Garanta 40% de desconto
🚀 6 ações que subiram +25% no 1º tri selecionadas pela nossa IA. Quais ações vão subir no 2º tri?Não perca a lista completa

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta sexta-feira

Publicado 16.02.2024, 06:36
Atualizado 16.02.2024, 08:04
© Reuters

Investing.com – Os futuros das ações dos EUA apontaram para uma abertura mista em Wall Street, depois que os principais índices avançaram na sessão anterior. Em Wall Street, a Coinbase divulga resultados melhores do que o previsto no quarto trimestre, graças a um salto na atividade na plataforma de criptomoedas após a aprovação de fundos negociados em bolsa que acompanham o preço à vista do bitcoin. Enquanto isso, Jeff Bezos vende mais US$ 2 bilhões em ações da Amazon, e a Nike estaria planejando demitir 2% de sua força de trabalho. No Brasil, a indefinição sobre presidência da mineradora Vale (BVMF:VALE3) continua após reunião do Conselho.

Confira: Calendário Econômico do Investing.com

1. Futuros dos EUA sem direção definida

Os futuros dos principais índices acionários dos EUA mostraram pouca variação na sexta-feira, 16. Por volta das 8h (horário de Brasília), o Dow Jones futuro recuava 0,1%, enquanto o S&P 500 futuro avançava 0,23% e o Nasdaq 100 futuro subia 0,6%.

Na véspera, as bolsas de Nova York fecharam em alta, com os investidores reagindo à possibilidade de o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) antecipar o corte dos juros básicos, diante de indicadores econômicos contraditórios. As vendas no varejo dos EUA registraram queda em janeiro, provocando uma redução nos rendimentos dos títulos do Tesouro, o que indicou que parte do mercado interpretou o dado como um sinal de que o Fed poderia baixar as taxas mais cedo do que o esperado. Porém, os rendimentos se recuperaram logo depois, após a divulgação de pedidos de seguro-desemprego menores do que o previsto e de uma inesperada retração na produção industrial dos EUA em dezembro.

No encerramento do pregão de quinta-feira, o S&P 500, índice de referência do mercado americano, saltou 0,6%, o Nasdaq Composite, que reúne as ações de tecnologia, ganhou 0,3% e o Dow Jones Industrial Average, que mede o desempenho das blue-chips, subiu 0,9%.

Na sexta-feira, os investidores acompanharão a pesquisa de confiança do consumidor da Universidade de Michigan. Além disso, terão a oportunidade de ouvir as falas de Thomas Barkin, presidente do Fed de Richmond, Michael Barr, vice-presidente de supervisão do Fed, e Mary Daly, presidente do Fed de São Francisco.

CONFIRA: Cotação das ações dos EUA na pré-abertura em Wall Street

2. Coinbase dispara no pré-mercado após superar lucros

A Coinbase (NASDAQ:COIN), plataforma de negociação de criptomoedas, reportou uma receita no quarto trimestre que superou as projeções de Wall Street, impulsionada pela aprovação de fundos de índice (ETFs) de Bitcoin no mercado à vista. As ações da Coinbase dispararam no pré-mercado dos EUA.

A Coinbase informou um lucro por ação ajustado de US$ 1,04 nos três meses encerrados em 31 de dezembro, acima das estimativas de prejuízo de US$ 0,01 por ação, segundo dados da LSEG citados pela Reuters. Os volumes de negociação aumentaram para US$154 bilhões, ante US$145 bilhões no mesmo período do ano passado.

"Acreditamos que os aumentos foram impulsionados por diversos fatores, principalmente o entusiasmo em torno das aprovações de ETFs de Bitcoin no mercado à vista e as expectativas generalizadas de melhora das condições macroeconômicas em 2024, que favoreceram amplamente a atividade de 'apetite por risco' nos mercados de capitais", disse a empresa em comunicado.

Em outras notícias, as ações da DoorDash (NASDAQ:DASH), empresa de entrega de alimentos, caíram no pré-mercado após a companhia revelar um prejuízo maior do que o esperado no quarto trimestre, devido em parte aos altos custos trabalhistas, enquanto a fabricante de equipamentos para semicondutores Applied Materials (NASDAQ:AMAT) disparou com uma previsão positiva de receita no segundo trimestre, sustentada pela forte demanda por chips avançados usados em inteligência artificial.

3. Bezos se desfaz de mais US$ 2 bilhões em papéis da Amazon e Nike anuncia demissões

O bilionário Jeff Bezos se desfez de mais US$ 2 bilhões em papéis da Amazon (NASDAQ:AMZN), elevando para cerca de US$ 6 bilhões o montante total das vendas de ações que ele realizou em fevereiro.

Segundo um documento regulatório, o atual presidente do conselho da Amazon - e ex-presidente executivo - alienou 12 milhões de papéis do gigante do e-commerce na terça e na quarta-feira, em uma operação estimada em cerca de US$ 2 bilhões. A Amazon já havia informado anteriormente que Bezos pretendia vender 50 milhões de papéis, equivalentes a mais de US$ 8 bilhões, ao longo do próximo ano.

Já a Nike (NYSE:NKE) planeja cortar cerca de 2% de sua força de trabalho, ou mais de 1.600 colaboradores, como parte de um plano mais amplo de redução de custos.

Conforme o Wall Street Journal, que publicou a notícia em primeira mão, as demissões devem começar na sexta-feira. Uma segunda leva será concluída até o fim do trimestre, acrescentou o jornal, citando um memorando interno.

A Nike, com sede no Oregon, contava com cerca de 83.700 empregados em 31 de maio, de acordo com registros da companhia. Não se espera que as demissões atinjam os empregados das lojas ou centros de distribuição do grupo de vestuário, ressaltou o WSJ.

A companhia já havia indicado anteriormente que embarcaria em um esforço para economizar US$ 2 bilhões em despesas nos próximos três anos, em uma tentativa de compensar os lucros futuros mais fracos ligados a uma queda nos gastos dos consumidores com itens não essenciais.

CONFIRA: Cotação dos ETFs listados na B3

4. Preços do petróleo recuam com temor sobre demanda

Os preços do petróleo recuaram no começo do pregão europeu de sexta-feira, pressionados por temores persistentes sobre a queda da demanda.

Ainda assim, os preços do petróleo devem ter ganhos semanais modestos, após registrarem flutuações durante a semana. Um dólar mais fraco ofereceu algum alívio aos preços do petróleo, depois que o dólar recuou fortemente de suas máximas de três meses, seguindo os dados fracos de vendas no varejo dos EUA.

Os números da inflação do índice de preços ao produtor dos EUA, que serão divulgados no fim do dia, estão agora em foco para que haja mais indicações sobre o rumo futuro das taxas de juros. Os dados mais fortes do que o esperado sobre a inflação ao consumidor, divulgados no começo da semana, fizeram com que os mercados incorporassem amplamente a perspectiva de cortes iminentes nas taxas de juros pelo Fed.

Os preços dos contratos futuros do petróleo Brent, com vencimento em abril, caíram 0,95%, para US$ 82,07 por barril, enquanto os contratos futuros do West Texas Intermediate recuaram 0,79%, para US$ 77,41 por barril. Ambos os contratos subiram cerca de 1% na semana.

LEIA MAIS: Petróleo: Principal driver de preço deste ano é demanda, segundo este especialista

5. Indefinição sobre presidência da Vale

Após reunião do Conselho de administração da Vale (BVMF:VALE3) desta quinta, uma possível recondução ou troca do CEO seguiu sem definição. De acordo com a Folha de São Paulo, seis membros do colegiado votaram para que Eduardo Bartolomeu siga no cargo, enquanto outros seis optaram pelo processo seletivo, com uma abstenção. Com o impasse, o colegiado deve se reunir nos próximos dias, período de expectativa ainda para a divulgação do balanço trimestral da empresa, o que ocorre em 22 de fevereiro.

Uma possível troca vem sendo discutida há meses, após interesse de membros do governo de emplacar o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega no cargo. A gestão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria desistido devido à repercussão negativa e provável falta de votos do colegiado. No entanto, o assunto veio à tona devido a uma possível tentativa de interferência indireta na empresa, que foi privatizada em 1997.

Às 8h (de Brasília), o ETF EWZ (NYSE:EWZ) subia 0,70% no pré-mercado. As ADRs da Vale (NYSE:VALE) ganhavam 1,89%, a US$13,48.

Últimos comentários

e cada um defende seu corrupto populista de estimação. Parabéns povo brasileiro
Exatamente isso.
Petezada quer aparelhar o pais que M*. Ja vimos no que deu isso!!!
incrível como tem gente burr4 torcendo para ladrões mafiosos condenados que tomaram o poder, e continuar as falcatruas e roubalheiras como apoio destas ant@s que não tem memória.
Isso é perseguição política... Isso não lembra algo de 2017?...Rsrsrsrs
6x6 e as 72 horas... Hahahaha
Tem gente que não aprende nunca, pior que estamos no mesmo barco, condenado a miséria por imbecis....
Vdd Souza, se tu tivesse meio Q.I funcionando perceberia a ironia e zoação do meu post... Enquanto tu estiver entre GADOS e COXINHAS o ideal é só dar dislike nos meus posts... Abraço.
Um da família Bolsonaro pra CEO se for pra roubar
acho que vocês estão em outro mundo o PT nunca ADM nada bem a Vale só se desenvolveu depois que foi privatizada na mão do governo só prejuízo e roubalheira o seu valor de mercado aumentou mais de 3 .000% e o governo Lula nunca participou desta empresa pois ela foi privatizada no governo Fernando Henrique. Onde o PT coloca a mão destrói tudo empresas estatais já estão dando prejuízo de novo veja os correios.
Quem roubou e quebrou o Brasil,foi quadrilha que vc defende.
Até seu sobrenome é comunista… 👹👹👹
Torcendo para que o Mantega seja o próximo CEO. precisamos controlar uma empresa responsável por tantos desastres ambientais irreparáveis.
Torcendo tb, daqui dois anos vai dar pra comprar acoes na liquidacao
Incrível como ainda temos que ler tantas asneiras de quem defende bandidos no poder!! 👹👹👹
O meu interesse é na Nadaq 100 e infelizmente ainda na Vale3, que é vítima desse degenerado que saiu da cadeia e chantagia a empresa para colocar um cúmplice na Presidência da mineradora
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.