⌛ Perdeu a alta de 13% da ProPicks em maio? Assine agora e receba mais cedo as ações de Junho.Desbloquear ações

Diversificar vale a pena ou não?

Publicado 10.04.2024, 14:34
B3SA3
-

A diversificação é um conceito amplamente discutido, estando sujeito a diferentes interpretações. Hoje, a minha ideia é falarmos um pouco sobre esse assunto de forma mais didática.

Diversificação e volatilidade

Primeiro, precisamos entender que a diversificação é uma estratégia de gerenciamento de risco que implica na alocação de recursos em diferentes classes de ativos, setores ou geografias.

O princípio fundamental por trás da diversificação é a redução da volatilidade e do risco do portfólio, baseando-se na premissa da descorrelação, ou seja, de que diferentes ativos reagem de maneira diversa a um mesmo evento econômico ou financeiro.

Vamos, então, fixar alguns conceitos antes de seguirmos adiante:

  1. A volatilidade indica quão grande é a variação no preço de um ativo - quanto maior a volatilidade, mais o preço do ativo se move para cima ou para baixo em um determinado período;

  2. O risco indica a probabilidade de perder dinheiro, ou seja, ele mede a chance de o retorno real de um investimento ser diferente do retorno esperado;

  3. A volatilidade é frequentemente usada como uma medida de risco, mas essa simplificação pode ser enganosa pelas seguintes razões: (i) ela é muito influenciada pelo tempo do investimento; (ii) ela não faz distinção entre movimentos positivos e negativos (mede só a grandeza da mudança); e (iii) ela pode ser causada por fatores que não necessariamente aumentam o risco de perda, como notícias que fazem o preço de um ativo cair ou subir sem alterar os seus fundamentos; e

  4. Enquanto alguns investimentos de um portfólio podem estar em queda, outros podem estar em alta, e é isso que mitiga o risco de perdas significativas. Por isso, a descorrelação é tão importante.

Vejamos o exemplo abaixo:

Interface gráfica do usuário

Descrição gerada automaticamente


Observe na imagem que a diversificação corretamente aplicada produz exatamente o que expliquei acima: a redução da volatilidade e do risco do portfólio. Note que o portfólio que escolhemos (indicado pela linha verde ao centro) é composto por apenas dois ativos (indicados pelas linhas vermelha superior e azul claro inferior) que se comportam de forma diferente no curso do tempo.

Dessa forma, o portfólio do nosso exemplo representa o equilíbrio alcançado pela escolha de dois ativos que se comportam de formas diferentes, ou seja, dois ativos descorrelacionados.

A Perspectiva de Warren Buffett

Warren Buffet tem uma visão peculiar sobre diversificação. Ele argumenta que "a diversificação é proteção contra a ignorância" e sugere que, se um investidor realmente entende o que está fazendo, a concentração, e não a diversificação, deveria ser a estratégia.

Buffett enfatiza a importância de investir em poucas, mas profundamente compreendidas e altamente confiáveis empresas, ao invés de espalhar o capital por uma ampla gama de investimentos.

Contrapontos e Perspectivas

Contrastando com a visão de Buffett, a teoria moderna do portfólio, iniciada por Harry Markowitz, na década de 50, e as práticas de investidores renomados, como Ray Dalio, destacam a importância da diversificação. Eles conseguem demonstrar muito bem como a alocação de ativos em diferentes classes, com correlações variadas, pode efetivamente reduzir o risco de um portfólio sem necessariamente comprometer os retornos.

A correlação entre diferentes ativos financeiros — que pode variar de -1 a +1 — é um conceito central nessa discussão, apontando para a importância de selecionar ativos que não se movam na mesma direção ao mesmo tempo. Expliquei melhor esse assunto neste outro artigo.

Quando a correlação entre muitos ativos é alta, os benefícios da diversificação são reduzidos. Isso reforça a importância de buscar ativos descorrelacionados ou até negativamente correlacionados, que possam oferecer proteção e balanceamento ao portfólio.

Sabedoria na Diversificação

No meu ponto de vista, o mais sábio é investirmos para usufruir daquilo que sabemos (visão de Buffett) e diversificarmos para nos proteger daquilo que não sabemos (visão de Dalio e muitos outros investidores). Penso que, na maioria das vezes, o investidor sábio é aquele que considera a diversificação tanto como oportunidade de capitalizar o que se sabe como a ferramenta para se proteger daqui que não se sabe.

Encontre dados avançados sobre a B3 (BVMF:B3SA3) e outras ações do mundo inteiro com o InvestingPro. Para um desconto especial, use o cupom INVESTIR para as assinaturas anuais e de 2 anos do Pro e Pro+

Últimos comentários

Carregando o próximo artigo...
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.