Últimas Notícias
Investing Pro 0
🚨 Nossos dados Pro revelam a melhor ação da temporada de balanços Acesse dados

Uralchem visa ativos de grãos da Viterra e Cargill, caso empresas deixem a Rússia

Ações 08.12.2022 21:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters.
 
ZW
-0,39%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
GLEN
+1,63%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar aos favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

Por Polina Devitt

MOSCOU (Reuters) - A produtora russa de fertilizantes Uralchem estaria interessada em comprar os ativos das tradings globais de grãos Viterra e Cargill na Rússia, caso as duas empresas optem por deixar o país, disse a companhia de adubos em carta vista pela Reuters.

Porta-vozes das operações russas da Cargill e da Viterra disseram que suas respectivas empresas não planejam sair da Rússia. A Uralchem se recusou a comentar.

Dezenas de empresas estrangeiras, incluindo o McDonald's , deixaram a Rússia desde que Moscou enviou milhares de soldados para a Ucrânia em 24 de fevereiro. No entanto, o abastecimento de alimentos não é alvo de sanções ocidentais, e a Viterra e a Cargill continuam operando na Rússia.

Em uma carta enviada pelo presidente-executivo da Uralchem, Dmitry Konyaev, ao presidente russo Vladimir Putin em 21 de novembro, a empresa pediu que apoiasse sua proposta, dizendo que o comércio de grãos da Viterra e da Cargill se sobrepõe aos negócios da Uralchem.

Em 22 de novembro, Putin assinou "concordo" na carta e instruiu o primeiro-ministro, Mikhail Mishustin, a considerar a proposta.

A existência da carta foi relatada pela primeira vez pelo jornal russo Kommersant nesta quinta-feira.

A Rússia é o maior exportador mundial de trigo e um importante fornecedor de fertilizantes para os mercados globais.

A Uralchem quer se tornar um comerciante de grãos porque muitos agricultores russos que vendem grãos no exterior por meio de empresas estrangeiras de commodities, como Viterra e Cargill, compram fertilizantes da Uralchem, disse uma fonte da empresa à Reuters.

"Os ativos dessas empresas oferecem um bom efeito de sinergia. Mas até agora estamos falando apenas de negociações, que podem ser iniciadas caso haja interesse de Viterra e Cargill", disse a fonte.

A Viterra é copropriedade da gigante suíça de mineração e comércio Glencore (LON:GLEN).

Não é a primeira tentativa de chamar a atenção de Putin para os comerciantes globais de commodities na Rússia. Em setembro, o Russian VTB Bank, atingido por sanções, em uma carta a Putin pediu que as atividades dos comerciantes de grãos ocidentais na Rússia fossem restringidas.

No entanto, o ministro da Agricultura, Dmitry Patrushev, disse no início de dezembro que a Rússia não pretende "expulsar" os comerciantes estrangeiros de grãos.

A Cargill possui uma participação no terminal de grãos no porto de Novorossiisk, no Mar Negro. A Viterra e a VTB compartilham a propriedade de um terminal de grãos no porto de Taman, no Mar Negro.

A Uralchem está construindo um terminal de exportação de amônia em Taman, que planeja inaugurar no final do ano que vem.

(Reportagem adicional de Gus Trompiz)

Uralchem visa ativos de grãos da Viterra e Cargill, caso empresas deixem a Rússia
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail