📖 Guia da Temporada de Balanços: Saiba as melhores ações escolhidas por IA e lucre no pós-balançoLeia mais

Ibovespa cai para nível de 118 mil pontos, por exterior e insegurança fiscal

Publicado 14.06.2024, 08:35
© Reuters Ibovespa cai para nível de 118 mil pontos, por exterior e insegurança fiscal
IBOV
-
BVSPUSD
-
WINc1
-

O Ibovespa cai desde a abertura nesta sexta-feira, 14, em meio à queda das bolsas do ocidente, apesar da alta das commodities, em dia de vencimento de opções sobre ações. Ao mesmo tempo as incertezas fiscais persistentes e a alta de apenas 0,01% do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), aquém da mediana de expansão de 0,40%, reforçam o clima cauteloso neste última dia da semana, que pode caminhar para um quarto recuo seguido semanal.

Assim, o investidor espera o desfecho da reunião entre o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e banqueiros na capital paulista, em meio à expectativa de que se pronuncie sobre a situação fiscal do Brasil.

O encontro ocorre após o imbróglio da semana passada, que azedou ainda mais o humor do mercado e fez Haddad reclamar publicamente de vazamento de "informações falsas", indicando enfraquecimento do arcabouço fiscal. Desta forma e após o Congresso derrubar a MP que limitaria a compensação de créditos tributários do PIS e da Cofins, houve a percepção de isolamento de Haddad no governo.

"Sem um sinal concreto em relação ao fiscal, o mercado fica sem trigger", observa Thiago Lourenço, operador de renda variável da Manchester Investimentos.

Apesar dos recentes ruídos envolvendo o nome de Haddad, Lourenço ainda acredita que o ministro é uma figura que sempre gera expectativa positiva ao mercado. "Haddad ainda é uma das "vozes mais prudentes no governo", afirma.

Ontem, o Ibovespa fechou em baixa de 0,31%, aos 119.567,53 pontos, menos intensa do que a queda de 1,40% do dia anterior. A limitação da desvalorização na quinta-feira refletiu o compromisso do governo - Haddad, Tebet e do presidente Lula - por meio de falas, com o fiscal do País.

"A fala de Haddad de que a equipe econômica prepara uma ampla revisão dos gastos e os elogios de Lula ao ministro da Fazenda ajudaram a reduzir um pouco as incertezas com o cenário fiscal", descreve em nota a MCM Consultores. "Mas o quadro das contas públicas para os próximos anos ainda está indefinido, o que justifica a continuidade dos elevados prêmios de risco", pondera a consultoria.

Às 11h20, o Ibovespa cedia 0,54%, aos 118.926,31 pontos, ante recuo de 0,62%, na mínima aos 118.828,08 pontos. A desvalorização é puxada em boa medida por ações de primeira linha. "Caem em bloco, com venda de Brasil", observa o operador de renda variável da Manchester. Assim, acentua a queda semanal a 1,54% - quarta seguida.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.