📖 Guia da Temporada de Balanços: Saiba as melhores ações escolhidas por IA e lucre no pós-balançoLeia mais

Petróleo fecha em baixa em correção à recente sequência de altas

Publicado 13.01.2021, 14:50
© Reuters.  Petróleo fecha em baixa em correção à recente sequência de altas
LCO
-
CL
-
2222
-

Os contratos futuros de petróleo fecharam em baixa, após operarem grande parte do dia em alta, em resposta ao corte de produção pela Arábia Saudita e ao relatório de estoques nos EUA. O Brent chegou a ultrapassar a marca de US$ 57 pela primeira vez em dez meses, segundo o Commerzbank, que lembra uma alta no barril próxima a 12% na última semana.

O petróleo WTI para fevereiro fechou em baixa de 0,56%, em US$ 52,91 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex), e o Brent para março recuou 0,92%, a US$ 56,06 o barril, na Intercontinental Exchange (ICE).

Nesta quarta foi divulgado que a Saudi Aramco (SE:2222) passará a ofertar níveis menores de petróleo bruto a partir do mês que vem como parte de contratos a longo prazo, distribuindo a algumas processadoras asiáticas cerca de 20% a 30% a menos em relação volume que elas desejavam. A queda no suprimento ocorre após os sauditas se comprometerem a cortar sua produção da commodity em 1 milhão de barris por dia em fevereiro e março.

O secretário-geral da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), Mohammed Barkindo, afirmou nesta quarta que a entidade mantém seu compromisso de ajudar o mercado da commodity a se recuperar neste ano, após o choque com a pandemia da covid-19 em 2020. Durante evento virtual, ele comentou que a Opep e aliados como a Rússia, que formam o grupo chamado Opep+, têm adotado "uma estratégia flexível" no mercado, a fim de apoiar os preços e responder ao quadro na oferta e demanda.

No entanto, a Petro-Logistics, empresa de consultoria especializada em rastreamento de navios petroleiros, estima que os países da Opep+ implementaram apenas 75% de seus cortes de produção em dezembro. "Eles devem aumentar sua produção novamente de forma gradual em janeiro", segundo o Commerzbank. O banco alemão avalia que o "potencial de alta para os preços do petróleo está longe de ser ilimitado, em outras palavras, e uma correção de preço no futuro próximo é provável".

Sobre o relatório do Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês), "houve apenas uma reação silenciosa do mercado ao último relatório. Embora a demanda de produtos tenha aumentado, as medidas de contenção de vírus sugerem que ela permanecerá contida por algum tempo", de acordo com a Capital Economics.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.