Garanta 40% de desconto
🚀 Ações escolhidas por IA em alta. PRFT com alta de +55% em 16 dias. Não perca as ações de junho!Acessar lista completa

Cresce especulação sobre qual é a nova “ação secreta” de Warren Buffett

Publicado 17.11.2023, 12:16
© Reuters.
CVX
-
C
-
MA
-
MS
-
VZ
-
CB
-
AXP
-
COF
-
V
-
MCO
-
BLK
-
BRKb
-
BRKa
-
ALLY
-
BERK34
-

Investing.com - A Berkshire Hathaway (NYSE:BRKb), conglomerado financeiro de Warren Buffett, anunciou que comprou pelo menos uma nova ação no terceiro trimestre, mas não quis divulgar qual. A Berkshire usou um recurso chamado tratamento confidencial com a SEC (Comissão de Valores Mobiliários dos EUA) para a nova posição. Isso permite que a Berkshire aumente a posição sem se preocupar com os seguidores de Buffett elevando o preço da ação.

BLACK FRIDAY Antecipada: Tenha mais desconto no plano bianual com cupom “investirmelhor”

“O gerente omitiu deste Formulário 13F público uma ou mais posições para as quais está solicitando tratamento confidencial da SEC nos termos da seção 13(f) do Exchange Act e da regra 24b-2 nele previsto”, afirma o documento.

Esta é a primeira vez desde o final de 2020 que a Berkshire usa o tratamento confidencial. Naquela época, o fundo estava comprando secretamente ações da Chevron (NYSE:CVX) e da Verizon (NYSE:VZ).

Naturalmente, isso gerou todo tipo de especulação sobre qual ou quais são as novas ações de Buffett.

Analistas da Barron’s acreditam que a Berkshire comprou uma ação financeira, observando que em seu formulário 10-Q a empresa mostrou que sua base de custo em ações financeiras aumentou cerca de 1,2 bilhão de dólares no terceiro trimestre, enquanto sua base de custo em outros grupos de ações diminuiu. O novo 13F não mostrou compras adicionais em suas atuais participações em ações financeiras, sugerindo que são as novas ações que causaram o aumento.

O fundo já tem uma série de nomes financeiros, o que automaticamente os elimina como a nova posição misteriosa.

A Berkshire atualmente tem Bank of America (NYSE:BAC), American Express (NYSE:AXP), Visa (NYSE:V), Mastercard (NYSE:MA), Capital One (COF), Citigroup (NYSE:C), Ally Financial (NYSE:ALLY) e Moody’s (NYSE:MCO) no setor.

No passado, a empresa já teve Bank of New York, JP Morgan, Goldman Sachs (NYSE:GS), U.S. Bankcorp e Wells Fargo (NYSE:WFC), entre outros.

Embora seja possível que a Berkshire tenha voltado a uma dessas ações, é mais provável que esteja olhando para outro lugar.

Os analistas especularam que a Berkshire provavelmente mirou uma empresa financeira entre as 25 maiores. Se você excluir as ações financeiras atuais e passadas que possuiu, eles chegaram a uma lista de Morgan Stanley (NYSE:MS), BlackRock (NYSE:BLK) e Chubb (NYSE:CB).

Eles argumentaram que o Morgan Stanley pode ser uma escolha melhor do que o rival Goldman Sachs, por seu lucrativo negócio de gestão de patrimônio, que também torna os ganhos menos voláteis. Enquanto isso, a BlackRock é a maior gestora de investimentos do mundo por ativos. Por fim, Buffett conhece bem o setor de seguros e a Chubb é uma das maiores e melhores seguradoras de propriedades e acidentes.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.