Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

O que Esperar das Ações das Empresas Petrolíferas no Segundo Semestre?

Por Ellen R. Wald, Ph.D.Commodities13.08.2020 08:27
br.investing.com/analysis/oil-stocks-how-much-recovery-can-we-expect-in-the-rest-of-2020-200436724
O que Esperar das Ações das Empresas Petrolíferas no Segundo Semestre?
Por Ellen R. Wald, Ph.D.   |  13.08.2020 08:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 

Publicado originalmente em inglês em 13/08/2020

O segundo trimestre foi ruim para as empresas petrolíferas. Gigantes da indústria, como Exxon Mobil (NYSE:XOM) e Chevron (NYSE:CVX) registraram prejuízos de bilhões de dólares. Até mesmo a Saudi Aramco (SE:2222), empresa petrolífera mais rentável do mundo, registrou um declínio de 73% no lucro em comparação com o mesmo período do ano passado.

Tudo isso já era esperado, na medida em que a política de superprodução da Arábia Saudita em abril fez disparar a oferta de petróleo, ao mesmo tempo em que provocou a queda dos preços. O mais sintomático é que isso aconteceu durante a adoção de medidas de confinamento para conter a disseminação da pandemia de coronavírus, que devastou a demanda petrolífera.

Em razão desses acontecimentos, é preciso levar em consideração duas importantes questões:

  1. Quanto os preços do petróleo podem se recuperar agora que a Arábia Saudita voltou aos seus níveis normais de produção e os países estão reabrindo suas economias?
  2. Será que as empresas petrolíferas terão um desempenho melhor no segundo semestre de 2020?

O problema com a perspectiva da Saudi Aramco

A Saudi Aramco apresentou uma visão bastante positiva para o segundo semestre do ano durante sua teleconferência na segunda-feira. De acordo com o CEO da empresa, Amin Nasser, a gigante do setor de energia acredita que o crescimento do consumo de petróleo na Ásia ajudará a recuperar os lucros na segunda metade do ano. Aparentemente, essa parece ser uma boa estratégia. A Ásia, em especial a China, registrou a maior queda na demanda de petróleo no início de 2020 e já estava começando a ver um repique em março e abril, quando o consumo petrolífero na Europa e na América do Norte atingia seu ponto mais baixo.

Entre 70% e 75% das vendas de petróleo da Saudi Aramco têm como destino a Ásia, portanto a empresa deve se beneficiar mais com a retomada da demanda no continente. Entretanto, existe um problema sério com essa perspectiva.

O petróleo é uma commodity global, e a demanda asiática não é o fator preponderante na definição da cotação do produto no mundo. Mesmo com o crescimento da demanda na China nos últimos meses, os preços do produto permaneceram estáveis, oscilando levemente dentro da faixa de US$ 40-45 nos últimos dois meses e meio.

Os Estados Unidos são os maiores consumidores de petróleo e a maior potência econômica do planeta; portanto, o noticiário econômico e os dados de consumo petrolífero no país tendem a exercer mais influência sobre a cotação mundial do petróleo do que essas mesmas informações na China. Se os preços do mercado não subirem, a Aramco enfrentará dificuldades em elevar seus preços oficiais.

Petróleo WTI Futuro - Semanal
Petróleo WTI Futuro - Semanal

Além disso, a Aramco está de mãos atadas diante do compromisso da Arábia Saudita com os cortes de produção da Opep+. O custo de produção da estatal saudita é tão baixo que até mesmo quando o preço do petróleo está deprimido, a Aramco consegue aumentar seu lucro vendendo mais petróleo para a Ásia. A China, em particular, mostra-se especialmente disposta a adquirir mais petróleo para armazenamento quando o preço cai. Entretanto, como a Arábia Saudita está comprometida em manter a produção petrolífera em 9 milhões de bpd, sua empresa estatal não consegue aumentar suas vendas para o país asiático, a menos que reduza seus próprios estoques.

Desafios de demanda petrolífera

A perspectiva de demanda do petróleo nos Estados Unidos e Europa continua indefinida, com algumas indicações de que está melhorando, mas o crescimento ainda é modesto. A utilização de refinarias nos Estados Unidos melhorou na semana passada para 80% (embora esse número possa ser atribuído parcialmente a uma mudança no conjunto de refinarias incluídas) e os estoques de petróleo registraram queda de 4,5 milhões de barris. Entretanto, o armazenamento total de gasolina automotiva aumentou em 700.000 barris na semana passada. Os estoques de petróleo bruto, gasolina e diesel continuam bem acima da média para esta época do ano.

Na Europa, o Reino Unido divulgou que entrou na pior recessão entre todas as economias mundiais. Mesmo com os governos deixando de restringir a atividade econômica, a recessão causada por essas políticas continuará impactando negativamente a demanda petrolífera e deve manter os preços deprimidos apesar da atividade na Ásia.

Resumo

O freio na produção não foi suficiente para elevar os preços acima da faixa de US$ 40-45. Exceto por uma catástrofe na oferta, precisaremos de notícias excepcionais envolvendo a demanda para vermos um salto significativo nos preços. Entretanto, os principais consumidores de petróleo ainda estão começando a enfrentar devidamente suas condições econômicas e precisam superar o medo do vírus, portanto é difícil imaginar um crescimento da demanda no futuro imediato.

As empresas de petróleo se sairão melhor no segundo semestre, pois os meses de março e abril foram excepcionalmente ruins. No entanto, sem uma demanda capaz de consumir um volume maior de petróleo e elevar os preços, os investidores não devem alimentar expectativas de grandes notícias.

O que Esperar das Ações das Empresas Petrolíferas no Segundo Semestre?
 

Artigos Relacionados

Marcelo Fraga Moreira
Depende do Ponto de Vista Por Marcelo Fraga Moreira - 20.09.2021 1

Mais uma semana com o mercado lateralizado e respeitando o piso da média móvel dos 50 dias @ 184,50 centavos de dólar por libra-peso. O contrato Dez-21 terminou a semana cotado @...

O que Esperar das Ações das Empresas Petrolíferas no Segundo Semestre?

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (5)
Andrea Bentes
Andrea Bentes 13.08.2020 18:21
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Não precisa nem ser nenhum analista ,especialista da área econômica para saber que no 2 semestre com as economia e voltando a reabrir por causa do covid e as vacinas a tendência é ser MELHOR que esse semestre totalmente impactado pelo covid! Mas o mercado financeiro é totalmente previsível e manipulado pelos grandes e a lei de Lavoisier permanece rs, quem não aproveitou o circuit breaker de março para ir ás compras vacilou, PQ com a economia globalizada e o interesse de todos pela não quebra do mercado, predominaria, só se todos morressem, o uma guerra química com destruição do MUNDO, para achar que o mercado não iria recuperar daquelas baixas. O crash da bolsa de 1929 jamais se repetiria, vivemos em um mundo globalizado, onde esse isso não interessa mais à ninguém!!!!
Andrea Bentes
Andrea Bentes 13.08.2020 18:21
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
com as #economias
marivaldo holanda
marivaldo holanda 13.08.2020 18:21
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
serena opinião!porém acredito q o mercado e maníaco _depressivo e está na fase de depressao
Fernando Pio Cartaxo
Fernando Pio Cartaxo 13.08.2020 13:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Esse gráfico semanal do petróleo deve ta dando um baita medo nos comprados na commodity e uma euforia grande nos vendidos.. kkkkkk
Leandro Leandro
Leandro Leandro 13.08.2020 11:57
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Obrigado é Bom dia!
William R Vieira
William R Vieira 13.08.2020 10:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bom dia muito ! Excelente análise... podemos esperar algum impacto na estatal brasileira?
Danilo Silva
Danilo Silva 13.08.2020 10:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Isso aí
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail