Junte-se a +750 mil investidores que copiaram as ações das carteiras dos bilionáriosAssine grátis

Von der Leyen: Podemos passar de déficit global de gás para abundância, com queda no preço

Publicado 23.04.2024, 15:08
© Reuters.  Von der Leyen: Podemos passar de déficit global de gás para abundância, com queda no preço
NG
-

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, afirmou nesta terça-feira, 23, que uma grande onda de novos projetos de exportação de gás natural liquefeito está chegando ao mercado, e que, portanto, poderemos em breve passar de um déficit global para uma abundância do produto. Em discurso no Parlamento Europeu, ele disse que, como resultado, espera que os preços do gás caiam, o que dá mais espaço para desenvolver as energias renováveis.

"Penso que é um sucesso muito revelador que no ano passado, pela primeira vez, a União Europeia tenha conseguido produzir mais eletricidade a partir do vento do que a partir do gás. Este foi um grande sucesso", afirmou. "O modelo de negócio de muitas indústrias europeias se baseava na energia supostamente barata proveniente da Rússia e no comércio com uma China em crescimento. Hoje, enfrentamos uma Rússia desonesta e uma China que luta com a demanda interna", afirmou.

"Além da geopolítica, existem outras tendências que estão impactando a nossa competitividade. Na última década, a produtividade do trabalho na Europa aumentou apenas 0,8% ao ano, em comparação com 1,1% nos Estados Unidos. Estas tendências só podem ser abordadas com um esforço concertado, tanto a nível europeu como nacional", apontou.

"Precisamos de ferramentas para resolver problemas de sobrecapacidade produzida fora da União Europeia. Refiro-me à superprodução estrutural, que se consegue em grande medida com subsídios maciços. Tem que ir para algum lugar, essa superprodução. Outros estão fechando seus mercados. Portanto, o nosso mercado é um destino atraente e temos de estar muito vigilantes para que os nossos produtores não corram o risco de serem forçados a sair do mercado", afirmou, sem mencionar a China diretamente. "Precisamos de envolver as economias em desenvolvimento de todo o mundo neste tema, porque a sua industrialização também está diretamente ameaçada pelo excesso de capacidade. Precisamos de uma resposta mais estrutural com os nossos parceiros. O trabalho está começando neste sentido no G7", indicou.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.