Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Energia e metais preciosos: Nova droga contra Covid-19 da Merck pode animar os mercados

Commodities 03.10.2021 13:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters.

Por Barani Krishnan

Investing.com - Esqueça que a Opep+ vai se reunir novamente na segunda-feira. Ou que o relatório de empregos dos EUA para setembro sai sexta-feira.

Em vez disso, pense no anúncio do medicamento contra Covid da Merck (NYSE:MRK) (SA:MRCK34) na última sexta-feira, porque isso pode ser mais importante para risco a curto prazo que qualquer outra coisa.

Para aqueles que se lembram, os ativos globais de risco ganharam um grande fôlego quando as eficácias das vacinas contra Covid-19 foram anunciadas pela primeira vez em novembro ( Pfizer (NYSE:PFE) (SA:PFIZ34) 95%, Moderna (NASDAQ:MRNA) (SA:M1RN34) 94%). O Brent, referência internacional para o petróleo, saltou 27% só naquele mês, e já subiu 53% este ano.

Na verdade, ainda é muito cedo para a droga da Merck, o primeiro medicamento oral do seu tipo para o coronavírus. Apesar da euforia inicial com as vacinas, suas implantações não se deram bem como imaginado, com as áreas mais pobres do mundo ainda à espera de doses enquanto a política faz com que exista um grande número de pessoas não vacinadas nos países mais privilegiados.

O que está evidente é que as nações estão pressionando para manter suas economias abertas, apesar do terror da Covid reintroduzido pela variante delta. Mas o que também impede muitas pessoas de retomar uma "vida normal" é o medo da infeção por novos casos que continuam a disparar de vez em quando.

Vale notar que a Merck afirma que a pílula molnupiravir, desenvolvida em conjunto com a Ridgeback Biotherapeutics, reduziu o risco de hospitalização ou morte em aproximadamente 50% entre pacientes não vacinados.

A eficácia do molnupiravir não foi impactada pelo tempo de início dos sintomas ou por fatores de risco subjacentes dos pacientes, mostrou o estudo da Merck. Ele também demonstrou eficácia consistente no tratamento de todas as variantes da Covid, incluindo a delta, atualmente predominante e altamente transmissível.

A Merck diz que já começou a produzir o molnupiravir. A gigante farmacêutica espera produzir 10 milhões de doses de tratamento até o final de 2021, com mais doses sendo produzidas em 2022.

A empresa concordou, no início deste ano, em fornecer aos EUA cerca de 1,7 milhão de doses do molnupiravir, sujeito à autorização de uso emergencial da Food and Drug Administration para o medicamento. O governo federal também tem a opção de comprar doses adicionais se o medicamento for aprovado, disse Jeff Zients, coordenador de resposta do coronavírus da Casa Branca, em uma coletiva na sexta-feira.

A Merck firmou acordos de fornecimento e compra para o medicamento com outros governos, condicionados às autorizações regulatórias, e está em negociações com outros governos para o fornecimento do molnupiravir.

A companhia planeja implementar uma abordagem de preços escalonada com base nos critérios de renda nacional do Banco Mundial, a fim de garantir acesso global ao molnupiravir. A Merck já havia anunciado que tinha firmado acordos de licenciamento voluntários não exclusivos para o molnupiravir com fabricantes de genéricos, uma iniciativa que objetiva ajudar países de baixa e média renda a conseguir acesso ao tratamento. Esses acordos também estão pendentes de aprovação ou autorização de uso emergencial por parte dos reguladores locais.

Enquanto a Merck aguarda a aprovação da FDA para a pílula, a ideia de um divisor de águas que pode ser mais aceitável que uma vacina poderia varrer os mercados em um novo fervor de risco.

Além de galvanizar o apetite por risco, a pílula pode ajudar a estimular a recuperação de empregos em maior número, convencendo o Federal Reserve a decidir com ousadia a respeito da redução de estímulos e eventual aumento de taxas. Sim, os touros que salivam sobre novas altas nos preços do petróleo e das ações também não devem esquecer a perspectiva de uma ação mais rápida por parte do Fed.

Com a ameaça da inflação ficando a cada dia mais fora de controle, colocar as pessoas para trabalhar de volta e consertar as cadeias de suprimento deveria ser uma prioridade maior, mesmo que signifique atrair taxas de juros mais altas que possam moderar o otimismo dos mercados.

Resumo do mercado e dos preços do petróleo

O petróleo teve seu melhor mês em três em setembro, ganhando quase 10%. A commodity também teve uma forte estreia em outubro, com base na euforia com a pílula para Covid da Merck, apesar das notícias de que a Opep+ pretende despejar mais barris no mercado do que o inicialmente planejado.

O petróleo WTI, negociado em Nova York e referência de preço nos EUA, fechou o primeiro pregão de outubro em alta de US$ 0,85, ou 1,1%, a US$ 75,88 por barril. Na semana, o WTI teve aumento de 2,6%. Em setembro, ele teve ganhos de 9,5%, os maiores desde junho. Para o terceiro trimestre, o benchmark do petróleo bruto dos EUA avançou 2%.

O Brent, negociado em Londres e referência global para o petróleo, fechou o pregão de sexta-feira a US$ 79,28, uma alta de US$ 0,97, ou 1,2%. O Brent avançou 1,9% na semana. Em setembro, ele teve ganhos de 7,6%, os maiores desde junho. Para o terceiro trimestre, o benchmark global do petróleo bruto avançou 4,5%.

A Opep+, que inclui a Organização dos Países Exportadores de Petróleo, grupo de 13 membros liderados pela Arábia Saudita, e um grupo de 10 outros produtores capitaneados pela Rússia, está cogitando ir além do seu acordo atual de impulsionar a produção em 400.000 barris por dia durante a sua reunião na próxima semana, segundo quatro fontes familiarizadas com a linha de raciocínio da aliança.

O movimento ocorre em um cenário de quase três anos de alta nos preços do petróleo e pressão dos consumidores por mais oferta, afirmam essas fontes.

Embora a Opep+ tenha inicialmente represado as demandas por mais petróleo durante o verão do hemisfério norte vindas de uma Casa Branca que tentava conter a inflação, "desta vez é diferente", afirmou Ed Moya, analista da plataforma de negociação online OANDA.

"A Opep poderia facilmente justificar uma entrega maior que o aumento gradual de 400.000 bpd em novembro, e provavelmente deveriam levar isso em consideração", disse Moya. "O aperto energético pode desencadear uma volatilidade considerável e diminuir as perspectivas de crescimento global, de modo que a Opep+ deveria considerar um ajuste".

Os preços do gás natural aumentaram 35% na negociação nos EUA em setembro, devido a temores de que todo o hemisfério norte - que abrange a América do Norte, a Europa, os dois terços setentrionais da África e a maior parte da Ásia - pode ficar sem combustível para geração de eletricidade nos próximos meses, além de aquecimento no inverno.

O efeito dominó do gás fez até com que o carvão – a commodity menos amada do mundo em termos de uma perspectiva ambiental – dobrasse de preço. O carvão térmico australiano no Porto de Newcastle, referência para o vasto mercado asiático, subiu 106% este ano para mais de US$ 166 por tonelada métrica, de acordo com os dados de preços do final de setembro.

"As pessoas estão começando a falar a palavra ‘crise’ no que diz respeito à Europa”, John Kilduff, sócio do fundo de hedge energético Again Capital, de Nova York, disse à CNBC. "A Europa está bem na mira da caçapa agora que o inverno se aproxima. Isso vai colocar em evidência essa commodity, que tem sido negligenciada nos últimos anos".

O preço de manter as luzes acesas triplicou na Espanha, reflexo de um aumento mais generalizado nas contas de luz em toda a União Europeia nas últimas semanas. Espanha, Itália, Grécia, Grã-Bretanha e outros países estão planejando medidas nacionais, que vão desde subsídios a limites de preços, com o objetivo de proteger os cidadãos do aumento dos custos enquanto as economias se recuperam da pandemia de Covid-19.

Resumo do mercado e dos preços do ouro

Num sinal de que o pior pode ter terminado – pelo menos por enquanto – o ouro apresentou ganhos modestos no início das negociações de outubro, juntando-se à maioria dos ativos de risco na tentativa de se recuperar da viagem infernal de setembro.

Um recuo tanto no dólar como nos rendimentos do Tesouro dos EUA também ajudou o ouro a registrar uma segunda semana consecutiva de ganhos, ainda que pequenos.

O contrato mais ativo dos futuros de ouro dos EUA, para dezembro, fechou o pregão de sexta-feira a US$ 1.758,40 por onça na Comex de Nova York, alta de US$ 1,40, ou 0,1%.

Na semana, ele conseguiu avançar 0,4%, apesar da surra de 2% de quinta-feira que contribuiu para a tórrida perda de 3,4% em setembro.

"Podemos estar vendo o ouro aproveitar alguns fluxos de porto seguro à medida que as perspectivas se tornam cada vez mais incertas", afirmou Craig Erlam, analista da plataforma de negociação online OANDA.

"Será interessante ver se ele consegue manter esses ganhos se a aversão ao risco continuar nas próximas semanas. Ainda existem muitos obstáculos para uma alta, fazendo com que qualquer escalada seja muito desafiadora. O primeiro desses obstáculos é o patamar de US$ 1.760, onde ele bateu sua resistência ontem, seguido dos US$ 1.780".

Calendário dos mercados de energia

Segunda-feira, 4 de outubro

Estimativas Cushing de estoque bruto (privado)

Terça-feira, 5 de outubro

Relatório semanal de estoques de petróleo do American Petroleum Institute

Quarta-feira, 6 de outubro

Relatório semanal da EIA sobre os estoques de petróleo bruto

Relatório semanal da EIA sobre os estoques de gasolina

Relatório semanal da EIA sobre os estoques de destilados

Quinta-feira, 7 de outubro

Relatório semanal da EIA sobre armazenamento de gás natural

Sexta-feira, 8 de outubro

Pesquisa semanal da Baker Hughes sobre plataformas de petróleo dos EUA

Isenção de responsabilidade: Barani Krishnan emprega inúmeros pontos de vista além do seu próprio a fim de trazer diversidade à sua análise de qualquer mercado. Por questões de neutralidade, ele às vezes apresenta visões contraditórias e variáveis do mercado. Ele não detém posição nas commodities e valores mobiliários sobre os quais escreve.

Energia e metais preciosos: Nova droga contra Covid-19 da Merck pode animar os mercados
 

Artigos Relacionados

Os Futuros de Ouro caíram durante a sessão asiática
Os Futuros de Ouro caíram durante a sessão asiática Por Investing.com - 30.06.2022

Investing.com - Os Futuros de Ouro caíram durante a sessão asiática na quinta-feira.Na divisão Comex da Bolsa Mercantil de Nova York, Os Futuros de Ouro em Agosto foram negociados...

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (19)
Dirceu Machado
Dirceu Machado 04.10.2021 16:15
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ANP autorizou o Porto Sudeste (PSVM11- Mubadala & Trafigura) a operar granéis líquidos petróleo e derivados na modalidade "Ship to Ship" atracado . Fato Relevante publicado em 17/09/ 21, diário oficial da União 16/ 09/ 21.
Ricardo Tanaka
JapaRicoTrader 04.10.2021 7:27
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Medicamento experimental!!!??? Pra malária mais de 30 anos de uso e o de verme prêmio nobel de medicina 🤔⁉️🤔❓🤔🇧🇷🇧🇷😎😎
Ray Redington
Ray Redington 03.10.2021 23:28
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Na dúvida vamos aguardar o nosso ministério se pronunciar. Se adotarem o remédio já sabe: não presta! Se rejeitarem, é porque funciona. Simples!
Marcelo Cunha
Marcelo Cunha 03.10.2021 21:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bela Mercka... Ivermectina, Cloroquina já fazem o tratamento. As vacinas não serviram pra NADA, só burro não enxerga. Matéria lixo. Como quase todas daqui.
Anderson santos
Anderson santos 03.10.2021 21:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Fonte do Marcelo: redes sociais.
Everton Gardes
Everton Gardes 03.10.2021 21:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bolsolixo
Robison Luis
Robison 03.10.2021 20:52
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Pandora Papers: Guedes tem R$ 50 milhões em paraíso fiscal. Segundo projeto jornalístico, ministro criou uma offshore chamada Dreadnoughts International nas Ilhas Virgens Britânicas. Segundo esses veículos, Guedes criou a offshore em setembro de 2014, nas Ilhas Virgens Britânicas e ao longo dos meses seguintes depositou um total de US$ 9,55 milhões na conta da empresa. Embora manter offshores não seja ilegal - desde que os valores sejam devidamente declarados à Receita Federal -, um artigo do Código de Conduta da Alta Administração Pública proíbe autoridades públicas de investirem em bens "cujo valor ou cotação possa ser afetado por decisão ou política governamental" a respeito da qual o funcionário tenha "informações privilegiadas, em razão do cargo ou função". A pergunta a se fazer é: De onde saiu este dinheiro? Será que do fundo de pensão que ele foi acusado de fraudar e que só foi inocentado depois que virou ministro e com a ajudinha do incompetente corrupto?
Mant Neuman
BombeirAristides 03.10.2021 20:52
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Dólar alto nao é bom para o Brasil, é bom para o bolso do Jegues, que fez valorizar seus milhões de dólares no paraíso fiscal.
Flavio Moura
Flavio Moura 03.10.2021 20:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ferre-se eu e mais um bando que conheço se tratou com remédios denomizados pela gIobo e Doria...não quero nem saber...enqto não se tinha vacina Tamiflu serviu para ajudar nos sintomas da H1N1...experiência também é ciencia, enquanto não se tinha isqueiro e fósforo era batendo duas pedras ou esfregando graveto que se fazia fogo...
Ruy Novaes
Ruy Novaes 03.10.2021 18:29
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ricardo Silva
Ricardo Silva 03.10.2021 18:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mas já tem a cloroquina. Porque nenhum país usa? Kkkkkkkkkk
David Soares
David Soares 03.10.2021 18:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
China usa...pesquisa ai
Tiago Barbosa
Tiago Barbosa 03.10.2021 18:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Uau! A coronavac não vale nada segundo bolsominions porque veio da China agora se a China usa um remédio que o Bolsonaro prescreve então vale? Gado não tem neurônios mesmo
Mant Neuman
BombeirAristides 03.10.2021 18:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Tiago Barbosa  China, Cuba e Venezuela... Sensacional !!!!
Flavio Moura
Flavio Moura 03.10.2021 18:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
segundo Tarcísio Meira Agnaldo Timóteo e tantos outros que tomara Coronavac e morreram de covid não presta mesmo!
Anderson santos
Anderson santos 03.10.2021 17:32
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A alta pelo remedio foi sexta feira. Ja acabou.
Anderson santos
Anderson santos 03.10.2021 17:31
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
A alta pelo remedio foi sexta feira. Ja acanou.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail