Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Governando Com o Centrão

br.investing.com/analysis/governando-com-o-centrao-200443510
Governando Com o Centrão
Por Julio Hegedus Netto   |  23.07.2021 09:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

Mais uma semana intensa de acontecimentos, imbróglios políticos, bate bocas, lavagens de roupa suja. Brasília vai se tornando, com o perdão da palavra, de duplo sentido, uma “grande lavanderia”.

Ao sair do hospital, depois de uma internação por obstrução intestinal, Jair Bolsonaro soltou vários “pombos sem asa”, se fartou de falar suas bobagens de sempre, mas uma coisa marcou. Disse que iria vetar o tal fundão eleitoral de R$ 5,7 bilhões. Disse que boa parte destes recursos poderiam ir para os ministérios do Tarcísio Freitas e do Rogério Marinho, todos ciosos por recursos para suas “obras pelo Brasil”. Deve vetar o projeto da LDO, que voltará para a Câmara com os parlamentares votando um novo aporte de recursos para o fundo eleitoral. Talvez não sejam mais R$ 5,7 bilhões, mas muito longe de voltar aos R$ 2 bilhões anteriores. Teremos mais uma “queda de braço” entre presidente e parlamento?

Com certeza, em resposta aos muxoxos de alguns, o presidente já tratou de desarmar algumas bombas contra o Centrão e o colocou no “coração do poder”. Deu a Casa Civil à Ciro Nogueira, do PP do Piauí: sim, este mesmo, que no passado já havia cantado seu apoio ao ex-presidente Lula e chamado o presidente atual de “fascista”. Sim, este mesmo, envolvido nos esquemas da Lava Jato “até o talo”. Para isso, realizou uma “dança das cadeiras”, criando um ministério, antes da cota de Paulo Guedes, do “Emprego e da Previdência”, a ser dado à Onyx Lorenzoni, deslocado da Secretaria Geral de Governo, agora ocupada por Luiz Eduardo Ramos, antes da Casa Civil. Qual objetivo de toda esta movimentação? Amolecer os corações dos senadores, em especial de Rodrigo Pacheco, presidente da casa, considerado um “independente”, e abrindo caminho para uma votação mais favorável de André Mendonça para o STF, na vaga do decano Marco Aurélio Mello.

Há um esvaziamento do ministro Paulo Guedes? Segundo ele, não. O que houve aí foi apenas uma rearrumação gerencial, nada mudando. Onyx não é amigo pessoal do ministro, os dois não são próximos, mas também não são inimigos. Estão na “cota” do presidente. O fato é que com Flavia Arruda na Secretaria de Governo e agora Ciro Nogueira na Casa Civil, toda a articulação política, distribuição de cargos e nomeações passam para a mão do Centrão. Foco, como sempre, de muito fisiologismo e corrupção, será essencial agora a CGU abrir o olho. Para piorar, quando não se cansa de fazer declarações desastradas, Bolsonaro se disse do “Centrão desde sempre”. Não creio que tenha sido um movimento (mais um!) inteligente ou estratégico politicamente, mas cada um sabe de si.

Será assim até outubro de 2022, quando teremos a eleição. Bolsonaro governará em cota com o Centrão, para muitos, um dos artífices de todos os escândalos de corrupção ocorridos no Brasil nos últimos anos. Havia alternativas? A partir do momento que ele, nestes dois anos e meio, foi sempre tensionando as relações, “esticando a corda”, brigando com todos, sem partido e sem espaço no Congresso, cair no colo do Centrão acabou inevitável. Aliás, isso me parece fato. Assim como foi com a ex-presidente Dilma e com Michel Temer, encurralado pelos pedidos de impeachment, o “beijo da morte” sempre acaba como última alternativa. Vamos ver até onde isso vai parar.

Isso tudo trouxe algum ônus ao mercado, que não conseguiu se firmar no azul, sempre muito volátil nesta semana. Na quinta-feira, o Ibovespa avançou um pouco, +0,17%, a 126.146 pontos, na semana registrou três dias de ganhos seguidos, depois de uma segunda-feira com forte tombo, acumulando +0,15% de ganho, recuando 0,52% no mês e avançando 5,99% no ano. Já o dólar, dado este ambiente político açodado, fechou o dia em alta de 0,41%, a R$ 5,2130. Na semana a moeda americana acumula +1,74% e no mês 4,82%.

Embora o ambiente político siga no radar, uma boa notícia na semana foi a arrecadação federal de junho, avançando bem contra o mesmo mês do ano passado (acima de 40%) o que deve ser um bom indício para a aprovação da reforma tributária no retorno do Congresso agora em agosto. Será mais fácil o forte corte do IRPJ, de 25% para 12,5% em dois anos, o que deve ser compensado pelo avanço da arrecadação e a retomada da economia, depois do fundo do poço em 2020 (-4,2%).

No exterior, ao contrário, o BCE resolveu ser dovish e agir com a devida cautela, mantendo a política de afrouxamento monetário, o que tende a derrubar o euro. Disse Christine Lagarde que espera o cenário com mais clareza, com pandemia, inflação e vacinação, para ver o que deve ser feito para iniciar o ciclo de aperto monetário. Nos EUA, os dados de pedido de seguro desemprego e de atividade econômica do Fed, mais fracos do que o esperado, lançam novas luzes sobre a retomada da economia norte-americana (seu ritmo) e os sustos com a inflação. E ainda temos a temporada de balanços corporativos nos EUA, também a influenciar os mercados.

Na agenda do dia, muitos indicadores de atividade, como os PMI da Alemanha, Zona do Euro e EUA, além do IPCA-15 de julho no Brasil. Este último deve vir mais elevado, contaminado pelos reajustes de energia elétrica, decorrentes da crise hídrica, o que deve levar o BACEN, no Copom de agosto, a ser mais agressivo ou não, elevando a Selic em 1 ponto percentual ou 0,75 ponto percentual. Tudo irá depender da tendência de inflação e retomada da economia.

Bom fim de semana a todos!

Governando Com o Centrão
 

Artigos Relacionados

Governando Com o Centrão

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (4)
Bartola Silva
Bartola Silva 23.07.2021 11:23
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
que decepção c os militares desse pais
Milton Heyde de Macedo
Milton Heyde de Macedo 23.07.2021 10:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
#GENOCIDA na Cadeia JA
Milton Heyde de Macedo
Milton Heyde de Macedo 23.07.2021 10:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Nada com o centrao pode dar certo
Mant Newmann
MaNve 23.07.2021 10:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Onyx, o corrupto condenado? PP, o partido líder do petrolao que saqueou a Petrobrás? Ciro Nogueira, aliado do Lula? Estão se sentindo em casa.... Nada como ter o Rei da Rachadinha, com 30 anos de roubalheira no congresso, para corteja-los. Só defendem Bozo e Lula quem está ganhando uma teta ou quem é cego
Rômulo Viol
Rômulo Viol 23.07.2021 10:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Esqueceu do Ricardo Barros e agora o Ciro Nogueira... rsrsrsrsr
Rômulo Viol
Rômulo Viol 23.07.2021 10:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Esqueceu do Ricardo Barros e agora o Ciro Nogueira... rsrsrsrsr
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail