Garanta 40% de desconto
🚀 6 ações que subiram +25% no 1º tri selecionadas pela nossa IA. Quais ações vão subir no 2º tri?Não perca a lista completa

Especialistas em IA e outros pedem mais regulamentação sobre deepfake

Publicado 21.02.2024, 09:18
Atualizado 21.02.2024, 14:56
© Reuters.

Por Anna Tong

BERKELEY (Reuters) - - Especialistas em inteligência artificial e executivos do setor, incluindo um dos pioneiros da tecnologia, Yoshua Bengio, assinaram uma carta aberta pedindo mais regulamentação envolvendo a criação de deepfakes, citando os possíveis riscos para a sociedade.

"Hoje, os deepfakes geralmente envolvem imagens sexuais, fraudes ou desinformação política. Como a IA está progredindo rapidamente e tornando a criação de deepfakes muito mais fácil, são necessárias salvaguardas", disse o grupo na carta, que foi elaborada por Andrew Critch, um pesquisador de IA da Universidade da Califórnia, em Berkeley, Estados Unidos.

Deepfakes são imagens, áudios e vídeos aparentemente reais, porém fabricados, criados por algoritmos de IA, e os recentes avanços na tecnologia os tornaram cada vez mais indistinguíveis do conteúdo criado por humanos.

A carta, intitulada "Disrupting the Deepfake Supply Chain" ("Interrompendo a cadeia de suprimentos de deepfakes", na tradução), faz recomendações sobre como regulamentar os deepfakes, incluindo a criminalização total da pornografia infantil deepfake, penalidades criminais para qualquer indivíduo que conscientemente crie ou facilite a disseminação de deepfakes prejudiciais e a exigência de que as empresas de IA impeçam que seus produtos criem deepfakes nocivos.

Até a manhã desta quarta-feira, mais de 400 indivíduos de vários setores, incluindo o acadêmico, o de entretenimento e o político, haviam assinado a carta.

© Reuters. Exemplo de criação de deepfake em Londres
12/02/2019
Reuters TV via REUTERS

Entre os signatários estavam Steven Pinker, professor de psicologia de Harvard, Joy Buolamwini, fundadora da Algorithmic Justice League, dois ex-presidentes da Estônia, pesquisadores do Google (NASDAQ:GOOGL) Deepmind e um pesquisador da OpenAI.

Garantir que os sistemas de IA não prejudiquem a sociedade tem sido uma prioridade para os órgãos reguladores desde que a OpenAI revelou o ChatGPT em 2022, impressionando os usuários ao envolvê-los em conversas semelhantes às humanas e ao realizar outras tarefas.

Houve vários avisos de pessoas importantes sobre os riscos da IA, principalmente uma carta assinada por Elon Musk no ano passado que pedia uma pausa de seis meses no desenvolvimento de sistemas mais poderosos do que o modelo GPT-4, da OpenAI.

Últimos comentários

O establishment se mantém justamente pelas narrativas criadas pelas fakenews da dita grande imprensa
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.