😎 Promoção de meio de ano - Até 50% de desconto em ações selecionadas por IA no InvestingProGARANTA JÁ SUA OFERTA

Risco de recessão nos EUA cresce rapidamente - estamos em um ponto de inflexão?

Publicado 10.07.2024, 13:26

A julgar pela análise de alguns no mercado, uma recessão é vista como inevitável nos EUA. Os mais cautelosos sugerem que a expansão econômica persiste, embora por uma margem estreita, e preveem que uma recessão formal pode se iniciar nos próximos meses.

É difícil descartar totalmente qualquer previsão, mas uma revisão abrangente de dados econômicos e financeiros ainda permite um debate. Sim, os riscos macroeconômicos estão crescendo nos EUA, porém, a economia ainda não alcançou um ponto crítico.

Comecemos por discutir um indicador que tem sido central nas discussões recentes sobre recessão: a regra de Sahm. Criada pela economista Claudia Sahm, essa regra define o ponto de inflexão para recessão quando o indicador aumenta 0,50 pontos percentuais ou mais, com base na média de três meses relativamente ao mínimo das médias de três meses nos últimos 12 meses. A leitura atual de junho é de 0,43, o que indica que um alerta formal de recessão poderia ser emitido já na próxima atualização de julho.

Indicador de Recessão Sahm Rule

O indicador Sahm é reconhecido por sua precisão histórica, e seus alertas não devem ser negligenciados. No entanto, depender de um único indicador — que neste caso é informado apenas por dados de desemprego — é arriscado, pois nenhum modelo ou métrica é perfeito na análise de ciclos econômicos. Não faz muito tempo, a curva de rendimento do Tesouro era celebrada por seu registro quase perfeito como um indicador de recessão. Entretanto, mesmo após a curva se inverter, a economia dos EUA continuou a crescer por mais de um ano e meio.

Prever recessões sempre envolve um equilíbrio entre precisão e confiabilidade. Focar em um geralmente significa comprometer o outro. O desafio está em encontrar o equilíbrio adequado. Esse equilíbrio é o foco do US Business Cycle Risk Report, uma publicação associada ao CapitalSpectator.com.

Atualmente, a modelagem desse boletim ainda destaca um risco crescente de recessão. Como discutido na edição mais recente, dois indicadores proprietários de ciclo de negócios estão sinalizando um crescimento mais fraco, aproximando-se de pontos que indicam uma recessão conforme definido pela NBER.EMI e ETI

No entanto, as projeções de curto prazo para os dois indicadores acima sugerem que a atividade econômica nos EUA está se estabilizando, embora em um ritmo lento até agosto.

As projeções podem mudar com novos dados, mas por enquanto, as chances favorecem a continuação de um crescimento lento no futuro próximo.ETI e EMI

Além disso, uma revisão de outros indicadores de ciclo econômico mostra uma força relativa na produção. Por exemplo, o Índice ADS do Fed de Filadélfia e o Índice Econômico Semanal do Fed de Dallas refletem claramente uma tendência de crescimento até o final de junho.

A agregação de vários benchmarks de ciclo de negócios e a estimativa da probabilidade implícita de risco de recessão também indicam uma probabilidade um pouco maior, mas ainda baixa, de que uma contração econômica tenha começado ou esteja prestes a começar. O Indicador de Probabilidade de Recessão Composto, principal referência para o US Business Cycle Risk Report, estima atualmente cerca de 9% de chance de a economia dos EUA estar se contraindo ou prestes a se contrair em um futuro muito próximo.

Estimativas do Modelo Probit Diário CRPI

Conclusão: o risco de recessão aumentou, mas ainda é cedo para afirmar com confiança que um declínio já começou. As condições podem se deteriorar nas próximas semanas, mas por agora, o crescimento lento é o mais provável para o cenário de curto prazo.

***

PARE DE INVESTIR NO ESCURO! Não sabe se uma ação pode subir ou se é boa pagadora de dividendos?

Descubra agora com poucos cliques no InvestingPro e ainda tenha acesso a:

  • ProPicks: Estratégias que usam IA para selecionar ações explosivas.
  • Preço-justo: Saiba se uma ação está cara ou barata com base em seus fundamentos.
  • ProTips: Dicas rápidas e diretas para descomplicar informações financeiras.
  • Filtro avançado: Encontre as melhores ações com base em centenas de métricas.
  • Ideias: Descubra como os maiores gestores do mundo estão posicionados e copie suas estratégias.
  • Dados de nível institucional: Monte suas próprias estratégias com ações de todo o mundo.
  • Navegação turbo: As páginas do Investing.com carregam mais rápido, sem anúncios.

Plataforma InvestingPro

APENAS 10 CUPONS DE DESCONTO! Aproveite o seu antes que acabe: use o cupom BRINVISTA ganhe um desconto adicional na promoção de 1 ou 2 anos do Pro ou Pro+. Clique aqui!

Últimos comentários

Carregando o próximo artigo...
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.