Libere dados premium: até 50% de desconto InvestingProGARANTA JÁ SUA OFERTA

AMD vs. Nvidia: Qual ação de IA faz mais sentido para a carteira?

Publicado 06.02.2024, 12:09
XLNX
-
NVDA
-
AMD
-
IXIC
-
IT
-

A Nvidia (NASDAQ:NVDA) liderou o mercado de semicondutores no último ano, com uma valorização de mais de 200% nas suas ações. A sua concorrente histórica, a AMD (NASDAQ:AMD), também se valorizou, mas em menor escala: 107%.

No entanto, nos últimos três meses, a disputa entre as duas empresas se acirrou, com a Nvidia subindo 49% e a AMD, 53%. A Nvidia se destacou como a principal fornecedora de soluções de Inteligência Artificial (IA) para as grandes empresas de tecnologia, deixando de ser apenas uma fabricante de placas gráficas (GPU) para jogos.

Mas a AMD não ficou para trás. Além de lançar os processadores Ryzen 8000 Zen 5 e 8000G com Unidade de Processamento Neural (NPU) integrada, a empresa anunciou na sua teleconferência do 4º trimestre de 2023 que pretende “acelerar a IA” no mercado de data centers com a linha MI300.

Os modelos Instinct MI300X e MI300A vão competir diretamente com os H100 e H200 da Nvidia para treinamento e geração de IA. Para os investidores que buscam ganhos com as ações de semicondutores, a AMD surge como uma alternativa para o crescimento impulsionado pela IA.

Participação de Mercado: Nvidia vs AMD

No terceiro trimestre do ano fiscal de 2024, a Nvidia registrou um aumento de 279% na receita do data center, atingindo um novo recorde de US$ 14,51 bilhões. As empresas de pesquisa de mercado Gartner (NYSE:IT) e Moor Insights & Strategy estimam que a Nvidia conquistou pelo menos 70% do mercado global de Inteligência Artificial (IA).

Segundo a IoT Analytics, a Nvidia detém 92% do mercado de Unidades de Processamento Gráfico (GPU) de data center, enquanto a AMD detém apenas 3%.

Em agosto, a Nvidia anunciou que enviaria até 2 milhões de chips H100 em 2024, mais de três vezes o número de 2023. Isso contribui para a participação de mercado de 80,2% da Nvidia no mercado de GPU discreta para desktop, conforme relatado pela Jon Peddie Research no segundo trimestre de 2023.

Em comparação, a receita do data center da AMD aumentou 38% ano a ano no quarto trimestre de 2023. Para o ano fiscal de 2023, isso representa apenas um crescimento de 7% ano a ano, totalizando US$ 6,5 bilhões. No entanto, a precificação competitiva da AMD no segmento de desktop resultou em um aumento de receita de 62% ano a ano, devido à popularidade dos CPUs Ryzen com preços competitivos.

Para o setor industrial e soluções integradas, como saúde, telecomunicações e data centers, a receita da AMD caiu 24% em relação ao trimestre do ano anterior. A aquisição da Xilinx (NASDAQ:XLNX) pela AMD ajudou a empresa a aumentar a receita do segmento integrado em 17%, alcançando US$ 5,3 bilhões no ano completo.

Para o primeiro trimestre de 2024, a AMD espera uma receita de data center estável.

Liderança da Nvidia Provavelmente Continuará

Embora Nvidia e AMD tenham competido várias vezes desde o surgimento do mercado de GPU discreta, a Nvidia tende a se sobressair a longo prazo. É provável que a Nvidia capture até 95% da participação de mercado de GPU para IA.

Com efeitos de rede em jogo, anteriormente impulsionados pelos padrões da Nvidia, como G-Sync e DLSS, é ainda mais provável que as Big Techs aproveitem um player estabelecido. Em janeiro, Mark Zuckerberg observou que sua empresa integrará 350.000 GPUs H100 até o final de 2024.

Até agora, no terceiro trimestre do ano fiscal de 2024, isso fez com que a receita operacional da Nvidia aumentasse 652% ano a ano. Comparativamente, a receita operacional da AMD, encerrando em dezembro de 2023, foi 68% menor que no ano anterior.

Como no mercado de GPU discreta, os aceleradores da última série MI300 da AMD são mais baratos que os equivalentes da Nvidia. A empresa projeta que esta linha sozinha trará pelo menos US$ 2 bilhões em receita.

De acordo com dados de desempenho brutos da AMD, esses chips superam significativamente a oferta H100 da Nvidia. Enquanto o MI300X pode entregar 163,4 teraflops de desempenho de pico FP32, o H100 SXM pode entregar apenas 68 teraflops (FP32).

No entanto, a Nvidia contestou essa afirmação, observando que software otimizado pode alcançar 47% mais desempenho em cenários reais. Ao mesmo tempo, a AMD poderia fornecer software otimizado para sua linha de chips.

Previsões de Preço para Nvidia e AMD

Considerando a dominância de participação de mercado da Nvidia e o foco dos investidores, sua relação preço/lucro de 270 em 2023 está estimada para diminuir para 59,77 em 2024, segundo a Zacks Investment Research. Isso está acima da média de mercado, indicando fundamentos sólidos e potencial de crescimento futuro.

Baseado em 40 entradas de analistas coletadas pelo Nasdaq para 12 meses à frente, o preço-alvo médio da NVDA é de US$ 683,26 versus o atual US$ 691. A estimativa mais alta é de US$ 1100, enquanto a previsão mais baixa é de US$ 560 por ação.

***

Aviso: este artigo é meramente informativo e não constitui qualquer recomendação ou oferta de investimento. Ele foi publicado originalmente em inglês no site The Tokenist e traduzido pela redação do Investing.com.

Últimos comentários

Carregando o próximo artigo...
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.