📖 Guia da Temporada de Balanços: Saiba as melhores ações escolhidas por IA e lucre no pós-balançoLeia mais

Produção industrial recua 1,6% em janeiro, pior que o esperado

Publicado 06.03.2024, 09:07
© Reuters
LEVE3
-
ROMI3
-
WEGE3
-
AERI3
-

Investing.com – A produção industrial brasileira recuou 1,6% em janeiro frente a dezembro, na série com ajuste sazonal, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As expectativas consensuais indicavam uma retração de 1,3%. Em comparação com igual mês do ano anterior, o setor industrial avançou 3,6%.

“Cabe destacar que o mês passado sofreu revisão altista relevante, passando de 1,1% para 1,6%”, alerta João João Savignon, head de pesquisa macroeoconômica da Kínitro.

Em janeiro, a retração ocorreu em duas das quatro grandes categorias econômicas e seis dos 25 ramos industriais pesquisados. O instituto menciona como principais influências negativas nas atividades as indústrias extrativas, com uma queda de 6,3%, além de produtos alimentícios, com perda de 5,0%, confecção de artigos do vestuário e acessórios, que tiveram baixa de 6,4 na produção e de produtos têxteis, com diminuição em 4,2%.

Entre as dezoito atividades com alta na produção, o IBGE cita como destaques os produtos químicos, com expansão de 7,9%, equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos, que registraram acréscimo de 13,7%, veículos automotores, reboques e carrocerias, com alta de 4,0% e máquinas e equipamentos, que teve aumento de 6,4%.

Em repercussão aos dados, o banco Itaú BBA afirma que, para os próximos meses, a expectativa é de que a produção industrial avance, com alguma recuperação do setor extrativo, fechando o primeiro trimestre deste ano próxima da estabilidade.

Já o economista André Perfeito aponta como boa notícia a alta em produção de bens de capital, que teria avançado 5,2% na margem. “Falta muito ainda para recuperar este segmento, que acumula queda de 10,6% em 12 meses mesmo com essa alta, contudo esse grupo tem que avançar, caso contrário iremos revisar para baixo as projeções de Produto Interno Bruto (PIB) em 2024”.

**

Dados financeiros completos do histórico de balanços de empresas do setor industrial, incluindo Weg (BVMF:WEGE3), Romi (BVMF:ROMI3), Aeris (BVMF:AERI3), Metal Leve (BVMF:LEVE3), além de outras ações brasileiras e internacionais estão disponíveis no InvestingPro, assim como modelos de investimentos previstos no preço-justo. Também é possível acessar gráficos de comparação com outras empresas.

Nossos leitores têm desconto especial nos planos de um e dois anos do Pro e Pro+ com o cupom INVESTIR. Não esqueça de aplicar o cupom na hora de finalizar a compra. Caso tenha alguma dúvida sobre a plataforma ou sobre o desconto, entre em contato com a equipe.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.