, com as incertezas fiscais elevando o prêmio de risco nos ativos na última semana. O Ibovespa fechou em alta 0,83% a semana ajudado pela temporada de balanço, enquanto o dólar subiu 0,34% no período marcado por alta volatilidade - mínima de R$ 5,1101 na quinta e máxima de R$ 5,2757 na sexta-feira.

Os investidores estarão monitorando os próximos movimentos relacionados à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios, a Medida Provisória (MP) que institui o novo Bolsa Família e o avanço da Reforma Administrativa. A PEC dos Precatórios é o assunto mais sensível, pois a previsão do valor a ser desembolsado por essa rubrica no Orçamento do ano que vem é de R$ 90 bilhões, abocanhando parte dos recursos fiscais para o ano que vem que seria destinado ao novo Bolsa Família.

Congresso flerta com os pagamentos do precatórios fora do teto de gastos, enquanto o Ministério da Economia visa o parcelamento. O ministro Paulo Guedes já negou calote e pagamento à vista de precatórios abaixo de R$ 450 mil. A PEC deve ser encaminhada pelo governo essa semana ao Congresso.

Além disso, a grande expectativa também fica com a MP que renomeia o Programa Bolsa Família para Auxílio Brasil, com previsão de um auxílio no valor de R$ 400, provavelmente sem indicação de fonte de origem dos recursos para a ampliação do programa de transferência de renda. O governo esperava, inicialmente, com o dinheiro arrecadado com a taxação de dividendos, em seguida a uma folga fiscal para o ano que vem devido à inflação mais elevada esse ano, porém os precatórios voltaram a pressionar os gastos.

O alívio é o debate da Reforma Administrativa em Comissão Especial na Câmara dos Deputados na quarta e quinta-feiras.

LEIA MAIS: Congresso flerta com precatórios fora do teto, equipe econômica quer parcelamento

2. Inflação nos EUA e no Brasil

O índice de preços ao consumidor e o índice de preços ao produtor dos EUA, anunciados na quarta e na quinta-feira, respectivamente, vão oferecer uma perspectiva quanto ao atual ritmo da inflação, um dos principais fatores, junto com o mercado de trabalho, que o Federal Reserve (Fed) analisa ao tomar suas decisões de política monetária.

Espera-se que o IPC fique ligeiramente moderado após o salto de 0,9% no mês passado, seu ganho mais forte desde junho de 2008. O Fed disse que o atual aumento da inflação é apenas temporário, mas os ânimos do mercado foram atingidos por receios de uma inflação mais elevada, resultando em um tapering súbito.

O relatório de folhas de pagamento não agrícolas de sexta-feira, mais forte que o esperado, foi o último antes da reunião anual do Fed em Jackson Hole, Wyoming, no final do mês, para discutir a política monetária e decidir a futura estratégia de estímulo.

Os números otimistas do emprego, junto com dados de inflação incômodos, poderiam levar os dirigentes do Fed a anunciar planos para começar a reduzir as compras de títulos já em setembro, o primeiro passo no caminho para um eventual aumento na taxa de juros.

O calendário de indicadores no Brasil não será diferente, com atenções voltadas para os dados de inflação de julho na terça-feira. A expectativa do mercado para o IPCA é de alta de 0,94%, aceleração em relação ao 0,53% de julho. No anual, a projeção é de alta de 8,97, ante a subida de 8,34% no mês anterior.

No mesmo dia, os investidores buscarão identificar os detalhes da decisão de elevação da taxa Selic de 4,25% para 5,25% na ata do Copom.

Outros dados importantes a ser monitorados pelos investidores são: vendas no varejo na quarta, crescimento do setor de serviços na quinta e IBC-Br de junho, prévia do PIB divulgado pelo Banco Central, na sexta-feira.

CONFIRA: Cotação dos principais índices globais

3. Membros do Fed

Vários dirigentes do Fed devem fazer aparições na próxima semana, incluindo o presidente do Fed de Atlanta, Raphael Bostic, e o chefe do Fed de Richmond, Thomas Barkin, na segunda-feira, além do presidente do Fed de Chicago, Charles Evans, na terça-feira, e a presidente do Fed de Kansas City, Esther George, na quarta-feira.

Bostic e Barkin são conhecidos pela posição favorável a uma redução, de modo que seus comentários serão acompanhados de perto.

LEIA MAIS: Payroll eleva o dólar e derruba ouro e petróleo

O limite definido pelo Fed para a redução do seu programa de compra de títulos - "progresso adicional substancial" rumo à meta de inflação de 2% do Fed, além de pleno emprego - nunca foi definido com precisão.

Em junho, os dirigentes começaram a debater a velocidade com que o banco central pode começar a aliviar seus auxílios de emergência para a economia, mesmo em meio ao surgimento da variante delta do coronavírus, que ameaça prejudicar o crescimento.

CONFIRA: Monitor da Taxa de Juros do Federal Reserve

4. Temporada de balanços se encerrando nos EUA e se intensificando no Brasil

Os anúncios de resultados vão continuar na semana que vem, mas o número de empresas que vão fazer suas divulgações vai diminuir à medida que a temporada de resultados vai chegando ao fim nos EUA. No Brasil, a semana será de uma bateria de resultados.

Algumas das empresas que fazem anúncios esta semana nos EUA são AMC Entertainment (NYSE:AMC), Softbank (T:9984), Coinbase (NASDAQ:COIN), Sysco (NYSE:SYY) (SA:S1YY34), Chesapeake (NASDAQ:CHK), eBay (NASDAQ:EBAY) (SA:EBAY34), Wendy’s (NASDAQ:WEN), Lordstown Motors (NASDAQ:RIDE), Walt Disney (NYSE:DIS) (SA:DISB34) e Airbnb (NASDAQ:ABNB) (SA:AIRB34).

CONFIRA: Calendário de Balanços do Investing.com

Essa tem sido uma temporada de resultados estelar – das 427 empresas do S&P 500 que divulgaram resultados até agora, 87,6% superaram as expectativas dos analistas, o maior número jamais registrado de acordo com os dados da Reuters.

No Brasil, terão destaques JBS (SA:JBSS3), Eletrobras (SA:ELET3), Embraer (SA:EMBR3), Grupo Soma (SA:SOMA3), BRF (SA:BRFS3), Westwing (SA:WEST3), CVC (SA:CVCB3) e C&A.

LEIA MAIS: Eletrobras, Embraer, BRF, JBS e CVC divulgam balanços nesta semana

5. Bitcoin em alta com recuparação dos ânimos

O Bitcoin subiu ao seu maior patamar em dois meses no domingo, com a recuperação ainda frágil dos humores do mercado. A moeda digital atingiu US$ 45.284, sua maior alta desde meados de junho. Mas, operava em baixa de 0,65% a US$ 43.758 às 16h41.

CONFIRA: Cotação de mais de 5 mil criptomoedas no Investing.com

"Parece que um clima de otimismo retornou aos mercados de criptomoeda", disse Paolo Ardoino, diretor de tecnologia da Bitfinex, em comentários à Bloomberg na sexta-feira. "O Bitcoin está liderando a recuperação, enquanto o Ethereum continua a apresentar ganhos" após a atualização da sua rede. Mesmo assim, segundo ele, "é improvável que a turbulência que vimos nos mercados de criptomoedas nas últimas semanas diminua".

Uma área de incerteza para os investidores em criptomoedas é o projeto de lei de infraestrutura dos Estados Unidos atualmente está em discussão no Congresso, que contém uma provisão de imposto sobre criptomoedas, incluída no último minuto.

- Com informações de Reuters

Calendário Econômico - Fique por dentro dos assuntos relevantes da semana
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (19)
Danilo Fraga
Danilo Fraga 09.08.2021 10:05
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A pergunta é o porquê da emergência do assunto voto impresso nesse momento? Em que o castelo de cartas do Ministério da Saúde tá caindo, revelando o boicote às medidas científicas de combate à pandemia para favorecer os esquemas de corrupção disputados entre os sanguessugas ligados ao governo. Momento em que as pesquisas apontam que o resultado do desastre econômico é que o atual presidente perde pra qualquer um no 2o turno. Isso pq a economia popular tá com o menor poder de compra de mais de 2 décadas, pq o real é a moeda que mais desvalorizou no mundo depois que essa aberração tomou conta do país, devido justamente as ameaças de ruptura, bem como sua relação com os crimes ambientais e contra a humanidade no período da pandemia. Aí as marionetes se alvoroçam com voto impresso, é não ter nenhum compromisso com a verdade. Bolsonaro é um mentiroso contumaz, corrupto da pior espécie!
Coraline Staker
Coraline Staker 09.08.2021 9:29
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Digo motociata
Coraline Staker
Coraline Staker 09.08.2021 9:28
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
JB bom de motorista ruim de pesquisa kkk
Rucelai Ribeiro
Rucelai Ribeiro 09.08.2021 9:04
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Enquanto isso, o Brent derretendo
Jorge Miranda
Jorge Miranda 09.08.2021 7:29
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Quem é do mercado financeiro não vota nunca mais nesse cara.Usou o Paulo Guedes de escudo para se apresentar como um presidente de mentalidade evoluída, defendendo o liberalismo.No fim das contas descobrimos que na verdade o cara é um nacionalista do mesmo naipe de grandes ladrões e/ou ditadores, como Lula e Hugo Chávez.Que saudades do Temer e do Henrique Meireles.
Luiz Luiz
Luiz Luiz 09.08.2021 7:29
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
não só PG.. quem não tem memória curta lembra dele usando Sérgio Moro no auge do combate a corrupção, se dizendo inclusive contra foro privilengiado ... maior estelionatario da história
Coraci Junior Miranda Cavalcante
Coraci Junior Miranda Cavalcante 09.08.2021 7:29
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Exagerado, jogado aos seus pés, exagerado…Igual ao Hugo Chaves…Pqp
Jorge Miranda
Jorge Miranda 09.08.2021 7:29
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Por parceiro, chega de ter político de estimação... não se apegue a essas pessoas, principalmente no Brasil. Então me diga QUANTOS PAÍSES SEM STF VOCÊ CONHECE? Me diz por favor sobre outros países em que o presidente mandou fechar o STF por discordar das decisões deles. Talvez a Coreia do Norte ou países da África. SENDO ASSIM EU TE DIGO QUE NÃO HÁ EXAGERO NO MEU COMENTÁRIO, É VOCÊ QUE TEM POLÍTICO DE ESTIMAÇÃO!
Fernando Borelli
Fernando Borelli 09.08.2021 6:54
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bolsonaro em Joinville, Florianópolis e Brasília. Impressionante como o povo ama esse cara!
Andre Tasoniero
Andre Tasoniero 09.08.2021 6:54
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Eu não pertenço ao "povo", então.
Alessandro Moreira
Alessandro Moreira 09.08.2021 5:42
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
vamos Brasil colocá 0 pais moeicho
Rogério Pimenta
Rogério Pimenta 09.08.2021 5:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Viva o Petrólao ! Viva o Porto de Muriel( CUBA) ! Viva a Venezuela ! Viva a Argentina! Que maravilha !
Jorge Miranda
Jorge Miranda 09.08.2021 5:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Espertão, depois informe-se a respeito dos indicadores financeiros da Argentina em 2021 e compare com os do Brasil no mesmo período... Veja principalmente o PIB e a inflação e descobrirá que o nosso atual governo conseguiu estar PIOR DO QUE A ARGENTINA EM 2021.Ou seja, até um esquerdista comandando um país falido consegue ser melhor que o nosso governo.
Jorge Miranda
Jorge Miranda 09.08.2021 5:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ano que vem eu voto no Datena, no Ciro, no cabo Daciolo, no Dória, no Lula, na Dilma, no general Mourão... QUALQUER UM É MELHOR DO QUE ESSE LIXO ATUAL, QUALQUER UM!!!
Dom Luiz
Dom Luiz 09.08.2021 5:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Jorge Miranda Sim. Explique isso para os Argentinos foragidos no Brasil, Deus da sabedoria. kkkkk
Jorge Miranda
Jorge Miranda 09.08.2021 5:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
não tenho amigos nem conhecidos argentinos, eu me baseio em números e índices do mercado financeiro.E perceba que não sou entusiasta dos Kirchner e seus amigos, na verdade eu nem gosto deles, mas repito: NÃO ESTOU FALANDO DE POLÍTICA, ESTOU FALANDO DE ECONOMIA.Os números são frios e não mentem. Recomendo que vc se informe antes de vir NUM SITE SOBRE ECONOMIA PRA FAZER MILITÂNCIA BARATA.
Fran Tex
Fran Tex 09.08.2021 0:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Brasil governado por um tenente incompetente. desemprego e inflação recorde, o povo comendo osso e o presidemente bolsoCorn0 g3nocid4 comendo picanha de 1800 reais o kilo.
Daniel Norberto Silva
Daniel Norberto Silva 09.08.2021 0:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Típico de gente fracassada, a culpa da sua situação financeira é exclusivamente sua
Elitte Sandri
Elitte Sandri 09.08.2021 0:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Vadio !!! Ta recebendo pastel? Sanduiche??? Ohhhh raçaaaa
Jorge Miranda
Jorge Miranda 09.08.2021 0:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
gente fracassada são aqueles que não admitem quando erram, isso os impede de consertar tais erros. Eleger qualquer um para substituir o PT foi um erro grosseiro, tirar os corruptos do poder acabou custando bem mais caro do que o próprio dinheiro que eles roubavam.BOLSONARO NUNCA MAIS.Chance ZERO de reeleição, ZERO!!!
Fran Tex
Fran Tex 09.08.2021 0:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
perfeito Jorge. para tirar corruptos colocamos um que é corrupt0, trafic4nte, ped0filo, g3nocid4, anti democrático, br0x4, milici4n0 e toda família também é.
Marcio Reinert
Marcio Reinert 08.08.2021 22:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bolsonaro reeleito primeiro turno. Chora pt. Floripa com 40 km de motocicletas. eita. Onde passa arrasta multidoes. Cadê o nine fingers que nao sai as ruas.
Paulo La Roque
Paulo La Roque 08.08.2021 22:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
mundo paralelo esse aí
Leonardo Emanoel
Leonardo Emanoel 08.08.2021 22:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
És muito tapado mesmo. Não vez que tanto um quanto outro é farinha do mesmo saco. Eles estão todos misturados. Otário é quem fica brigando por eles.
Rodrigo Mello
Rodrigo Mello 08.08.2021 22:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Não tem nada que possa comprometer o presidente bolsonaro, logo não diga é farinha do mesmo saco. A esquerda é imunda!
ANTONIO Araujo
ANTONIO Araujo 08.08.2021 22:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Artur Lira, Ciro Nogueira, Ricardo Barros, rachadinha, corrupção na saúde. E presidente não sabia de nada. kkkkkkk aprendeu com alguém. Gado de direita, gado de esquerda. Sempre gado.Bolsonaro tá com a eleição perdida .
Jorge Miranda
Jorge Miranda 08.08.2021 22:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
PT é o kct, eu não voto nunca mais no PT, só voto neles se for contra o Bolsonaro no segundo turno, caso contrário votarei em qualquer outro.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail