Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Atualize já

5 fatores chave para os investimentos em 2022

Ações 12.01.2022 22:12
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters
 
ALVG
-2,02%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 
BCOM
-3,11%
Adicionar/Remover de uma Carteira
Adicionar a uma lista de Favoritos
Adicionar posição

Posição adicionada com êxito a:

Dê um nome à sua carteira de investimento
 

Por Carlos González, do Investing.com Espanha

Investing.com - Os últimos anos decididamente marcaram uma mudança nos mercados. Num curto espaço de tempo, vivenciamos uma pandemia global, inflação crescente, além de um grande aumento e agora a retirada das políticas de estímulo por parte dos bancos centrais.

Tudo isto é exacerbado pela escalada das commodities, os giros das moedas, o aumento das taxas de juros e a trajetória ascendente dos índices das principais economias do mundo, estabelecendo novas altas recordes.

Depois desses anos imprevisíveis, o que podemos esperar em 2022? As previsões sugerem que 2022 não será exatamente um ano tranquilo, mas em que medida isso será diferente do passado recente? Mais importante ainda, quais serão os fatores a se ter em conta para que os investidores alcancem sucesso em 2022?

Veja Mais: 2022: Fantasma da recessão deve assombrar o Brasil junto com juros e dólar altos

1. Inflação, uma presença muito real

Os últimos meses de 2021 trouxeram o alerta de uma inflação crescente. Sem dúvida, ela se tornou uma ameaça cada vez mais real, presente e perceptível. E é assim que a maioria dos analistas a enxerga, enquanto apontam para a inflação como um dos fatores chave para 2022.

A este respeito, Andrew McCaffery, CIO de Gestão de Ativos da Fidelity International, observa que "apesar das mensagens dos bancos centrais de que as pressões inflacionárias são temporárias, alguns aumentos de preços parecem persistir devido a gargalos na cadeia de fornecimento e à desglobalização e, a longo prazo, devido ao custo dos esforços para se alcançar a neutralidade de carbono".

Em outras palavras, não existe inflação transitória. Parece que teremos inflação por um tempo em 2022.

Para Ingrid Kukuljan, Chefe de Investimento Sustentável e de Impacto na Federated Hermes, "A inflação tem sido uma das principais preocupações para os investidores com a chegada de 2022. Nossa opinião é que os gargalos na cadeia de fornecimento que estão ocorrendo como resultado da reabertura global continuarão a exercer uma pressão de alta sobre os preços em 2022. Isto, em conjunto com um aumento da demanda devido à reabertura e aos efeitos de base estatística, agravará ainda mais a atual histeria inflacionária".

Diante desse cenário, Pedro del Pozo, diretor de investimentos financeiros da Mutualidad de la Abogacía, reforça o coro de que a inflação continuará sendo "a principal incógnita econômica dos próximos meses". "As curvas de juros estão se achatando, o que deixa muito claro que o mercado se esquece que estes possíveis aumentos de juros não só irão matar a inflação, mas provavelmente também impactarão parte do crescimento futuro", explica o especialista, que adverte que isto será, justamente, "um ponto muito importante a ter em conta em 2022, devido aos seus impactos nos mercados de títulos e de ações".

Nesta quarta-feira (12), o Departamento do Trabalho dos EUA divulgou que a inflação em 2021 foi a maior do país em 40 anos. O índice de preço ao consumidor subiu 7% ano passado.

No Brasil, a inflação oficial em 2021 avançou 10,06%, acima do centro da meta de 3,75% e do limite superior de 5,25%. Foi a maior taxa de inflação desde 2015.

2. Commodities: Até onde elas podem ir?

As commodities têm sido protagonistas da inflação ao longo do último ano.

Para explicar o forte desempenho das commodities nos últimos anos, os especialistas apontam para o fato de que as cestas de commodities, embora cíclicas, complementam muito bem outras classes de ativos. Como resultado, o Bloomberg Commodity Index (BCOM) aumentou quase 60% desde o início da pandemia e 24% desde janeiro de 2021.

Pierre Debru, Chefe de Soluções Multiativos e de Análise Quantitativa da WisdomTree, destaca dois fatos básicos para se entender esta tendência: "As cestas de commodities tendem a se manter muito bem nas fases iniciais de uma recessão, quando as ações sofrem mais. Eles também tendem a ter um bom desempenho nas partes finais de uma expansão econômica, quando as ações geralmente não conseguem ganhar fôlego novo”, que é onde estamos agora e provavelmente estaremos por grande parte de 2022.

Veja mais: Após ano de embargos, frigoríficos brasileiros devem ter transições nas margens

3. Tapering e taxas de juros

Por muitos meses, as mensagens dos principais dirigentes dos bancos centrais têm jogado com a ambiguidade, embora tenham esclarecido o contexto de forma considerável em suas reuniões mais recentes. Neste sentido, a conclusão é que as importantes reuniões de dezembro não surpreenderam o mercado, apesar de tomares decisões importantes - isso até a divulgação da ata da última reunião do Federal Reserva, no dia 5, quando pela primeira vez os membros da instituição discutiram a redução do balanço do Fed após dois anos de enxurrada de liquidez na economia.

Assim, a A&G aponta que "o foco das reuniões foi claramente mais restritivo ou hawkish, o que parece caracterizar o futuro das próximas reuniões". Por outro lado, os profissionais da A&G salientam que "nem todos os bancos centrais estão no mesmo ponto do ciclo, com os anglo-saxônicos abrindo o caminho para o BCE a partir do próximo ano, especialmente se as expectativas de preços continuarem a surpreender para cima".

Víctor Alvargonzález, sócio fundador e diretor de estratégia da Nextep Finance, comenta que "as opiniões dos membros do Federal Reserve (o famoso 'dot plot') posicionam as taxas de juros em cerca de 1% ao final de 2022, após a execução dos três aumentos de taxas que pretendem realizar. Com um crescimento estimado da economia de 4% no próximo ano, estas taxas de juro não vão prejudicar o crescimento".

Para James McCann, economista-chefe adjunto na Aberdeen Asset Management, "a decisão recém-anunciada do Fed foi uma lição para os investidores sobre a rapidez com que os sinais políticos dos bancos centrais podem mudar. Os investidores não devem subestimar a vontade do Fed de ir ainda mais rápido do que indicado se a inflação continuar a surpreender para cima, mesmo que isto não desestabilize os mercados".

4. Geopolítica: Uma guerra silenciosa

Outro fator importante que pode marcar 2022 não é uma questão estritamente econômica. Há atualmente uma série de disputas em aberto entre vários países nas quais, se nada for feito, poderiam provocar um efeito borboleta que, dentro da atual conjuntura, poderia ocasionar resultados imprevisíveis.

Chris Iggo, CIO Core Investments na AXA Investment Managers, afirma: "Acho que os primeiros meses de 2022 vão ser difíceis. Além da questão da Covid-19/inflação, há preocupações geopolíticas crescentes em relação à Rússia e à Ucrânia, bem como a posição da China em relação a Taiwan. Na Europa, há a possibilidade de que as coisas fiquem bem feias no Reino Unido, onde o governo está sob ataque em várias frentes, assim como nas eleições presidenciais francesas na primavera [do hemisfério norte]". Além do recente distúrbio interno no Cazaquistão, país vizinho ao sul da Rússia e ao norte da China, devido à insatisfação popular ao aumento do preço dos combustíveis.

"As tensões geopolíticas crescentes (especialmente entre os EUA e a China) provavelmente ajudariam determinados países (como o Vietnã e a Índia), que beneficiam da reorganização das cadeias de fornecimento. Estratégias de crédito privado focadas na região Ásia-Pacífico podem estar bem posicionadas nesse ambiente", diz Emmanuel Deblanc, Chefe de Mercados Privados da Allianz (DE:ALVG) Global Investors.

5. E, claro, a Covid-19

Não é preciso dizer que a Covid e as suas novas variantes devem ser levadas em conta em 2022. Há dois anos, a pandemia surgiu, agindo como o gatilho para muitos dos fatores descritos acima. Quase 24 meses depois, novas mutações do vírus continuam a aparecer e abalar os mercados. Mesmo com a vacinação, este ainda será um problema que não parece ser fácil de resolver no curto/médio prazo.

Os especialistas da Allianz Global Investors argumentam que "o crescimento econômico provavelmente se desacelerara após a recuperação associada ao "efeito de base" que observamos em 2021. A incerteza relacionada com a Covid-19 e os gargalos na cadeia de fornecimento devem influenciar o crescimento, e serão uma importante fonte de volatilidade dos preços".

Essa imprevisibilidade, tanto a respeito dos impactos diretos da Covid como em termos de fatores secundários, à medida que a economia se "renormaliza", pode gerar oportunidades e também períodos voláteis nos mercados em 2022.

5 fatores chave para os investimentos em 2022
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (10)
Danilo Barbosa
Danilo Barbosa 13.01.2022 10:31
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
eleições ao vivo(Google): mais de três milhões de votos, confiram o resultado!
Daniel Silva
Daniel Silva 13.01.2022 10:31
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Dá pra votar quantas vezes quiser, ou seja, 0% de confiabilidade.
João Jorge
João Jorge 13.01.2022 10:26
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bolsonario e Lula duas faces de uma mesma moeda !!! Ladroes e genocidas !!
Fernando Pevitz
Fernando Pevitz 13.01.2022 10:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O maior risco é o bandido mor Luladrao voltar ao poder respaldado pelo STF corrupto e pelo povo de mesma índole e/ou de nível baixo em todos os parâmetros.
nuno nogueira
nuno nogueira 13.01.2022 10:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
concordo.. risco maior ainda eh constatar que esse ladrao ainda tem eleitores cativos, que estao dispostos a votat e fazer campanha para ladrao
João Jorge
João Jorge 13.01.2022 10:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Estamos com uma concorrencia brava entre dois ladroes genocidas !!! Moro 2022 !!!
Rafael Cunha
Rafael Cunha 13.01.2022 9:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Esse ano tem o enterro do "Imbecil incompetente".
Rafael Rodrigues
Rafael Rodrigues 13.01.2022 9:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
nuno nogueira
nuno nogueira 13.01.2022 9:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Danilo Barbosa
Danilo Barbosa 13.01.2022 9:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Jonatha Neves
Jonatha Neves 13.01.2022 8:19
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Joga o TOURO encima deles 🐂
JulianaKatz Lang
JulianaKatz Lang 13.01.2022 8:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Desgoverno BozoNazi acabou! Enterro marcado para outubro, mas as futuras viuvas já tem autorização para chorar abaixo ou acima... kkkk 👇👆
Rafael Rodrigues
Rafael Rodrigues 13.01.2022 8:06
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
quem chora há 3 anos é você, e deve chorar muito mais, pois seus pais tiveram que fugir do país de origem
Thiago Vinic
Thiago Vinic 13.01.2022 7:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
qual a boa de hoje?
Henrique Marques
Henrique Marques 13.01.2022 7:22
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Bozo 20% hehe
David Tribal
David Tribal 13.01.2022 2:45
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
o fator mais importante,que estamos mais 1 ano sem comando...
Flávio Rodriguez
Flávio Rodriguez 12.01.2022 23:43
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
bom ... vamos pra cima... negócio é buscar o que pode nos agregar... Certo????
Renan Luiz
Renan Luiz 12.01.2022 22:43
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ain fora bozo
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail