Garanta 40% de desconto
⚠ Alerta de Balanço! Quais ações estão prontas para disparar?
Veja as ações no nosso radar ProPicks. Essas estratégias subiram 19,7% desde o início do ano.
Não perca a lista completa

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta terça-feira

Publicado 12.07.2022, 07:44
Atualizado 12.07.2022, 07:43
© Reuters.

Por Geoffrey Smith e Jessica Bahia Melo

Investing.com - O euro atinge a paridade com o dólar pela primeira vez em 20 anos, com o colapso do sentimento econômico alemão. Advogados do Twitter trabalham para ganhar dinheiro enquanto Elon Musk troca farpas com Donald Trump.

As ações devem abrir em baixa à medida que os temores de recessão continuam a dominar, mas a Pepsi relata lucros melhores do que o esperado. A corrida para ser primeiro-ministro britânico aumenta e a OPEP e o governo dos EUA apresentam suas respectivas visões sobre o mercado de petróleo.

No Brasil, PEC dos Benefícios deve ser votada em plenário na Câmara hoje.

Aqui está o que você precisa saber nos mercados financeiros na terça-feira, 12 de julho.

CONFIRA: Calendário Econômico do Investing.com

1. Euro atinge paridade em relação ao dólar com queda do ZEW

O euro foi negociado a US$ 1 - de acordo com alguns sistemas de negociação - pela primeira vez em 20 anos, pois os temores de uma recessão impulsionada pela energia continuaram a minar a moeda única.

No entanto, não conseguiu se manter abaixo desse nível, aparentemente apoiado com intenso vigor por traders que defendem posições de opções de barreira.

Isso ocorreu apesar da primeira das importantes pesquisas de opinião do mês da Alemanha, mostrando que as expectativas de negócios entre os economistas caíram para seu nível mais baixo desde as profundezas da crise do euro em 2011. O indicador ZEW de sentimento econômico caiu para -53,8 de -28,0, uma queda muito mais acentuada do que o previsto. A pesquisa foi realizada um dia depois que a Rússia interrompeu todos os embarques de gás para seu maior cliente na Europa, já que um período de manutenção planejado agravou um corte anterior que o governo alemão disse ter motivação política.

CONFIRA: Cotação das principais taxas de câmbio

2. Resposta do Twitter ofuscada por discussão de Trump-Musk; Ações com abertura em baixa

Os advogados do Twitter responderam com firmeza às alegações de Elon Musk de que sua decisão de abandonar a proposta de aquisição de US$ 44 bilhões foi causada por um “efeito material adverso”, exonerando-o da obrigação de cumprir o acordo.

“O Twitter não violou nenhuma de suas obrigações sob o acordo, e o Twitter não sofreu e provavelmente não sofrerá um efeito adverso material da empresa”, de acordo com uma carta redigida por sua nova equipe jurídica.

As ações do Twitter (NYSE:TWTR) (BVMF:TWTR34) caíram 11% na segunda-feira para o menor nível desde março, antes de Musk fazer sua oferta inicial, enquanto as ações da Tesla (NASDAQ:TSLA) (BVMF:TSLA34) caíram cerca de 6,5%. Ambas as ações caíram no pré-mercado na terça-feira, em meio a preocupações de que nenhum dos lados emergirá da iminente batalha legal com sua reputação intacta.

Além disso, o ex-presidente dos EUA Donald Trump criticou a oferta “podre” de Musk e falou sobre sua própria plataforma de mídia social, chamando Musk de “artista de merda”. Musk respondeu – no Twitter, naturalmente – que Trump deveria “pendurar o chapéu e navegar para o pôr do sol”.

LEIA MAIS: Ação da rede social do ex-presidente Trump dispara após recuo de Musk no Twitter

Os mercados de ações dos EUA devem abrir em baixa novamente, com os temores de recessão ainda ditando o sentimento, apesar das evidências de uma economia ainda forte no relatório de empregos de sexta-feira. Informações preocupantes de um aumento adicional nos casos de COVID em Xangai, que podem se transformar em um novo bloqueio, também estão pesando no sentimento.

Às 8h13 Dow Jones futures caíram 0,87%, enquanto S&P 500 futures caíram 0,75% e Nasdaq 100 futures caíram 0,49%. O EWZ, ETF que mede o desempenho das ações brasileiras em Wall Street, recuava 1,06%.

As ações que provavelmente estarão em foco mais tarde incluem Pepsico (NASDAQ:PEP) (BVMF:PEPB34), que superou no pré-mercado após relatar números trimestrais acima do esperado, e Gap (NYSE:{ {7925|GPS}}), que se separou de sua CEO Sonia Syngal depois que foi pego de surpresa pela súbita desaceleração na demanda do consumidor nesta primavera.

O presidente do Fed de Richmond Tom Barkin deve falar às 13h30 (horário de Brasília).

CONFIRA: Cotação em tempo real das ações dos EUA no pré-mercado

3. PEC dos benefícios deve ser votada no plenário da Câmara dos Deputados hoje

A previsão é que a Câmara dos Deputados vote na tarde desta terça-feira (12) a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que prevê determinação de estado de emergência no país até o fim do ano para viabilizar a criação e ampliação de benefícios sociais e econômicos. A sessão do Plenário está marcada para às 13h55.

A PEC permite que o governo gaste mais R$ 41,25 bilhões fora do teto de gastos, visando destinar ajuda financeira a caminhoneiros e taxistas, ampliar a compra de alimentos para pessoas de baixa renda e diminuir tributos do etanol - tudo isso às vésperas das eleições e com vigência até 31 de dezembro.

O texto foi aprovado em comissão na última quinta-feira, na forma de substituto do relator, deputado Danilo Forte (União-CE). O parlamentar incorporou à PEC 15/22, que em sua origem tratava apenas de alíquotas menores para biocombustíveis, todo o texto da PEC 1/22, que originalmente prevê o estado de emergência. Ambas as propostas tiveram origem no Senado.

O texto seria votado na quinta, mas com o baixo número de parlamentares, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), adiou a votação.

Segundo especialistas, o pacote de medidas pode diminuir a intensidade da desaceleração da economia, mas não compensa a perda do poder de compra.

“Vale (BVMF:VALE3) pontuar que as injeções de recursos que serão injetados com a aprovação da PEC 1/22, isso se for considerado legal, são nichados e não deverá compensar a perda de poder de compra da ótica da massa de rendimentos, dado o avanço inflacionário”, afirma Étore Sanchez, economista-chefe da Ativa Investimentos.

LEIA MAIS: 'PEC Kamikaze' pode incluir mais 2 milhões de famílias no Auxílio Brasil

4. Conservadores no portão de largada no Reino Unido

A corrida para suceder Boris Johnson como primeiro-ministro da Grã-Bretanha começa a sério mais tarde, com os candidatos obrigados a angariar o apoio de 20 membros conservadores do Parlamento para chegar ao primeiro turno na tarde desta noite. Uma segunda votação está prevista para quarta-feira, o que exigirá o apoio de 30 dos 380 legisladores do Partido Conservador.

Anteriormente, o ex-chanceler do Tesouro Rishi Sunak ganhou o apoio do vice-primeiro-ministro Dominic Raab e do ex-presidente do partido Grant Shapps. No entanto, ele enfrenta com forte resistência devido ao seu papel ativo em derrubar Johnson e sua insistência em não fazer cortes de impostos não financiados – algo que a maioria dos outros candidatos estão mais dispostos a fazer.

O processo eleitoral deve ser encerrado em 5 de setembro, com uma escolha de mão dupla apresentada aos membros do partido nacional se os deputados não puderem concordar com um líder sozinhos.

CONFIRA: Cotação dos principais índices globais

5. Petróleo cai à espera de dados da OPEP

Os preços do petróleo bruto caíram, seguindo o movimento mais amplo de risco que também levou outras commodities industriais para baixo. Ativos de risco, como criptomoedas, também sofreram, com Bitcoin caindo abaixo de US$ 20.000.

Às 8h16, os futuros do WTI caíam 4,57%, a U$ 99,33 por barril, enquanto Brent futuros caíram 4,53% em U$ 102,57 por barril.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo atualizará suas previsões para oferta e demanda global em seu relatório mensal mais tarde, enquanto o Perspectiva de Energia de Curto Prazo do governo dos EUA sai às 13h e os dados de estoques semanais do Petroleum Institute às 17h30.

CONFIRA: Cotação das principais commodities globais

As últimas atualizações de safra do Departamento de Agricultura serão incluídas no relatório WASDE mensal às 13h;

Últimos comentários

PIB de 4.6 e 4 milhões de empregos criados, redução da violência e da carga tributária, aumento do salários dos professores da rede básica,
A idolatria é a pior desgraça em que um povo pode cair, pois o aprisiona em sua própria ignorância… Triste fim terá o Brasil, seguindo o caminho de Cuba e Venezuela, os quais um dia já foram ricos. Lula e Bozo vão destruir nosso país.
BlackRock já sabe! Bolsonaro reeleito no 1° turno, por isto está investindo forte no Brasil. Aos desinformados, o choro e o desespero!
Vai sonhando,,, não custa nada,,, bozo já elegeu lu larápio,
Vai sonhando,,, não custa nada,,, bozo já elegeu lu larápio,
E segue o baile…
sem maestro
Fed a fábrica de manipulação
Musk está manipulando o mercado , derrubando as ações de empresas bem consolidadas para ele comprar barato e aguardar os preços voltarem ao normal.
liberais de Taubaté 🐮
45 Bi de ação eleitoral até 31 de dez. Comunista de Mer, enganou todos nós. Cadê o mama dólar da economia para frear esse petismo?
o que vão fazer se quando passar as eleições continuar a situação atual, vão renovar a situação de emergência e os benefícios até quebrar o país ou vão ser hipócritas suficiente pra encerrar
leia Keynes
Começou cedo o roubou petista , este mANTA
Luladrao não
PEC da Compra de Votos em Ano Eleitoral! Viva os Socialistas da Rachadinha. Agora pergunto, quem vai querer assinar sua carteira para ganhar salário mínimo podendo ficar em casa e ganhar auxílio compra de votos, vale gás, vale estadual, bolsa municipal, .... A classe média e os pequenos empresários sempre pagando a roubalheira e vagabundagem de Brasília.
Chora neném😂😂😂😂Lula ladrão seu lugar é na prisão👊🏻
BuaBuaBua!!! O militante chora vendo Bozo e Lula na mesma cela trocando figurinha!! Lugar de ladrão é na cadeia. BOZO = LULA = LADRÃO POPULISTA
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.