Garanta 40% de desconto
⚠ Alerta de Balanço! Quais ações estão prontas para disparar?
Veja as ações no nosso radar ProPicks. Essas estratégias subiram 19,7% desde o início do ano.
Não perca a lista completa

Charles Schwab, vendas do varejo, sentimento do consumidor, IGP-10: 4 assuntos para observar na sexta

Publicado 15.07.2021, 17:02
Atualizado 15.07.2021, 18:59
© Reuters.

Por Dhirendra Tripathi

Investing.com -- As ações dos EUA se comportaram em ziguezague na quinta-feira e fecharam o dia com resultados mistos, com os grandes bancos continuando a superar as expectativas de Wall Street para o segundo trimestre, impulsionando suas ações mesmo enquanto os rendimentos dos títulos do Tesouro caíam novamente.  

O Morgan Stanley (NYSE:MS) (SA:MSBR34) superou as expectativas tanto nas linhas superior quanto inferior, com a força nas taxas de negociação de títulos e de investimento bancário reforçando o desempenho. Seu relatório acompanha os de JPMorgan Chase (NYSE:JPM) (SA:JPMC34), Goldman Sachs (NYSE:GS) (SA:GSGI34), Bank of America (NYSE:BAC) (SA:BOAC34), Citigroup (NYSE:C) (SA:CTGP34) e Wells Fargo (NYSE:WFC) (SA:WFCO34) nesta semana.

Os bancos regionais também apresentaram resultados robustos, apesar das evidências de lentidão na atividade de empréstimo no setor. Tanto o U.S. Bancorp (NYSE:USB) (SA:USBC34) como o Truist Financial (NYSE:TFC) (SA:B1BT34) superaram as expectativas. 

Mas o cenário de resultados trimestrais positivos para os bancos não conseguiu inspirar os investidores no mercado em geral, com a queda de ações do setor de energia e tecnologia.

No plano econômico, a recuperação do mercado de trabalho continua a ganhar fôlego, com a redução de pedidos de auxílio-desemprego para o menor patamar da pandemia. Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego caíram em 26.000 para 360.000, em contraste com a revisão para cima de 386.000 na semana que terminou em 10 de julho.

Os dados de vendas do varejo, que deverão ser divulgados na sexta-feira, vão servir como indicador da saúde do consumidor.

No Brasil, servem como indicativo o IGP-10 de julho, que será divulgado amanhã.

Aqui estão quatro coisas que podem afetar os mercados amanhã:

1. IGP-10

O foco amanhã estará sobre a divulgação do IGP-10 de junho, que mede os movimentos dos preços.

A expectativa do mercado é de forte desaceleração, de 2,32% para 0,16%, resultado do enfraquecimento dos preços das commodities agropecuárias e dos preços industriais.

 2. Um vislumbre dos investimentos de varejo

Os resultados de corretagem do Morgan Stanley saltaram após a empresa ter adquirido a corretora online e-Trade ano passado. Charles Schwab (NYSE:SCHW) (SA:SCHW34), que adquiriu a rival online TD Ameritrade no ano passado, deve divulgar seus resultados na sexta-feira. Os analistas acompanhados pelo Investing.com antecipam ganhos por ação de US$ 0,75 para o segundo trimestre, sobre receitas de US$ 4,46 bilhões.

 3. Medindo a saúde dos consumidores

Os números das vendas do varejo de junho saem na sexta-feira às 9h30. Eles devem recuar 0,4% em junho em uma comparação mês a mês, após uma queda de 1,3% em maio.

 4. Sentimento do consumidor

A pesquisa de sentimento do consumidor da Universidade de Michigan deve apresentar melhora, alcançando 86,5 em julho em comparação aos 85,5 de junho. Esta é a leitura inicial, e ela será revista. Os dados deverão ser divulgados às 11h.

Últimos comentários

galera defendendo quem votou a favor e contra o fundo eleitoral... isso é para as urnas... o momento é de parar o Brasil para eles vetarem essa vergonha.
🎶🎵 Um conto de FARDAS... E um Pai Zueiro... 🎵🎶
O Rei da Rachadinha internado, o milico viajando, a constituição não permite o criminoso-réu Lira ser presidente.... Quem diria, um país a deriva.E aínda há quem defenda este desgoverno.....
mas o Lula não está preso???
PT e Bozolandia votando juntos pela mamata do fundo eleitoral de 6bi. E tem os inocentes manipulados que acham que eles são diferentes. Um bando de corrupto saqueando o país.
sempre existirão esse bobos manipulados
Essa do fundo eleitoral tira a esperança de qualquer um.
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.