📖 Guia da Temporada de Balanços: Saiba as melhores ações escolhidas por IA e lucre no pós-balançoLeia mais

Mercedes-Benz vai afastar 1,2 mil trabalhadores da produção por até três meses

Publicado 13.04.2023, 15:35
© Reuters.  Mercedes-Benz vai afastar 1,2 mil trabalhadores da produção por até três meses
MBGn
-

Os trabalhadores da Mercedes Benz Group AG (ETR:MBGn) aprovaram o acordo, negociado entre montadora e sindicato, de suspensão dos contratos de trabalho, o chamado layoff, de aproximadamente 1,2 mil funcionários da fábrica de São Bernardo do Campo, no ABC paulista. Como anunciado na semana passada, a produção de caminhões da montadora será reduzida a um turno por dois a três meses a partir de maio.

Durante o período do layoff, os trabalhadores recebem até R$ 2,23 mil do governo, em recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Se necessário, a montadora vai complementar o pagamento para que os funcionários suspensos recebam 100% do salário líquido, segundo o sindicato.

A medida visa evitar demissões nos momentos em que as empresas precisam cortar a produção. A fábrica da Mercedes-Benz no ABC emprega cerca de 8 mil pessoas, sendo 6 mil na produção.

Na quarta-feira da semana passada, quando anunciou a suspensão de um dos dois turnos de produção, a Mercedes-Benz explicou que já esperava uma redução do mercado após a antecipação de compras estimulada pelo aperto dos limites de emissões na virada do ano. Com a mudança de tecnologia necessária para tornar os caminhões menos poluentes, os veículos de carga ficaram mais caros. Porém, segundo a Mercedes, a demanda se mostrou, desde janeiro, ainda menor do que a expectativa. A montadora apontou os juros elevados e as restrições de oferta de crédito como os motivos da redução das encomendas.

Antes de diminuir a produção de caminhões a um único turno, a Mercedes deu no início do mês férias coletivas a 300 trabalhadores e reduziu a jornada semanal de trabalho a depender da necessidade de cada área.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.