Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize sua experiência no Investing.com. Economize até 40% Mais detalhes

Com China, Ibovespa emenda 3ª perda, em baixa de 1,10%, a 113.794,28 pontos

Ações16.09.2021 18:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Com China, Ibovespa emenda 3ª perda, em baixa de 1,10%, a 113.794,28 pontos

O Ibovespa emendou a terceira perda nesta quinta-feira, 16, após um início de semana promissor, em que ainda reagia ao recuo do presidente Jair Bolsonaro, retirando temperatura da crise político-institucional, em desdobramento positivo que se combinou ao relativo esvaziamento das manifestações de domingo contra o governo. O mercado, contudo, segue atento à piora das projeções sobre os fundamentos domésticos, em meio a sucessivas elevações das estimativas para câmbio, inflação e juros, acompanhadas de redução das projeções para o PIB, neste e no próximo ano.

Cenário externo cauteloso, com atenção à queda de ritmo chinês e especialmente a um problema de solvência em grande empresa do setor imobiliário no país, contribui também para manter os investidores na defensiva, afetando o apetite por risco em momento no qual surgem também alguns sinais mais fracos na economia americana.

Assim, apesar de Nova York ter chegado a esboçar reação no fim da tarde, o Ibovespa fechou hoje em baixa de 1,10%, aos 113.794,28 pontos, passando a acumular perda de 0,43% na semana, elevando as do mês a 4,20% - no ano, o índice cede agora 4,39%. Com giro financeiro a R$ 35,8 bilhões, a referência da B3 (SA:B3SA3) oscilou hoje entre mínima de 113.394,67 pontos - menor nível intradia desde o dia 9, quando foi aos 112.435,11 - e máxima de 115.061,97, da abertura, retrocedendo no fechamento desta quinta-feira ao menor patamar desde o encerramento do último dia 8, aos 113.412,84 pontos, refletindo então a elevação de tom de Bolsonaro no 7 de setembro.

O cenário externo cauteloso, especialmente com relação à China, resultou hoje em novo forte ajuste nos preços do minério, em queda de 8%, após perda de 4% no dia anterior - agora no menor nível desde julho de 2020 e a caminho de sua pior sequência em três anos. Na B3, as ações de empresas com exposição aos preços de commodities, como CSN ON (SA:CSNA3) (-6,18%, maior perda do dia), Suzano (SA:SUZB3) (-5,75%, segunda maior) e Usiminas (SA:USIM5) (-5,41%, terceira maior queda da sessão entre os componentes do Ibovespa), além de Vale ON (SA:VALE3) (-4,15%) e Petrobras (SA:PETR4) (ON -0,93%, PN -0,87%), refletiram nesta quinta-feira a piora de sentimento em relação à economia global, reforçada por sinais ruins sobre o setor imobiliário da China, altamente alavancado. Entre as ganhadoras do dia, destaque para Cielo (SA:CIEL3) (+5,44%), Hering (SA:HGTX3) (+4,90%) e Assaí (SA:ASAI3) (+3,07%).

LEIA MAIS: XP: suspensão de exportações para China não deve afetar margens de frigoríficos

"Embora a Bolsa esteja barata, o Ibovespa tende a ficar mais lateralizado no curto prazo, acompanhando a cautela externa, especialmente com relação à China, em meio a temor de que esta grande empresa, a Evergrande , possa quebrar - o que pioraria bastante as coisas. O risco Brasil está mais ou menos precificado com relação a fatores como juros e Auxílio Brasil e, depois da carta de Bolsonaro à nação, a resposta que se viu no Ibovespa foi rápida", observa Viviane Vieira, operadora de renda variável da B.Side Investimentos.

"Considerando o histórico de P/L, a Bolsa está num patamar muito baixo, o que estimula recompra de ações pelas empresas e mesmo rumores sobre fechamento de capital. Aqui, o teto de gastos, e uma solução para os precatórios que o respeite, continua a ser percebida como fator central para a evolução do fiscal - e se espera que haja uma resposta a isso em breve", diz Aroldo Holanda, head de mesa variável da Aplix Investimentos. "Além disso, temos a crise hídrica e a retomada de sinais preocupantes de autoridades com relação à política de preços da Petrobras, em momento de pressão adicional sobre a inflação."

"Lá fora, a China continua preocupando também: antes, com a intervenção em setores como o de metais, afetando os preços de commodities como o minério; e, agora, com problemas na segunda maior empresa do setor imobiliário, a Evergrande (HK:3333), que pode deixar de honrar o pagamento periódico de juros, o que resultaria na possibilidade de paralisações de obras. Como a China tem um sistema fechado, quando um problema como esse aparece e é reconhecido pelo governo, preocupa demais", acrescenta Holanda.

Hoje, a Capital Economics considerou haver certo exagero nas avaliações sobre a crise na Evergrande. Para a consultoria, um 'default' gerenciado ou mesmo descontrolado da companhia chinesa teria pouco impacto global, para além de alguma turbulência nos mercados. Mesmo que outras incorporadoras venham a passar por quadro similar, seria necessário um erro político de Pequim para que isso provocasse grande desaceleração da economia, aponta a Capital Economics. "Em um cenário de pouso forçado, vários mercados emergentes estão vulneráveis. Mas, em geral, o impacto global de mudanças na demanda chinesa é muitas vezes exagerado", diz a consultoria.

VEJA TAMBÉM: Imóveis: Cenário é de pressão nos valores para locação de escritórios e galpões

Por sua vez, a perspectiva doméstica, com constantes revisões negativas para o PIB e de alta para IPCA e Selic, contribui para redução da exposição dos investidores a ativos do País, em meio a fatores de dúvida, como o valor e a abrangência do Auxílio Brasil (substituto do Bolsa Família) e a dificuldades do governo para encontrar solução para os precatórios, em um orçamento de 2022 comprimido por nova projeção do próprio governo, mais alta, para a inflação.

Hoje, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), disse que a discussão sobre o Auxílio Brasil e a origem dos recursos para bancar o programa deve se "afunilar" entre os meses de outubro e novembro, sendo "imperioso" que o debate aconteça até 31 de outubro. Lira defendeu que a matéria tramite sem nenhum sobressalto ou "invenção milagrosa".

Com China, Ibovespa emenda 3ª perda, em baixa de 1,10%, a 113.794,28 pontos
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias, ataques pessoais ou discriminatórios dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (15)
Dom Luiz
Dom Luiz 16.09.2021 23:10
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Crise hídrica, precatórios, pandemia, Chinacomunista dando golpes no mercado. Já era ibov. acima de 100k. Selic batendo 15%, só terá mais rico, roubando dinheiro de médio rico no ibov. kkkkk.
Lucas Zimmer
Lucas Zimmer 16.09.2021 23:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
aumento da carga tributária uma atrás da outra...esse é o desgoverno Jegues liberal q Gado cego acredita
Dom Luiz
Dom Luiz 16.09.2021 23:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Ocorreu um êxodo de investidores estrangeiros e cpfs brasileiros, que não voltarão tão cedo. A bolsa está cara acima de 100k. Por isso, 100k é logo ali...
Rafael Rodrigues
Rafael Rodrigues 16.09.2021 22:00
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Eu avisei ontem da ciel3, so ler o estatuto da empresa 🤷🏽‍♂️🤷🏽‍♂️🤷🏽‍♂️, falta upside de 80% .
Mant Neuman
BombeiroAristide 16.09.2021 21:21
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
O país não está com uma economia punjante? Pq aumentar em 30% o IOF e disparar os juros? Está tão punjante que estão tentando travar ... Tudo para 0agar o que.eles chamavam de bolsa vagabundo para compra de votos....
Cristian cts
Cristian cts 16.09.2021 21:21
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mais respeito rapaz. Agora é "BB - Bolsa Bozo"... o pobre otário recebe e dá risada quando vê que a inflação correu o poder de compra da esmola 🤡🤪💩
Mant Neuman
BombeiroAristide 16.09.2021 21:00
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Rei da Rachadinha aumentando impostos novamente, está pior que o calcinha apertada....toma gado, faz arminnha. .
Sérgio Moura
Sérgio Moura 16.09.2021 20:54
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Esse desespero de vocês é um forte sinal de fundo. Momento oportuno para alavancar, obrigado pela call
Mant Neuman
BombeiroAristide 16.09.2021 20:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Festa junina do Rei da Rachadinha. O Juros vai cair, todos para a bolsa! E mentira! O juros vai disparar, todos para o rentismo!
willian cavalcante
willian cavalcante 16.09.2021 20:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Vamos entoar nosso grito de guerra, para nosso Mitu ouvir de onde estiver!Mmmmuuuuuuuuuuu!Tudo culpa do calcinha apertada!
carlos carlos
carlos carlos 16.09.2021 20:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
va8 se danar gado F D P
Marco Dangot
Marco Dangot 16.09.2021 20:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Se Camboja peidar está biroca afunda.
Cristian cts
Cristian cts 16.09.2021 20:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
🤣🤣
Rodrigo dos Santos
Rodrigo dos Santos 16.09.2021 19:52
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Aumento do IOF a partir do dia 20 de setembro.
WILLIAMS CANTANHEDE
WILLIAMS CANTANHEDE 16.09.2021 19:40
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Não se pode esquecer que o movimento dos preços nas bolsas de valores estão sob a influência das decisões Políticas e Econômicas Globais e Nacionais e, também, pelas estratégias das atividades especulativas dos “TUBARÕES” (Grandes Players), somadas àquelas da massa dos pequenos traders (nós, os “sardinhas”).
Cristian cts
Cristian cts 16.09.2021 19:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Pro gadotário que reclama do Investing, ponto pra Bozolandia!! Quando o gado ler o título da notícia vai poder dizer: A queda na bolsa é culpa da China, o desgoverno Bozo não tem culpa de nada (tudo é lindo e maravilhoso na Bozolandia - a terra prometida pelo Bozotário) 🤣🤣🤡🤡💩💩
carlos carlos
carlos carlos 16.09.2021 19:39
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
kkkkk gado e um bicho retardado mesmo so os tiozão
Alberto Júnior
Alberto Júnior 16.09.2021 18:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
B3 no congelador …
Mamoru Uehara
Mamoru Uehara 16.09.2021 18:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
amanha vencimento opcoes nos eua futuros. ou sobe com força ou vai afundar tudo com força. nao sei...mas nesse dia tudo sobe.
Ronaldo Almeida
Ronaldo Almeida 16.09.2021 18:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Estou na mesma dúvida. Opções no Brasil e EUA, no mesmo dia. Nos EUA " quadruple witching" amanhã. Só bola de cristal...
Marcelo Pinto
Marcelo Pinto 16.09.2021 18:48
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Nos últimos meses de vencimento de opções, a bolsa ficou cozinhando até umas 10:30 h. Após esse horário ela escolhe um lado e segue com força. Em julho e agosto ela escolheu para cima. Pra quem faz trade é um bom sinal para ficar atento.
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Cadastre-se com Google
ou
Cadastre-se com o e-mail