Garanta 40% de desconto
🚨 Mercados voláteis? Descubra joias escondidas para lucros extraordináriosDescubra ações agora mesmo

Economistas ajustam previsões para PIB após 2º tri mais forte; Goldman Sachs vê expansão de 3,25%

Publicado 01.09.2023, 15:55
Atualizado 01.09.2023, 15:55
© Reuters.

(.)

SÃO PAULO (Reuters) - O desempenho acima do esperado do PIB brasileiro no segundo trimestre desencadeou revisões para cima nas projeções de economistas de bancos como JPMorgan (NYSE:JPM) e Goldman Sachs (NYSE:GS), enquanto outros adiantaram que devem melhorar suas estimativas de 2023.

O produto interno bruto (PIB) do país cresceu 0,9% de abril a junho sobre os três meses anteriores, apoiado no desempenho forte de serviços e indústria, ficando bem acima da previsão em pesquisa de Reuters de um avanço de 0,3%.

O JPMorgan elevou sua estimativa de expansão da economia brasileira neste ano de 2,4% para 3%, enxergando a performace do PIB ainda impulsionada "pelas exportações e com notável resiliência no consumo privado e do governo".

Os economistas do banco norte-americano também afirmaram que a força geral vista no segundo trimestre os fez revisar a estimativa de PIB do terceiro trimestre de contração de 2% para uma queda de 0,4%, conforme relatório a clientes.

O Goldman Sachs, por sua vez, que aumentou sua previsão de crescimento de 2,65% para 3,25% afirmou em relatório esperar que "a atividade se beneficie de estímulos fiscais e parafiscais (transferências federais robustas para famílias de baixa renda com elevada propensão a consumir), da expansão da massa salarial real e da diminuição da inflação alimentar".

Mas ponderou que há expectativa de que "o impulso reduzido da reabertura econômica, as condições monetárias e financeiras internas restritivas, os elevados níveis de endividamento das famílias, os baixos níveis de ociosidade, a moderação da criação de empregos e a incipiente reviravolta no ciclo de crédito gerem ventos contrários à atividade após o segundo trimestre de 2023".

Anúncio de terceiros. Não é uma oferta ou recomendação do Investing.com. Leia as nossas diretrizes aqui ou remova os anúncios .

A empresa britânica de pesquisa econômica Capital Economics também elevou sua estimativa de crescimento do PIB do Brasil deste ano a "cerca de" 3,5%, ante projeção anterior de 2,3%.

Entre os que sinalizaram mudanças futuras em seus prognósticos, está o Itaú Unibanco (BVMF:ITUB4), que destacou a resiliência do mercado de trabalho e o estímulo fiscal no resultado do segundo trimestre. "Com esse resultado, a nossa projeção para o PIB deste ano -- agora em 2,5% -- deve ser revisada para cima.

O Santander Brasil (BVMF:SANB11) escreveu a clientes que sua previsão de crescimento de 1,9% está "atualmente em revisão, com riscos inclinados para cima", enquanto o Bradesco (BVMF:BBDC4) disse que sua estimativa "será reavaliada para cima, dos atuais 2,1%.

O Bank of America (NYSE:BAC), por sua vez, manteve inalteradas suas perspectivas, uma vez que já tinha uma visão otimista e acima do consenso de mercado de que o PIB avançará 3,0% em 2023. Na pesquisa Focus mais recente, conhecida no começo da semana, a mediana das projeções apontava expansão de 2,31%.

 

(Por Luana Maria Benedito)

Últimos comentários

Só +72 horas para virar Venezuela...
A gadaiada sofrendo demais. sincerente, tô morrendo de pena.
Goldman, JP, gRobo, Investing. Faria Lima,... São todos comunistas. Sou gado e so acredito no meu ladrão de estimação
como o governo está pagando todas as mídias para mentir em todos os números.......a bomba vai estocar logo.....logo....nenhum notícia ruim....tudo tá maravilhoso desde janeiro.......só tonto acredita
Xhola mais que é de graça. Chola até 2034. 🐴🐴🐴🐴🐴🐂🐂🐂🐂🐂
Esse “economistas” gostam de ver uma notícia “boa” pra sairem renovando suas projeções. Em outras palavras, não sabem nada.
vai ficar xholando até quando?
Prece que o mercado acreditou no IBGE. E agora, o bombeiro Aristides vai acreditar também no IBGE ou vai acreditar no gado do ladrão?
O companheiro do IBGE vai produzir muito bons numeros.
L L L L L L 🚀🚀🚀🚀🚀
Ainda está no embalo das Exportações, só que agora no 3 Trimestre e 4 Trimetre é o oposto para exportação e produção de grãos. Em contra partida temos Minério e Petróleo.
Cara! Até eu farei o L de muLa… segura a boca do presidentO pra não estragar tudo!
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.