Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Futuros dos EUA buscam recuperação após mais uma semana de baixa em Wall Street

Por Haramoto Resumo do Mercado23.05.2022 08:21
br.investing.com/analysis/futuros-dos-eua-buscam-recuperacao-apos-mais-uma-semana-de-baixa-em-wall-street-200449661
Futuros dos EUA buscam recuperação após mais uma semana de baixa em Wall Street
Por Haramoto   |  23.05.2022 08:21
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
ÁSIA: As bolsas asiáticas fecharam de forma mista nesta segunda-feira, depois que Wall Street rondou à beira do mercado de urso na sexta-feira, enquanto as preocupações globais continuaram a atormentar os investidores.

O índice Hang Seng de Hong Kong reduziu parte das perdas iniciais, mas ainda caiu 1,11%, fechando em 20.488,00 pontos, pesada ações de tecnologia. O índice Hang Seng Tech caiu 2,65%. Bilibili (NASDAQ:BILI) caiu 4,22% e as ações do Alibaba (NYSE:BABA) em Hong Kong caíram 3,52%.

Na China continental, o Shanghai Composite também recuperou as perdas iniciais para fechar quase estável, com alta de 0,01%, em 3.146,86 pontos, enquanto o Shenzhen Component caiu 0,06%, para 11.447,95 pontos. Pequim estendeu as ordens para que trabalhadores e estudantes ficassem em casa e ordenou testes adicionais em massa na segunda-feira à medida que os casos de COVID-19 aumentavam novamente na cidade. Numerosos bairros residenciais na capital chinesa tem restringido o deslocamento, embora as condições permaneçam muito menos severas do que em Xangai, onde milhões de cidadãos estão sob diferentes graus de confinamento há dois meses.

Pequim informou na segunda-feira um aumento nos casos para 99, subindo de uma média diária anterior de cerca de 50. No total, a China reportou 802 novos casos na segunda-feira, marcando um declínio constante sendo interrompido apenas por surtos localizados em pequena escala. Apesar disso, o governo tem se dedicado a rigorosas medidas de quarentena, bloqueio e testagem em larga escala sob sua abordagem "COVID-Zero", mesmo enquanto o exterior esteja relaxando suas medidas frente ao surto.

No Japão, o Nikkei subiu 0,98%, para 27.001,52 pontos.

O Kospi na Coreia do Sul também oscilou durante o pregão, mas subiu 0,31%, para 2.647,38 pontos no fechamento.

O S&P/ASX 200 da Austrália fechou em alta de 0,05%, em 7.148,90 pontos. As mineradoras BHP, Fortescue Metals (ASX:FMG) e Rio Tinto (LON:RIO) fecharam em alta de 1,4%, 2,8% e 1,1%, respectivamente, enquanto as produtoras de petróleo Santos e Woodside Pewtroleum subiram 1,5% e 0,4%, respectivamente. O partido de oposição de centro-esquerda da Austrália derrubou no sábado o governo conservador após quase uma década no poder. Anthony Albanese foi empossado como primeiro-ministro depois que o Partido Trabalhista conquistou sua primeira vitória eleitoral desde 2007. O partido prometeu mais assistência financeira e uma rede robusta de segurança social, à medida que a Austrália enfrenta a maior inflação desde 2001 e o aumento dos preços da habitação, mas analistas disseram que a postura política da administração recém-eleita não era significativamente diferente do governo em exercício e que grandes mudanças não eram esperadas.

O índice MSCI para a Ásia-Pacífico exceto Japão caiu 0,08%.

No início do ano, um analista político destacou a tensa relação entre os EUA e a China em relação a Taiwan como o principal risco para a Ásia em 2022. Em visita à Ásia, o presidente dos EUA, Joe Biden, foi questionado em uma coletiva de imprensa conjunta com o primeiro-ministro japonês, Fumio Kishida, no Japão, se os EUA estariam preparados para defender Taiwan, se atacado. Biden respondeu: “Sim”, esse é o compromisso que assumimos”. “Nós concordamos com a política de "uma única China". Nós assinamos isso. Todos os acordos de entendimento foram feitos a partir daí. Mas a ideia de que isso pode ser tirado simplesmente à força, não é apropriado.”

O Ministério das Relações Exteriores de Taiwan agradeceu, no entanto, o Ministério das Relações Exteriores da China disse que os EUA não devem defender a independência de Taiwan, informou a Reuters, acrescentando que Pequim não tem espaço para concessões relacionadas a questões de soberania e integridade territorial. Taiwan e a China continental são separadas pelo Estreito de Taiwan, que tem apenas 160 km de largura em seu ponto mais estreito. A China reivindica Taiwan como parte de seu próprio território e vem pressionando a ilha democrática a aceitar seu governo.

Os EUA também mantêm um relacionamento “não oficial" robusto com Taiwan e Washington fornece equipamentos militares para a ilha de acordo com a Lei de Relações de Taiwan de 1979. Este ato não exige que os EUA intervenham militarmente para defender Taiwan se a China invadir, mas garante que a ilha tenha recursos para se defender e impedir Pequim de unificar unilateralmente a ilha.

Sob a lente do ataque da Rússia contra a Ucrânia, a questão sobre Taiwan foi várias vezes questionada durante a entrevista coletiva de Biden com Kishida. O líder do Japão disse que a posição dos dois países sobre Taiwan permanece inalterada e “ressaltou a importância da paz e estabilidade do Estreito de Taiwan, que é um elemento indispensável para a paz e a prosperidade das comunidades internacionais”.

Um grande número de norte-coreanos, incluindo o líder Kim Jong Un, compareceu no domingo ao funeral de Hyon Chol Hae, um marechal do Exército Popular coreano que teria desempenhado um papel fundamental na preparação dele como o próximo líder do país antes do pai de Kim morrer no final de 2011.

O país mantém a alegação muito contestada de que seu suposto surto de coronavírus está diminuindo. Desde que admitiu no início deste mês um surto da variante ômicron, a Coreia do Norte disse na segunda-feira que 2,8 milhões de pessoas adoeceram devido a uma febre não identificada, mas apenas 68 delas morreram desde o final de abril, uma taxa de letalidade extremamente baixa se a doença for COVID-19 como suspeita. A KCNA disse na segunda-feira que 167.650 novos casos de febre foram detectados no período de 24 horas anteriores, uma queda notável em relação ao pico de cerca de 390.000 relatados na semana passada e que mais uma pessoa morreu e que a taxa de mortalidade da febre foi de 0,002%.

Especialistas questionam o verdadeiro cenário, dado que os 26 milhões de pessoas da Coreia do Norte não são vacinadas e cerca de 40% estão supostamente desnutridas. O sistema público de saúde está quase quebrado e cronicamente sem medicamentos e suprimentos. Na Coreia do Sul, onde a maioria de seus 52 milhões de pessoas estão totalmente vacinadas, a taxa de fatalidade do COVID-19 foi de 0,13% segundo números relatados na segunda-feira. A agência de espionagem da Coreia do Sul disse na semana passada que alguns dos casos de febre contabilizados pela Coreia do Norte incluem pessoas que sofrem de outras doenças como sarampo, febre tifoide e coqueluche, mas alguns peritos civis acreditam que a maioria dos casos foram COVID-19.

Antes de admitir o surto de ômicron em 12 de maio, a Coreia do Norte insistiu que estava livre do vírus durante toda a pandemia e recusou milhões de vacinas oferecidas pelo programa de distribuição COVAX apoiado pela ONU e não respondeu às ofertas de medicamentos e outras ajudas da Coreia do Sul e dos Estados Unidos. Alguns observadores dizem que a Coreia do Norte só receberia assistência da China, seu grande aliado, porque a ajuda ocidental poderiam prejudicar a liderança de Kim, já que ele luta contra as pressões lideradas pelos EUA.

A Coreia do Norte tem capacidade limitada de testagem mas alguns especialistas dizem que também é provável que subnotificam mortes para proteger Kim de danos políticos. O país mantém um bloqueio nacional e outras regras rigorosas para conter o surto de vírus. O deslocamento está proibido, mas as principais atividades agrícolas, econômicas e industriais continuaram em um aparente esforço para minimizar os danos à já moribunda economia do país.

EUROPA: As bolsas europeias abriram em alta nesta segunda-feira, depois que os mercados regionais fecharam em alta na sexta-feira, após uma semana de negociação volátil.

O pan-europeu Stoxx 600 abriu em alta de 1,1% no início do comércio, com recursos básicos liderando os ganhos. As ações da Siemens Gamesa subiram 6,4% nos primeiros negócios, liderando o índice de blue chip europeu depois que a Siemens Energy (ETR:ENR1n) se ofereceu para comprar todas as ações em circulação da empresa de energias renováveis ​​por 4,06 bilhões de euros (US$ 4,29 bilhões).

O alemão DAX 30 sobe 0,72%, o francês CAC 40 avança 0,17% e o FTSE MIB da Itália cai 0,73%.

Na Península Ibérica, o IBEX 35 da Espanha sobe 0,71% e o português PSI 20 avança 2,03%.

Na Rússia, o MOEX cai 2%, enquanto o RTSI sobe 2,23%.

Em Londres, o FTSE 100 sobe 1,05%. Entre as mineradoras listadas na LSE, Anglo American (LON:AAL) sobe 3,2%, Antofagasta (LON:ANTO) adiciona 0,8%, BHP sobe 0,9% e Rio Tinto avança 1,6%. A produtora de petróleo BP sobe 2,4%.

A Comissão Europeia disse na segunda-feira que as políticas para digerir o impacto dos altos preços de energia e apoiar aqueles que fogem da agressão militar russa contra a Ucrânia contribuirão para uma postura fiscal expansionista na União Europeia em 2022. Em seu Pacote semestral da Primavera, o órgão da UE disse que a política fiscal deve expandir o investimento público para a transição verde e digital, bem como a segurança energética numa tentativa de eliminar nossa dependência estratégica da energia russa antes de 2030.

O órgão acrescentou que em 2023, um desenho cuidadoso da política fiscal será necessário para absorção das implicações a longo prazo da invasão russa da Ucrânia e que política fiscal deve ser prudente e deve fornecer medidas temporárias e direcionadas para mitigar o impacto da crise energética, bem como assistência humanitária às pessoas que fogem da invasão russa da Ucrânia.

Além disso, a Comissão disse que as condições para manter a cláusula geral de fuga do Pacto de Estabilidade e Crescimento em 2023 e desativá-la a partir de 2024, devem ser atendidas devido ao aumento das incertezas e dos fortes riscos negativos para as perspectivas econômicas por conta da guerra na Ucrânia, aumentos sem precedentes nos preços da energia e distúrbios contínuos da cadeia de suprimentos.

A presidente do BCE, Christine Lagarde, disse em um post publicado no site do BCE na segunda-feira, que é provável que o Banco Central Europeu eleve sua taxa de depósito saindo do território negativo até o final de setembro com base nas perspectivas atuais, mas que pode elevá-la mais ainda. Segundo a Reuters, ela disse que se a inflação estabilizar em 2% no médio prazo, uma progressiva normalização das taxas de juros em direção à taxa neutra será apropriada e acrescentou que pode abrir as portas para elevar ainda mais as taxas "se a economia da zona do euro estiver superaquecendo". A taxa de depósito do BCE é atualmente de -0,5%, o que significa que os bancos são cobrados para guardar dinheiro no banco central.

O euro subiu 0,9% a US$ 1,0663 na segunda-feira, mas a moeda comum desvaloriza mais de 6% frente ao dólar até agora neste ano. A maior gestora de fundos da Europa, a Amundi, disse no início deste mês que a moeda única poderia atingir a paridade contra o dólar dentro de seis meses, em meio à temores de recessão para a região. A recuperação pós-COVID da economia tem sido complicada pela invasão russa da Ucrânia, que fez os preços da energia e outras commodities subirem.

O Fórum Econômico Mundial começa em Davos nesta semana, reunindo líderes políticos e empresariais de todo o mundo. A cúpula deste ano ocorre após vários anos de pandemia de Covid-19 e em meio à invasão da Ucrânia pela Rússia, que deve figurar no topo da agenda.

EUA: Os futuros de ações sobem na segunda-feira, depois que Wall Street cravou a maior série de perdas desde 1932 na semana passada.

Na sexta-feira, o o S&P 500 na sexta-feira mergulhou no território de baixa chegando a cair 2,3% no início da sessão, 20% abaixo de seu recorde em um determinado ponto intradiário, mas o índice recuperou no final do dia e fechou em alta de 0,01%, em 3.901,36 pontos. O Dow subiu 8,77 pontos depois de afundar até 600 pontos. O índice de 30 ações fechou em alta de 0,03% em 31.261,90 pontos, enquanto o Nasdaq caiu 0,30%, fechando em 11.354,62 pontos.

O S&P 500 atualmente está 19% abaixo de seu recorde, enquanto o Dow está em queda de 15,4%. O Nasdaq já está em território de baixa, 30% abaixo de sua alta.

Na semana, o Dow caiu 2,9%, o S&P 500 caiu 3,1% e o Nasdaq deslizou 3,8%. A semana passada marcou a primeira sequência de oito semanas de quedas do Dow desde 1923, enquanto o S&P 500 cravou uma sequência de sete semanas de baixas, a pior desde 2001. O Nasdaq também registrou sua sétima semana negativa consecutiva pela primeira vez desde março de 2001. O índice de tecnologia também registrou seu menor nível intradiário desde novembro de 2020 na sexta-feira.

Oito dos 11 setores fecharam a semana no vermelho, liderados por bens de consumo básicos, que caíram 8,63% e tiveram seu pior desempenho semanal desde março de 2020. O setor de energia encerrou a semana na liderança, com alta de 1,09%. Os serviços discricionários e de comunicação ao consumidor também terminaram a semana com mais de 32% de desconto em relação à sua máxima de 52 semanas.

Os investidores esperam um novo lote de balanços nesta semana, incluindo uma série de grandes varejistas. Zoom Video deve divulgar os resultados na segunda-feira, seguido pela Costco, Nvidia, Dollar General, Nordstrom e Macy’s na sequência da semana.

Não há lançamentos econômicos esperados para esta segunda-feira.

A Organização Mundial da Saúde disse que até sábado confirmou cerca de 92 casos e 28 casos suspeitos de varíola em 12 países onde a doença não é normalmente encontrada. "Os surtos são incomuns porque estão ocorrendo em países onde o vírus não é endêmico" e que mais casos provavelmente serão relatados nos próximos dias, à medida que a vigilância se amplia e que a agencia está trabalhando com os países afetados e outras nações para encontrar e apoiar pessoas que possam ser afetadas e fornecer orientações sobre como gerenciar a doença”.

A doença rara e pouco conhecida, até recentemente restrita a regiões remotas da África Ocidental e Central, foi identificada em nove países europeus (Reino Unido, Espanha, Portugal, Alemanha, Bélgica, França, Holanda, Itália e Suécia), além de EUA, Canadá e Austrália. O Brasil não tem registro da doença ainda, mas o vírus foi identificado em um brasileiro de 26 anos na Alemanha, vindo de Portugal, após passar pela Espanha.

A varíola dos macacos é geralmente encontrado nas florestas tropicais da África Central e Ocidental, onde vivem os animais que carregam o vírus da mesma família da varíola, mas não é tão grave, de acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças, no entanto, a varíola dos macacos pode resultar na morte de até 1 em cada 10 pessoas que contraem a doença com base em observações na África, de acordo com o CDC. A vacina contra a varíola é 85% eficaz na prevenção da varíola dos macacos com base em estudos observacionais na África, de acordo com a OMS e o CDC.

Ela é transmitido através do contato próximo com pessoas, animais ou materiais infectados com o vírus. O vírus pode entrar no corpo através de lesões na pele, pelo sistema respiratório ou pelos olhos, nariz e boca. Não é uma doença que se espalha facilmente, mas o contágio pode ser da seguinte forma: ao encostar em roupas, lençóis e toalhas usadas por doentes com lesões de pele, ao encostar nas bolhas ou casquinhas na pele de pessoas com essas lesões, pela tosse ou espirro de pessoas com a varíola dos macacos. Até agora, o vírus não foi descrito como uma doença sexualmente transmissível, mas pode ser passado durante a relação sexual pela proximidade entre as pessoas envolvidas.

Embora acredite que a transmissão de humano para humano também ocorra através de gotículas respiratórias, esse método requer contato pessoal prolongado porque as gotículas não podem viajar mais do que alguns metros, de acordo com o CDC. Geralmente, os sintomas se assemelham aos da gripe, incluindo febre, dor de cabeça, dores musculares, calafrios, exaustão e inchaço dos gânglios linfáticos. Dentro de um a três dias após o início da febre, os pacientes desenvolvem uma erupção cutânea que começa no rosto e se espalha para outras partes do corpo. A doença geralmente dura cerca de duas a quatro semanas.

Profissionais de saúde, membros da família e parceiros sexuais de pessoas que tem o vírus correm maior risco da doença. O CDC confirmou um caso de varíola em Massachusetts na quarta-feira. A pessoa havia viajado recentemente para o Canadá usando transporte particular. A cidade de Nova York está investigando um possível caso de varíola, de acordo com um comunicado do departamento de saúde na quinta-feira.

Os EUA tiveram um surto de varíola em 2003, o primeiro fora da África, causado pelo contato humano com cães infectados mantidos como animais de estimação. Esse surto resultou em mais de 70 casos relatados. Animais infectados, como macacos, ratos e esquilos, também podem transmitir o vírus.

CRIPTOMOEDAS: As criptomoedas avançaram no fim de semana, depois de um início de semana conturbado por conta do pós-colapso do sistema Terra. Apesar do Bitcoin ainda estar aprofundado em território de baixa, ela tem lutado para manter acima dos US $ 30.000 nos últimos 10 dias, nível que muitos acreditam ser uma importante linha de suporte.

Alguns investidores estão esperançosos de que o sistema Terra será reconstruído. Segundo o Portal de governança do Terra, 80% dos detentores de tokens elegíveis pressionam para reconstruir o protocolo.

Bitcoin: +1,02%, em US $ 30.471,30
Ethereum: +2,23%, em US $ 2.073,34
Cardano: 0,59%
Solana: +4,32%
Dogecoin: +1,40%
Shiba Inu: +4,01%
Terra: +4,93%
XRP: +1,35%
Litecoin: +2,50%

ÍNDICES FUTUROS - 7h30:
Dow: +1,07%
SP500: +1,18%
NASDAQ100: +1,03%

COMMODITIES:
MinFe Dailan: +4,41%
Brent: +1,05%
WTI: +0,93%
Soja: +0,30%
Ouro: +1,05%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, independente, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado, enquanto a europeia e a americana estão no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados. O texto não é indicação de compra, manutenção ou venda de ativos.
Futuros dos EUA buscam recuperação após mais uma semana de baixa em Wall Street
 

Artigos Relacionados

Yago Prates
Todos os Caminhos Levam à Inflação Por Yago Prates - 21.06.2022

A maior economia do mundo vem dando sinais de que está perdendo o fôlego e, dia após dia, a tese de que a economia norte americana irá entrar em recessão ganha mais adeptos. A...

Fabio Pestana Bezerra
Brasil, Investir ou Correr? Por Fabio Pestana Bezerra - 17.06.2022 2

Quando falarmos sobre o Brasil, certamente o nível de incerteza excederá o preço computado dentro das probabilidades de inadimplência e risco país. Os Swaps de Credit Default de...

Futuros dos EUA buscam recuperação após mais uma semana de baixa em Wall Street

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (1)
Edgar Pontim Edgar Pontim
Edgar Pontim Edgar Pontim 23.05.2022 9:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Os melhores artigis sem sombra de duvidas!Parabens Haramoto!!!!
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail