Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta terça-feira

Economia18.06.2019 06:51
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters.

Investing.com - Confira as cinco principais notícias desta terça-feira, 18 de junho, sobre os mercados financeiros:

1. ECB sugere mais flexibilidade à medida que a reunião do Fed começa

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, deu sua sugestão mais clara até agora de mais estímulo em um fórum para os banqueiros centrais em Sintra, Portugal, na terça-feira.

LEIA MAIS: Inflação da zona do euro desacelera para mínima de um ano em maio, confirma Eurostat

Ele indicou que, se não houvesse melhora na inflação na Zona do Euro, seriam necessários mais cortes nas taxas de juros ou aquisições de ativos.

Os comentários de Draghi chegam quando o Federal Reserve dá início à sua reunião de política de dois dias na manhã desta terça-feira.

Embora os mercados não prevejam mudanças nas taxas de juros quando a decisão for anunciada na quarta-feira, as expectativas são altas de que preocupações persistentes sobre as consequências econômicas da guerra comercial EUA-China podem levar o Fed a abrir as portas para cortes posteriores este ano.

VEJA TAMBÉM: Fed se Divide entre Orgulho e Pragmatismo para Determinar sua Política de Juros

Os futuros do fundo do Fed atualmente apostam a probabilidade de um corte de juros em julho de mais de 80%, com a probabilidade de mais dois cortes até o final do ano acima de 50%.

2. Ações sobem com as esperanças de flexibilização do banco central

O mercado de futuros europeu e americano tornaram-se positivos depois que Draghi despertou esperanças de que os bancos centrais afrouxariam a política para apoiar uma perspectiva global enfraquecida.

O Euro Stoxx 50 ganhava 0,9% às 6h49, enquanto nos EUA, os futuros do Dow ganhava 53 pontos, ou 0,2%, os futuros do S&P 500 subiam 7 pontos, ou 0,2%, enquanto o índice futuro de tecnologia Nasdaq 100 tinha alta de 36 pontos, ou 0,5%.

O sentimento otimista em relação às ações não diminuiu a demanda por títulos de refúgio-seguro, uma vez que os investidores continuaram a subir os preços. O rendimento do título do Tesouro de 10 anos, que é negociado inversamente aos preços, caiu 4 pontos-base para 2,05%, seu nível mais baixo desde setembro de 2017.

3. Preços do petróleo caem pelo 2º dia antes dos dados dos estoques americanos

Os preços do petróleo caíram pelo segundo dia na terça-feira, pressionados pelas preocupações de que o crescimento econômico global está sendo atingido pela guerra comercial EUA-China e cautela diante dos dados semanais sobre estoques de petróleo bruto dos EUA.

A fabricante alemã de chips Siltronic lembrou aos mercados que as as restrições americanas à China prejudicariam os negócios, alertando que as vendas do segundo trimestre seriam significativamente menores do que nos primeiros três meses do ano.

O anúncio foi um eco do alerta de lucros semelhante ao da Broadcom e levantou o espectro de uma economia global enfraquecida que provavelmente limitaria a demanda por petróleo.

Os investidores aguardam o relatório semanal do Instituto Americano de Petróleo sobre os estoques de petróleo bruto dos EUA. A leitura vem antes do relatório oficial da Administração de Informações sobre Energia (AIE, na sigla em inglês). Embora as expectativas sejam de uma redução de 2,0 milhões de barris, os estoques registraram um aumento surpreendente nos dois relatórios anteriores.

As perdas de petróleo foram limitadas, no entanto, por tensões no Oriente Médio após os ataques de petroleiros da semana passada, com o presidente Donald Trump confirmando relatos na semana passada de acusações de autoria atribuída ao Irã e enviou mil tropas para a região em meio a uma escalada de tensões com o país dos aiatolás.

4. Boeing registra zero novos pedidos, considera mudança de nome

As ramificações dos dois acidentes fatais do 737 MAX da Boeing (NYSE:BA), que baniram o modelo em todo o mundo, continuaram a fazer manchetes financeiras.

A Boeing não anunciou um novo pedido para qualquer um de seus aviões no primeiro dia do Paris Air Show, enquanto a rival Airbus registrou pedidos e opções para 123 aviões, segundo a CNBC.

O diretor-presidente Dennis Muilenburg insistiu que a prioridade no Paris Air Show não seriam pedidos, mas a reconstrução da fé em sua frota.

Separadamente, depois que o diretor financeiro da Boeing, Greg Smith, disse à Bloomberg que estaria aberto a uma mudança de nome para o 737 MAX, a empresa disse rapidamente à Reuters que não estava atualmente trabalhando em planos para mudar o nome.

5. Facebook preparado para lançamento da Libra com carteira digital Calibra

O Facebook (NASDAQ:FB) anunciou mais detalhes nesta terça-feira sobre o tão aguardado lançamento de uma moeda digital chamada Libra, que deve entrar em operação no primeiro semestre de 2020.

Embora a moeda de Libra em si não seja administrada pelo Facebook, a empresa dirigida por Mark Zuckerberg vai liderar um consórcio destinado a preparar o lançamento. Esse grupo incluirá as empresas de pagamentos Visa (NYSE:V), Stripe and PayPal (NASDAQ:PYPL) para facilitar a aceitação enquanto outras empresas de tecnologia como a eBay (NASDAQ:EBAY), Lyft (NASDAQ:LYFT), Uber (NYSE:UBER) ou Spotify (NYSE:SPOT)), também são relatados como estando a bordo.

O Facebook buscará lucrar com o lançamento com uma nova subsidiária chamada Calibra, uma carteira digital projetada para armazenar e trocar a Libra.

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta terça-feira
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (4)
Bruno mendonça dos santos
Bruno mendonça dos santos 18.06.2019 11:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
mas existe alternativa ao "capitalismo opressor" que vocês reclamam. É o comunismo. Cuba e Coreia do Norte estão recrutando cidadãos, boa sorte para os infelizes aqui!
Ivan Couto Jr
Ivan Couto Jr 18.06.2019 9:59
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Os 7 grandes bancos, donos dos bancos centrais estao usando os mesmos para adquirir ativos. O chamado MMT ja acumula 85% das ETFs das empresas no Japao. Acharam a formula de comprar o mundo e ainda cobrando juros dos bancos centrais que e repassado para toda a populacao. Acabaram com a classe media japonesa, a americana esta despedacada e a europeia moribunda.
wagner muniz
wagner muniz 18.06.2019 9:54
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Pois é , outra opção é trabalhar para os outros até o 65 anos de idade perdendo a saúde para " ganhar  "  a tão chorada aposentadoria !!! A vida é assim , nasceu vai pra base da piramide ...permanecer lá é o que o sistema quer , te oferecendo carro novo 50 prestações ou casa em 30 anos ...ai vc enriquece os bancos e questiona pq eles enriquece e vc não !!! Nunca tive tão esperançoso com o capitalismo !!! Invisto em boas empresas que geram empregos a população e dividem os dividendos comigo ...eu cresço , a Boa empresa cresce e todos crescem !!
Daniel Alx
Daniel Alx 18.06.2019 9:20
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Isso aì , vamos manter o Ponzi scheme rodando para podermos saquear o maxímo de otários possivél .
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail