🚀 Ações escolhidas por IA em alta. PRFT com alta de +55% em 16 dias. Não perca as ações de junho!Acessar lista completa

Ibovespa tem oscilações modestas contrabalançando Vale e curva de juros

Publicado 24.04.2024, 11:08
© Reuters
BVSP
-

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa tinha variações modestas nesta quarta-feira, com a alta das ações da Vale -- na esteira do avanço do minério de ferro e antes da divulgação do balanço da empresa -- sendo contrabalançada pelo efeito nocivo do avanço nas taxas futuras de juros com prazos maiores.

Às 10:54, o Ibovespa caía 0,1 %, a 125.023,99 pontos, tendo já tocado 125.472,55 pontos na máxima e 124.946,54 pontos na mínima. O volume financeiro somava 3,27 bilhões de reais.

No exterior, os rendimentos dos títulos do Tesouro dos Estados Unidos de 10 anos avançavam a 4,6459%, o que pesava nos DIs no Brasil, conforme a cautela é retomada antes de relevantes dados sobre a inflação norte-americana agendados para a sexta-feira.

Os principais índices acionários dos EUA, por sua vez, não mostravam uma direção única em Nova York, com o Nasdaq e o S&P 500 no azul, enquanto o Dow Jones trabalhava no vermelho.

Investidores no mercado brasileiro, conforme destacou a equipe da XP (BVMF:XPBR31) em nota a clientes, também estão na expectativa do envio ao Congresso pelo governo dos projetos de lei que regulamentam a reforma tributária sobre o consumo.

DESTAQUES

- VALE ON (BVMF:VALE3) subia 1,23%, a 63,55 reais, favorecida pela recuperação dos preços do minério de ferro na China, onde o contrato futuro da commodity mais líquido na Bolsa de Mercadorias de Dalian encerrou o dia com alta de 3,08%. A mineradora divulga o balanço dos primeiros três meses do ano após o fechamento. Projeções compiladas pela LSEG apontam Ebitda de 3,65 bilhões de dólares.

- PETROBRAS PN (BVMF:PETR4) avançava 0,77%, a 41,74 reais, mesmo tendo como pano de fundo a fraqueza dos preços do petróleo no exterior, onde o barril de Brent era transacionado com declínio de 0,42%.

- ITAÚ UNIBANCO PN (BVMF:ITUB4) cedia 1,09%, a 31,65 reais, enquanto BRADESCO PN (BVMF:BBDC4) caía 0,73%, a 13,57 reais, após desempenho mais robusto na véspera.

- PETZ ON (BVMF:PETZ3) caía 5,05%, a 4,89 reais, em dia de ajustes, após forte disparada desde o anúncio pela rede de lojas de produtos e serviços para animais de estimação na semana passada de memorando de entendimento não vinculante com a rival Cobasi para criarem a maior companhia no setor do país.

- CARREFOUR BRASIL ON (BVMF:CRFB3) subia 0,44%, a 11,41 reais, após divulgar na noite da véspera vendas brutas de 27,8 bilhões de reais no primeiro trimestre, considerando as vendas de combustíveis, aumento de 2,5% ante mesmo período de 2023. Excluindo combustíveis, as vendas consolidadas do grupo totalizaram 27 bilhões de reais no período, avanço também de 2,5%.

- ASSAÍ ON caía 1,31%, a 13,52 reais, antes da divulgação do balanço do primeiro trimestre, após o fechamento do mercado. Estimativas compiladas pela LSEG apontam resultado operacional medido pelo Ebitda de 1,19 bilhão de reais, com as receitas somando 17,44 bilhões de reais no período.

- CIELO ON (BVMF:CIEL3) caía 0,72%, a 5,55 reais, após acionistas da empresa de meios de pagamentos rejeitaram em assembleia especial na terça-feira proposta de minoritários para realizar nova avaliação das ações no âmbito da oferta destinada a fechar o capital da companhia.

- AMBEV ON (BVMF:ABEV3) subia 0,84%, a 11,96 reais, tendo no radar resultado da Heineken nos primeiros três meses do ano. Comentando o desempenho no Brasil, o CEO da segunda maior cervejaria do mundo afirmou que a companhia se tornou a marca número 1 em valor no país e que a receita líquida cresceu entre 10% e 14% no período. A Ambev divulga seu balanço no dia 8 de maio.

- NEOENERGIA ON (BVMF:NEOE3), que não faz parte do Ibovespa, caía 1,50%, a 19,07 reais, após divulgar depois do fechamento do mercado na terça-feira que obteve lucro líquido de 1,13 bilhão de reais no primeiro trimestre deste ano, cifra 7% menor que a registrada em igual período de 2023. O Ebitda caiu 3%, para 3,5 bilhões de reais.

Últimos comentários

Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.