Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Ativos Brasileiros Afundam com Ameaça ao Teto de Gastos

br.investing.com/analysis/cavando-bem-fundo-200445419
Ativos Brasileiros Afundam com Ameaça ao Teto de Gastos
Por Julio Hegedus Netto   |  20.10.2021 09:30
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

Os ativos brasileiros “afundaram bem fundo” nesta terça-feira, diante do fantasma do fim do teto dos gastos, a partir da perspectiva de uma extensão do auxílio emergencial, a complementar o Auxílio Brasil, elevando o valor final a R$ 400. Parece que o governo vem cavando bem fundo no esforço de agradar aos interesses políticos da sua base de apoio, pensando também nas perspectivas eleitorais. 

E isso vem “estressando” os mercados, visto que, ameaçando o teto dos gastos, o regramento da execução fiscal do País. Ontem a bolsa de valores recuou mais de 3%, na maior queda em mais de um mês, o dólar chegou a superar R$ 5,61, no pior desempenho entre 24 moedas de emergentes, e os juros futuros dispararam com alguns vértices subindo mais de 60 pontos. A curva curta passou a precificar uma elevação de 127 pontos na Selic para o Copom da semana que vem. Ao fim do dia, talvez “olhando para o mercado”, 30 minutos antes, o governo resolveu cancelar (ou adiar) o evento de lançamento do Auxílio Brasil. Aguardemos. 

  1. Parece crescente a pressão da ala política do governo em deixar de fora do teto, em cerca de R$ 200, ou seja, toda a parcela temporária do auxílio emergencial, a ser transmutado em “Auxílio Brasil”. Enquanto isso, a equipe econômica tenta limitar este gasto adicional a R$ 100, (R$ 30 bilhões no total). No cerne do debate, Bolsonaro tentando prorrogar o auxílio emergencial até dezembro de 2022 a R$ 400, com R$ 100 fora do teto, e pela turma do Centrão, R$ 200, aí incluindo toda sorte de propostas e emendas. A disputa aqui é saber por quanto deve ficar dentro, ou fora, do teto. Para o Centrão, quanto mais, mais uso para emendas e medidas eleitoreiras. 

  2. Para piorar, o clima na equipe econômica não é dos melhores, com parte dos técnicos, como Bruno Funchal, secretário especial do Tesouro, ameaçando sair. Ele, inclusive, já avisou ao chefe que não irá assinar nenhuma medida que envolva liberação de recursos “fora do teto de gastos”, chamados também “créditos extraordinários”. Lembremos que Paulo Guedes já perdeu grande parte da sua equipe, com a saída de Castelo Branco da presidência da Petrobras (SA:PETR4) (nesta semana, atacando forte as decisões do presidente, que se acha “dono” da empresa. Lembremos: o governo só tem 37% da empresa); Mansueto Almeida, ex-secretário de Orçamento, grande parte do secretariado de segundo escalão, Salim Mattar, nas privatizações, e vamos contando. Nos parece fato que é interesse do Centrão abocanhar o ministério da Economia, desmembrá-lo e recriar a Fazenda, o Planejamento e, claro, “repovoá-los”. Claro que ele não aceitaria, mas até Mansueto Almeida, agora economista-chefe do BTG (SA:BPAC11), já foi cogitado para retornar como ministro da Fazenda. Para o Planejamento, claro, iria uma cota do Centrão. 

  3. Como a MP do Auxílio Brasil já caducou, o governo tratou de criar uma nova MP, na qual é transformado este programa de renda aos pobres, de permanente em temporário. Deve durar até dezembro de 2022, ano de eleição. Com isso, evita-se a necessidade de se achar uma fonte de recursos permanentes. Um fato novo é que esta MP não mais deve estar condicionada à aprovação da reforma do IR, pela tributação de dividendos. Esta medida, inclusive, corre o risco de não ser aceita pelo relator, Angelo Coronel.  

  4. O que é fato. Uma das âncoras fiscais de Paulo Guedes sofre ataques diários da ala política do governo, do Centrão, mais preocupado com seus ganhos eleitorais imediatos. Sem dúvida de que estes R$ 100 ou R$ 200, fora do teto, são uma “desconstrução do regime fiscal do País”, mesmo com os ganhos recentes de arrecadação federal pela reabertura. O problema é que esta “gambiarra” de recursos extras, até dezembro de 2022, independente de quem seja eleito, dificilmente, será retirada. De temporário, deve se tornar permanente. Tirar recursos dos pobres em tempos de pandemia?? Nem pensar. 

  5. Nesta quarta-feira ainda temos reuniões para decidir sobre a bandeira tarifária da crise hídrica, se mantida ou não. Um novo marco do setor elétrico também deve ser definido, abrindo espaço para os consumidores escolherem sua operadora de energia elétrica. 

  6. Lira continua reclamando de Rodrigo Pacheco, por segurar demais as pautas que o Congresso aprova. Sobre a reforma do IR, por exemplo, diz Pacheco que a proposta está “amadurecendo”. A verdade é que há, claramente, um confronto aberto de protagonismo de pauta entre Câmara e Senado. Arthur Lira, tentando avançar com a agenda de reformas, Rodrigo Pacheco, sempre dificultando. Ontem, o presidente do Senado se filiou ao PSD, primeiro passo para uma ambição maior, ser candidato ao Planalto em 2022. Lembremos que o presidente da Câmara anterior, Rodrigo Maia, também havia feito algo parecido.

  7. Isso não impediu, no entanto, neste clima açodado, o Senado de aprovar o Projeto Lei (PL) “vale gás” (Programa Gás para os Brasileiros), para auxiliar as famílias carentes, mais um movimento do presidente Bolsonaro pensando em 2022. Por este PL, foi aprovado que as famílias recebam agora um botijão bimestral com 40% do preço cheio. 

Indicadores

A segunda prévia para o IGP-M de outubro mostrou ligeira deflação de 0,03%, depois recuar 0,58% na mesma leitura de setembro. O IPA Industrial segue como a principal contribuição baixista (- 1,83% para -0,75%) por conta do minério de ferro e os preços no atacado agrícola desacelerando de 0,84% para 0,69% no período. Já o IPC ficou relativamente estável (0,96% para 0,98%), com aceleração dos grupos Alimentação e desaceleração nos grupos Habitação e Transportes.

A balança comercial registrou superávit de US$2,2 bilhões nas três primeiras semanas de outubro, com crescimento de 41,3% nas exportações e 55,4% nas importações ante o mesmo mês de 2021 (média diária). Os destaques neste mês são as vendas de óleos combustíveis, produtos laminados do ferro e a soja. Pelo lado das importações, destaque para as compras de adubos e fertilizantes. No ano, o saldo é positivo em US$58,7 bilhões, 36,5% superior ao registrado no ano passado. A melhora no resultado da balança é principalmente explicada pelo choque no preço internacional das commodities (sobretudo soja, minério de ferro e óleos combustíveis).

Balança comercial
Balança comercial

Mercados

No Brasil, o Ibovespa fechou terça-feira (dia 19) em forte queda de 3,28%, a 110.673. Já o dólar encerrou o dia em forte alta de 1,3%, a R$ 5,5956, MAIOR patamar desde meados de abril, MESMO depois das intervenções do Bacen, já tendo colocado mais de US$ 4 bilhões em contratos de swap extra. 

Na madrugada do dia 20/10, na Europa (04h05), os mercados futuros operavam com perdas: DAX (Alemanha) recuando 0,26%, a 15.474 pontos; FTSE 100 (Reino Unido), -0,10%, a 7.210 pontos; CAC 40 -0,24%, a 6.654 pontos, e EuroStoxx50 -0,39%, a 4.150 pontos. 

Na madrugada do dia 20/10, na Ásia (05h05), os mercados operaram em maioria, EM ALTA: S&P/ASX (Austrália), +0,53%, a 7.413 pontos; Nikkei (Japão) +0,14%, a 29.255 pontos; KOSPI (Coréia), -0,53%, a 3.013 pontos; Shanghai -0,17%, a 3.587, e Hang Seng, +1,14%, a 25.081 pontos.

No futuro nos EUA, as bolsas de NY operavam sem tendência definida neste dia 20/10 (05h05): Dow Jones avançando 0,02%, a 35.329 pontos, S&P 500, -0,03%, a 4.509 pontos, e Nasdaq -0,10%, a 15.395 pontos. No VIX S&P500, 19,68 pontos, avançando 0,77%. No mercado de Treasuries, US 2Y recuando 0,41%, a 0,3914, US 10Y +0,47%, a 1,642 e US 30Y, +0,56%, a 2,098. No DXY, o dólar +0,10%, a 93,823, e risco país, CDS 5 anos, a 202,6 pontos. Petróleo WTI, a US$ 81,53 (-1,10%) e Petróleo Brent US$ 84,13 (-1,12%). Gás Natural em avanço de 0,57%, a US$ 5,09 e Minério de Ferro, +0,50%, a US$ 710,00. 

Na agenda desta quarta-feira (20), destaque para o Livro Bege, indicador do Fed, do PPI na Alemanha e no Reino Unido, e CPI na Zona do Euro e também no Reino Unido.

Ativos Brasileiros Afundam com Ameaça ao Teto de Gastos
 

Artigos Relacionados

Ativos Brasileiros Afundam com Ameaça ao Teto de Gastos

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (6)
Zé Colméia
Zé Colméia 21.10.2021 3:47
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Fique em casa até ter falta de ar que a economia a gente vê depois. Esse é o preço do legado esquerdalha de 30 anos somado ao efeito mandeta/moro que deixaram para os brasileiros. A única solução será a redução de 80% de cargos dos funcionários públicos através da Reforma da Administrativa.
Mant Neuman
BombeiroAmigo 20.10.2021 16:52
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Parabéns pelo choque de realidade!
Mario Jorge
Mario Jorge 20.10.2021 12:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
comentarista produzindo textos cada vez mais descolados da realidade....
Gabriel Papi
Gabriel Papi 20.10.2021 11:14
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Opa, vejo que os artigos estão evoluindo. Agora na parte política desistiu de dar opinião e está se limitando a circular boatos. Parabéns!
Isaias Brandao
Isaias Brandao 20.10.2021 10:19
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ótima análise!!!!
Renato Louzada
Louzadex 20.10.2021 10:19
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Concordo Isaias, o Júlio é sempre preciso, técnicamente impecável. Ainda não vi bobagem escrita. Está de parabéns.
Mant Neuman
BombeiroAmigo 20.10.2021 9:34
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Triste ver o país desgovernado! Enquanto o mundo se recupera, vamos rastejando. Quando azedar lá fora, sai de baixo, este buraco não terá fundo.
Mant Neuman
BombeiroAmigo 20.10.2021 9:34
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
isquierda pitistas idiota... ve se vira gente e aprente a argumentar.
Renato Louzada
Louzadex 20.10.2021 9:34
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mario Jorge bucéfalo, imbecilidades mil né bobalhão?vê se vira gente. Esqueci não dá, ês gado kkkkkk
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail