Últimas Notícias
Investing Pro 0
PROMOÇÃO prorrogada Cyber Monday: Até -60% no InvestingPro+ GARANTA A OFERTA

EUA e China alcançam acordo histórico de auditoria que beneficia techs chinesas

Tecnologia 26.08.2022 16:01
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters.
 
P1DD34
-3,28%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
BABA34
-1,05%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
BIDU34
-0,63%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
BIDU
+0,35%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
PDD
-1,01%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
BABA
+1,03%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

Por Scott Murdoch e Xie Yu e Samuel Shen e Michelle Price

HONG KONG/WASHINGTON (Reuters) - Pequim e Washington avançaram nesta sexta-feira para encerrar uma disputa que ameaçava expulsar empresas chinesas, incluindo o Alibaba (BVMF:BABA34)(NYSE:BABA), de bolsas de valores dos Estados Unidos, assinando um pacto para permitir que reguladores norte-americanos examinem empresas de contabilidade na China e em Hong Kong.

O acordo distensiona as relações entre os países e é um alívio para centenas de empresas chinesas, seus investidores e bolsas dos EUA, dando à China a chance de manter o acesso aos mercados de capitais mais importantes do mundo.

Caso contrário, cerca de 200 empresas chinesas podem ser banidas das bolsas do país, disse o presidente da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC), Gary Gensler.

Ao anunciar o acordo, autoridades dos EUA fizeram uma nota cautelosa, alertando que é apenas um primeiro passo e que a conformidade da China será definida pela capacidade de conduzir inspeções desobstruídas, como o acordo promete.

"Este acordo será significativo apenas se o Conselho de Supervisão de Contabilidade de Empresas Públicas PCAOB realmente puder inspecionar e investigar completamente as empresas de auditoria na China", disse.

Ainda assim, o PCAOB, que supervisiona auditorias de empresas listadas nos EUA, disse que foi o acordo mais detalhado que o regulador já alcançou com a China. A Comissão Reguladora de Valores Mobiliários da China (CSRC) disse que o acordo é um passo importante para abordar a questão da auditoria.

Em princípio, o acordo parece ter dado ao PCAOB o que ele exige há muito tempo, ou seja, acesso total a papéis de trabalho de auditoria chinesa sem redações, o direito de obter depoimentos de funcionários da empresa de auditoria na China e a critério exclusivo de selecionar quais empresas inspeciona.

Autoridades dos EUA disseram que notificaram as empresas selecionadas na manhã de sexta-feira e devem desembarcar em Hong Kong, onde as inspeções ocorrerão, em meados de setembro.

O regulador de valores mobiliários chinês disse que manter as empresas chinesas listadas nos EUA beneficia investidores, empresas e ambos os países.

As regras estipulam que, se a China não estiver em conformidade, suas empresas poderão ser impedidas de entrar nas bolsas norte-americanas até o início de 2024, mas esse prazo pode ser antecipado. Gensler disse que as empresas chinesas ainda podem ser deslistadas se as inspeções forem obstruídas.

O PCAOB e a SEC esperam determinar a conformidade da China até o final do ano, disseram autoridades.

As principais empresas chinesas listadas nos EUA subiram nas negociações de pré-mercado, como Alibaba, Pinduoduo (BVMF:P1DD34)(NASDAQ:PDD), Baidu (BVMF:BIDU34)(NASDAQ:BIDU), antes de sucumbir à ampla venda em Wall Street, ante preocupações com aumentos dos juros pelo Federal Reserve.

EUA e China alcançam acordo histórico de auditoria que beneficia techs chinesas
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail