Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Café Pode Continuar em Alta, Mesmo Após Atingir Máximas de 7 Anos

Por Investing.com (Barani Krishnan/Investing.com)Commodities17.11.2021 10:08
br.investing.com/analysis/cafe-pode-continuar-em-alta-mesmo-apos-atingir-maximas-de-7-anos-200445953
Café Pode Continuar em Alta, Mesmo Após Atingir Máximas de 7 Anos
Por Investing.com (Barani Krishnan/Investing.com)   |  17.11.2021 10:08
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

Acertar o melhor momento de entrar em um mercado nunca é tarefa fácil, seja na compra, durante correções, ou na venda, após disparadas.

O que ocorre geralmente é que muitos investidores chegam tarde à festa, abrindo compra quando o potencial de queda ainda é grande ou vendendo quando o pico ainda não foi tocado.

Isso nos leva à seguinte questão em relação ao café arábica: depois das máximas de sete anos desta semana, ainda vale a pena comprá-lo?

Assim como em qualquer mercado, os fundamentos e aspectos técnicos do arábica apresentam fortes argumentos em ambas as pontas. Mas, de maneira geral, a narrativa é positiva, indicando que ainda pode haver pernadas de alta capazes de gerar mais ganhos para quem avalia uma compra neste momento.

Café diário
Café diário

Gráficos: cortesia de skcharting.com

Primeiramente, os fundamentos

Como sugerem diversas reportagens, o Brasil, maior produtor do arábica, e o Vietnã, principal fornecedor do robusta, outra importante variante do café, estão enfrentando diversos problemas para abastecer o mercado atualmente.

Greve de caminhoneiros e outros gargalos logísticos, além de condições climáticas ruins e da disparada dos custos dos fertilizantes estão atrasando as entregas mundiais dos grãos de café nesses dois países.

“Caminhoneiros estão cruzando os braços no Brasil, intensificando os problemas logísticos para exportação enfrentados pelo país”, afirmou Jack Scoville, analista-chefe do Price Futures Group. de Chicago, ao Investing.com.

Scoville disse ainda:

“A falta de café disponível para entrega nos contratos futuros de robusta continua sendo um fator crítico, principalmente para Nova York. Não há contêineres disponíveis no Vietnã para exportar café. Além disso, a Covid também voltou a assombrar o país asiático e pode prejudicar as remessas ao exterior. A produção no Vietnã é estimada em 29 milhões de toneladas neste momento, contra a expectativa anterior de 31 milhões”.

Ele explicou que a safra brasileira seria menor neste ano, em razão de uma geada no início do ano e do clima seco no momento da floração um ano atrás.

Com isso, o arábica acumula alta de 77% no ano, disparando praticamente sem parar desde a cotação de US$1,59 por libra-peso no fim de junho e alcançando US$2,22 neste momento. Já o robusta teve valorização de 65% até agora em 2021, subindo de US$1,34 no fim de março para os atuais US$2,27.

O rali aumenta os custos operacionais de algumas das principais redes mundiais de cafeterias, como Starbucks (NASDAQ:SBUX), Costa Coffee, pertencente à Coca (NYSE:KO), Restaurant Brands International (NYSE:QSR), de propriedade da Tim Hortons, e Peet’s Coffee & Tea (AS:JDEP), as quais dependem desses grãos para oferecer seus produtos. Essas grandes franquias de cafeterias vêm resistindo a repassar essas maiores despesas aos consumidores.

Mesmo assim, a disparada do mercado futuro do café pode gerar custos maiores para donos de pequenos estabelecimentos e mercearias de bairro, intensificando a inflação dos alimentos, no momento em que os preços ao consumidor nos EUA crescem no ritmo mais rápido em 30 anos. O café robusta, em especial, é amplamente usado em bebidas instantâneas, como o Nescafé, da Nestlé (OTC:NSRGY).

Os preços deve continuar em alta, na medida em que os maiores custos logísticos diminuem o lucro dos produtores, exportadores, importadores, torrefadores e varejistas, afirmou Christian Wolthers, presidente da Wolthers Douque, importadora da Flórida cuja família atua no mercado de café brasileiro há décadas.

“Os mercados globais de café continuam em déficit, e consideramos que o setor aproveitará qualquer correção para comprar, diante da perspectiva de maior restrição”, disse Kona Haque, que lidera o departamento de pesquisa da operadora de commodities ED&F Man, em Londres, em entrevista à Bloomberg.

Café semanal
Café semanal

O rali desta semana fez o arábica atingir os picos de 2014 de US$2,2590 por libra-peso, em meio à queda dos estoques certificados e à valorização da moeda brasileira, acabando com os incentivos para vender commodities precificadas em dólar.

Além disso, de acordo com a Bloomberg, projeções iniciais de cultivo no Brasil indicavam que a safra de 2022 ficaria abaixo do último ciclo de alta produtividade em 2020-21. Isso poderia limitar a recomposição de estoques necessários para enfrentar a queda típica na colheita seguinte.

A produção de 2021 do arábica no Brasil sofreu um forte revés após os cafezais serem danificados por uma seca e uma geada. Para que haja recuperação em 2022, as chuvas serão cruciais. O segundo maior fornecedor de arábica, a Colômbia está registrando excesso de chuvas, que está prejudicando a produtividade e elevando o risco de doenças nas plantas. Os dois países respondem por quase três quartos da produção mundial do arábica.

A disparada dos preços dos fertilizantes também reduziu as margens dos produtores, assim como os elevados custos de frete e falta de contêineres para exportação. Isso prejudicou as remessas de milhões de sacas de café do Brasil. O Vietnã também vem enfrentando dificuldades com o aumento das taxas de frete para a oferta do robusta.

Os custos de fertilizantes estão em alta no Brasil, em meio a restrições globais de exportação e demanda aquecida, de acordo com a Bloomberg Intelligence. Países cujas moedas se depreciaram frente ao dólar estão sentindo ainda mais o impacto, como a Costa Rica. Isso tem obrigado os compradores a buscar alternativas, como a África, que vem tentando solucionar parte do problema.

Agora, os aspectos técnicos

O gráfico técnico sugere que, se o arábica romper US$2,25, pode disparar até o próximo alvo de US$3 por libra-peso, de acordo com Hernando de la Roche, vice-presidente sênior da StoneX Financial Inc., em Miami, em entrevista à Bloomberg no início desta semana. O executivo esclareceu que estão ocorrendo compras relacionadas à expiração de opções e cobertura de posições vendidas.

Café mensal
Café mensal

O analista técnico Sunil Kumar Dixit, contribuidor regular do Investing.com, afirma que o arábica “tem muito espaço para subir” e defende alvos graduais na compra, em vez de uma disparada logo de cara para US$3.

“Tenho ouvido muitos participantes pregando um rompimento sem levar em consideração possíveis consolidações”, disse Dixit.

“A maioria dos rompimentos são seguidos de correções mais profundas. Os mercados tendem a seguir uma lógica contrária à da maioria, e isso pode muito bem acontecer com o duradouro rali do café”.

Dito isso, o estrategista-chefe do site skcharting.com continua bastante otimista com o arábica no curto e médio prazo.

“Em vista do momentum altista, ainda espero um leve relaxamento e suavização do rali, que pode corrigir os preços e retestar a zona de rompimento a US$2,15-2,10 em algum momento. Assim, eu diria que não é tarde demais para entrar no mercado”.

Ele afirmou que um rompimento altista da zona de resistência horizontal estática de US$2,10-2,15 abriria espaço para alvos em US$2,32-2.37.

“A tendência nos gráficos diários e semanais é altista, desde que os preços se firmem acima de US$2,19 e do suporte em US$2,15-2,10.”

“Um estudo cuidadoso dos padrões de preço de longo prazo reflete a força da onda altista, sugerindo zonas de preço maiores em um período mais estendido".

Segundo o analista, é possível que o mercado se estabilize acima de US$2,25-2,35.

“O mercado precisa se consolidar acima dessa região para conseguir alcançar a próxima zona de preços de US$2,64-2,87. Não considero que a marca de US$3 será alcançada no curto prazo".

Aviso de isenção: Barani Krishnan utiliza diversas visões além da sua para oferecer aos leitores uma variedade de análises sobre os mercados. A bem da neutralidade, ele apresenta visões e variáveis de mercado contrárias. O analista não possui posições nos ativos e commodities sobre os quais escreve.

 

Café Pode Continuar em Alta, Mesmo Após Atingir Máximas de 7 Anos
 

Artigos Relacionados

Arnaldo Luiz Corrêa
Mudança de Cenário Por Arnaldo Luiz Corrêa - 03.12.2021

O contrato futuro de açúcar em NY com vencimento março/22 encerrou em baixa pela terceira semana consecutiva. Dessa vez, cotado a 18.79 centavos de dólar por libra-peso, a queda...

Café Pode Continuar em Alta, Mesmo Após Atingir Máximas de 7 Anos

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (8)
Sergio Castejon
Sergio Castejon 25.11.2021 9:52
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Sou muito grato por seus esclarecedores e sensatos artigos.
Sergio Castejon
Sergio Castejon 25.11.2021 9:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Sugiro correcoes neste trecho… “Ele explicou que a safra brasileira seria menor neste ano, em razão de uma geada no início do ano e do clima seco no momento da floração um ano atrás.[foram 3 geadas nos meses de Junho a Agosto de 2021] ao todo no inverno de 2021]. [Seca prejudicou a floracao em Agosto de 2021 (nao no ano passado)]
Sergio Castejon
Sergio Castejon 25.11.2021 9:42
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Sei q se trata de um tema muito tecnico de dificil de compreencao para leigos por “leigos”. Mas certamente, o impacto sera observado com facilidade nos meses de Dez/inicio de Janeiro por analistas sérios q costumam visitar as fazendas nesta epoca.
Sergio Castejon
Sergio Castejon 25.11.2021 9:38
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Os eventos climaticos que levaram ao abortamento do processo de formacao dos frutos sao: Varios eventos (3 ou mais) de frio intenso abaixo da faixa toleravel ocorreram este ano. Associados a altas temperaturas em epoca inadequada. Os eventos atingidam as lavouras de arabica de Minas, Sao Paulo e Parana. E impactaram as lavouras adultas por toda sua extensao, diferentemente da geada q provocaram danos em locais especificos. E nao diferencia cafes irrigados dos sequeiros. Acredita-se que mais de 40 % das areas de cafe foram seriamente adetadas. E produziram de Zero a 25% do pontencial produtivo, ja observado fisicamente.
Sergio Castejon
Sergio Castejon 25.11.2021 9:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Caro Barani. Esclareco que foram dois anos de seca prolongada. Além disso, outros eventos climaticos prejudicaram de maneira relevante o processo hormonal respondavel para transformar gemas florais em graos, levando ao abortamento das floradas, levando a planta optar por folhas, em lugar de frutos. Varios videos e artigos produzidos pelos cientistas da Fundacao Pro Cafe esclarem como isso ocorreu.
Carlos Henrique Moreira Carvalho
Carlos Henrique Moreira Carvalho 17.11.2021 13:56
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Muito boa Analise!
marco antonio frankzhovitz
marco antonio frankzhovitz 17.11.2021 11:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
vc parece muito a Marina Silva e não fica de mi mi mi não
Luis Carlos Fanton
Luis Carlos Fanton 17.11.2021 11:42
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Muito bom Barani.! 🤙👏🏼
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail