Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

No Olho do Furacão

br.investing.com/analysis/no-olho-do-furacao-200443608
No Olho do Furacão
Por Julio Hegedus Netto   |  28.07.2021 08:43
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

Terça-feira foi um dia infernal para os mercados. Além da já prevista cautela com a reunião do Fed, a se definir hoje, tivemos a variante Delta a assustar o mundo e novas regulações impostas pelas autoridades chinesas aos setores de tecnologia e educação, derrubando os mercados ao redor do mundo. A aversão ao risco dominou o cenário, com as bolsas em NY com destaque para a Nasdaq “corrigindo”, assim como no Brasil.

Por aqui, a bolsa de valores acabou fechando em queda de 1,1%, a 124.612 pontos, pelos fatores externos citados, mas também pela sinalização de que o Copom pode ser mais rigoroso no aperto monetário a ser adotado na próxima semana (dia 6). Na semana, o índice paulistano recua 0,35%, no mês 1,73% e no ano ainda sobe 4,70%.

Recuaram fortes os papéis ligados ao varejo e à construção, mas também as empresas blue chips como Petrobras (SA:PETR4) e Vale (SA:VALE3). No mercado de juros, as taxas curtas deram uma boa “esticada”, subindo 1 ponto percentual, diante do desconforto com a inflação elevada, assim como as longas, também em alta, pelo mau humor externo. No câmbio, o dólar oscilou muito contra o real, terminando o dia em suave alta de 0,06%, a R$ 5,1775.

Tudo nos leva a crer que teremos um Copom mais rigoroso (hawkish) na reunião da semana que vem (dia 6), agora com as “apostas” em torno de 1 ponto de ajuste, a 5,25%, ou mesmo 1,25 p.p., a 5,5%. A contribuir o IPCA-15 mais elevado e os ajustes da pesquisa Focus. A inflação está vindo mais elevada nos serviços, na tarifa de energia elétrica, e também pelo choque de preços nos alimentos por causa da entrada de uma frente polar no país, derrubando as safras de in natura.

Nos mercados globais, boa parte do tombo ocorrido se justificou pela “intervenção regulatória do governo chinês sobre os setores de educação, com destaque para tutorias privadas. Muitos acham que agora o governo deve ir em cima do mercado imobiliário, restringindo seu financiamento, visando conter o preço dos imóveis e a alavancagem do setor. Os avanços da variante Delta também preocupam. Ontem, as autoridades americanas obrigaram as pessoas a usarem máscara em ambientes fechados. A Casa Branca, no entanto, só considera a incidência desta cepa entre os que ainda não se vacinaram.

Em paralelo, observamos avanços no Congresso sobre o pacote de infraestrutura e expectativas sobre o que será dito pelo presidente do Fed Jerome Powell, hoje, ao fim da reunião do Fomc. No mercado de NY, o Dow Jones fechou em queda de 0,24%, a 35.058 pontos, o S&P 500 recuando 0,47%, a 4.401 pontos e o Nasdaq (NASDAQ:NDAQ) (SA:N1DA34) “sofrendo mais”, caindo 1,21%, a 14.660 pontos. No mercado de treasuries, os de dois anos fecharam próximos à estabilidade (0,199%), os de 10 anos, a 1,32% e os de 30 anos 1,886%, todos em tendência de queda. Isso reforça esta postura mais dowish por parte do Fed na reunião desta semana, isso já “precificado” pelo mercado. Não teremos novidades relevantes. No dólar, pelo DXY, a queda foi de 0,23%, a 92,432 pontos.

No Brasil, os dados externos do BACEN de junho mostraram que o resultado em conta corrente acabou positivo em US$ 2,79 bilhões, chamando atenção o forte crescimento das remessas de lucros, US$ 1,58 bilhão, não havendo uma justificativa técnica, bem acima do registrado no mesmo mês do ano passado (US$ 228 milhões), e apenas US$ 174 milhões em investimentos externo direto no País, 96,6% menores do que o registrado no mesmo mês do ano passado. Este é o menor valor para os meses de junho em toda a série histórica do BACEN.

Em ambos os casos, um recado sobre a tributação de 20% nos lucros e dividendos, o que deve gerar uma “fuga de investidores”. As empresas estão antecipando remessas para fugir desta tributação.

Na política, confirmou-se a “dança das cadeiras” no ministério do governo Bolsonaro, com Ciro Nogueira assumindo a Casa Civil, deslocando Luiz Eduardo Ramos para a Secretaria Geral e Onyx Lorenzoni para o Ministério do Trabalho e Previdência, então criado.

Na verdade, chama atenção que este ministério veio de uma área do antes “super ministério da Economia” de Paulo Guedes, em processo de “esvaziamento”. Em resposta, Guedes já vai tratando de se proteger. Uma mudança por lá foi “rebatizar” a atual Secretaria Especial de Fazenda, integrando-a às secretarias do Orçamento Federal e do Tesouro. Passa a valer agora “Secretaria Especial do Tesouro e Orçamento”. O objetivo seria “realizar uma maior integração entre as duas secretarias e melhorar a comunicação nas suas várias dimensões”. Nossa leitura, porém, é de que esta decisão de Guedes foi mais um esforço para se proteger dos “ataques” do Centrão, querendo “recriar” o Ministério do Planejamento, mais um “sob o seu chapéu”.

Por fim, o FMI revisou algumas estimativas para a economia global, neste ano e no próximo. No Brasil, o PIB deve crescer 5,3% em 2021 e 1,9% em 2022. 

Vamos conversando! 

Bons negócios! 

No Olho do Furacão
 

Artigos Relacionados

No Olho do Furacão

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail