Garanta 40% de desconto
🚀 Ações escolhidas por IA em alta. PRFT com alta de +55% em 16 dias. Não perca as ações de junho!Acessar lista completa

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta terça-feira

Publicado 10.10.2023, 06:18
Atualizado 10.10.2023, 08:06
© Reuters.
EUR/USD
-
GBP/USD
-
USD/JPY
-
EUR/GBP
-
EUR/JPY
-
EUR/CHF
-
GBP/JPY
-
AUD/JPY
-
NZD/JPY
-
US500
-
EWZ
-
USD/GBP
-
BTC/USD
-

Por Scott Kanowsky e Jessica Bahia Melo

Investing.com -- Os futuros das ações dos EUA subiram um pouco, com os investidores monitorando de perto os comentários de política das autoridades do Federal Reserve e os desenvolvimentos em curso no conflito no Oriente Médio. Os investidores buscam segurança nos títulos do Tesouro dos EUA, já que os mercados de títulos retornam do feriado do Dia de Colombo, enquanto as ações da Country Garden caem depois que a incorporadora chinesa sem dinheiro deixa de pagar uma dívida internacional. Ainda, o Fundo Monetário Internacional (FMI) eleva projeção de crescimento do Brasil.

InvestingPro

1. Investidores avaliam o discurso do Fed e o conflito no Oriente Médio

Os futuros das ações dos EUA subiram na terça-feira, mas permaneceram relativamente perto da linha plana, com os investidores digerindo os comentários dos palestrantes do Federal Reserve sobre as taxas de juros e de olho na violência no Oriente Médio.

Às 8h (de Brasília), o contrato Dow futuros somava 0,20%, o S&P 500 futuros ganhava 0,18%, e o Nasdaq 100 futuros subia 0,22%.

Os principais índices encerraram a sessão anterior no verde, revertendo as quedas anteriores. Wall Street foi impulsionada, em parte, por declarações dovish de autoridades do Fed, que sugeriram que uma recente alta nos rendimentos do Tesouro dos EUA poderia diminuir a necessidade de o banco central aumentar os custos dos empréstimos no curto prazo.

As ações do setor de energia estiveram entre as de melhor desempenho, impulsionadas por um salto nos preços do petróleo na segunda-feira, associado a preocupações com as ramificações geopolíticas da escalada das hostilidades entre Israel e o grupo islâmico palestino Hamas.

As ações das principais companhias aéreas caíram após o aumento dos preços do petróleo e a decisão de muitas companhias aéreas de cancelar voos para Tel Aviv, a principal porta de entrada para viagens em Israel. Enquanto isso, as ações de defesa se recuperaram com as notícias do conflito, com o índice S&P 500 Aerospace & Defense registrando sua maior alta percentual em um dia desde 2020.

2. Os rendimentos do Tesouro dos EUA caem na Ásia em meio à pressão por portos seguros

Os rendimentos do Tesouro dos EUA foram em sua maioria mais baixos, com os investidores buscando a relativa segurança da dívida americana após a intensificação da turbulência em Gaza.

O rendimento da nota de referência do tesouro de 10 anos caiu para 4,62% em um ponto do comércio asiático, marcando sua maior queda desde março. Ele também recuou um pouco em relação a uma forte liquidação recente, desencadeada por preocupações de que o Fed optaria por manter as taxas de juros elevadas por um período mais longo do que o inicialmente previsto.

No entanto, às 8h, o rendimento de 10 anos havia subido 0,78%, para 4,678%. Em outros prazos, o rendimento de 2 anos, sensível à taxa, perdeu 1,66%, para 4,99%, e o rendimento de 30 anos, de prazo mais longo, caiu 1,78%, para 4,854%. Normalmente, os rendimentos se movem de forma inversa aos preços.

Os mercados de títulos dos EUA estiveram fechados na segunda-feira, devido ao feriado do Dia de Colombo, o que fez com que esta manhã fosse a primeira vez que os investidores puderam colocar capital em dívidas do governo desde o ataque surpresa do Hamas no último fim de semana em áreas israelenses próximas a Gaza.

Os rendimentos também foram reduzidos por comentários de duas autoridades de alto escalão do Federal Reserve, que ajudaram a acalmar alguns receios do mercado de que o banco central dos EUA aumentaria ainda mais o rigor da política monetária.

Desde a última reunião do Fed, em setembro, os rendimentos dos títulos do Tesouro de 10 anos subiram acentuadamente, deixando para os formuladores de políticas a tarefa de avaliar se isso é resultado das expectativas de uma economia mais forte ou se os investidores estão pedindo retornos melhores para assumir o risco da taxa de juros.

Em uma conferência, a presidente do Fed de Dallas, Lorie Logan, afirmou que os rendimentos mais altos podem compensar a necessidade de aumentar a taxa básica de juros do Fed. No mesmo evento, o vice-presidente do Fed, Philip Jefferson, também sinalizou que o banco central deve agora "proceder com cuidado" na esteira do salto nos rendimentos de longo prazo.

Os mercados estarão atentos para ver se esses sentimentos serão repetidos por várias outras autoridades do Fed programadas para falar nesta semana. A ata da reunião de setembro do banco central também deve ser divulgada na quarta-feira, enquanto o importantíssimo números de preços ao consumidor deve ser publicado na quinta-feira.

3. FMI eleva estimativa para crescimento brasileiro

A economia brasileira medida pelo Produto Interno Bruto (PIB) deve crescer 3,1% em 2023, conforme relatório Panorama Econômico Mundial, divulgado Fundo Monetário Internacional (FMI) nesta terça, 10.

Segundo o FMI, entre os motivos frente à projeção anterior, que era de um crescimento de 2,1%, com última atualização em julho, estão a forte atividade dos setores agrícola e de serviços no primeiro semestre de 2023."O consumo também se manteve forte, apoiado pelo estímulo fiscal", destacou no documento. Para 2024, o FMI enxerga um crescimento menor, de 1,5%.

O fundo ainda revisou as projeções para o PIB da América Latina e do Caribe para 2,3% neste ano, contra estimativa anterior de 1,9% divulgada em julho, com base na expansão mais acelerada esperada no Brasil e no México.

Às 8h (de Brasília), o ETF EWZ (NYSE:EWZ) subia 0,70% no pré-mercado.

4. Petróleo oscila com a turbulência no Oriente Médio em foco

Os preços do petróleo oscilaram na terça-feira, com os investidores tentando avaliar o potencial de interrupções no fornecimento causadas pelo conflito entre Israel e o Hamas.

Às 8h, os futuros do petróleo dos EUA foram negociados 0,56% mais baixos, a US$ 85,90 por barril, enquanto o contrato do Brent caiu 0,56%, para US$ 87,66.

Ambos os índices de referência subiram mais de 4% na segunda-feira, depois que o Hamas lançou o maior ataque a Israel em décadas no fim de semana, provocando uma severa retaliação de Israel com uma onda de ataques aéreos em Gaza.

Os investidores temiam que a violência pudesse se expandir mais profundamente no Oriente Médio, possivelmente ameaçando um quadro de oferta já apertado na região.

5. A Country Garden não consegue fazer o pagamento do empréstimo

As ações da Country Garden (HK:2007) perderam mais de 10% de seu valor na terça-feira, depois que a empreendedora imobiliária chinesa em apuros não conseguiu fazer o pagamento de um empréstimo internacional que estava vencendo.

Em um registro regulatório junto à Bolsa de Valores de Hong Kong, a empresa sediada em Foshan também sinalizou que não espera cumprir todas as suas obrigações de pagamento denominadas em dólares americanos e outras obrigações de pagamento offshore "quando vencidas ou dentro dos períodos de carência relevantes", provocando temores de uma possível inadimplência.

O Country Garden acrescentou que as vendas têm sofrido uma "pressão notável" desde o início do ano. Em setembro, as vendas contratadas do grupo diminuíram pelo sexto mês consecutivo para RMB 6,17 bilhões - uma queda de 80,7% em comparação com o mesmo mês em 2022.

A empresa, que anteriormente conseguiu evitar uma inadimplência técnica no mês passado, observou que havia contratado consultores financeiros para ajudar a desenvolver a "solução mais pragmática e ideal" para seus credores.

China desacelera: Economia chinesa é bomba-relógio?

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.