Últimas Notícias
0

Turquia afunda e arrasta o Ibovespa; por que a lira turca afeta a bolsa e o real?

Ações10.08.2018 15:55
Salvo. Ver Itens salvos.
Este artigo já foi salvo nos seus Itens salvos
 
© Reuters. Turquia afunda e derruba o Ibovespa; por que a lira turca afeta a bolsa e o real?

Investing.com - O mercado brasileiro opera com forte queda nesta sexta-feira (10) e se encaminha para devolver 5 mil pontos na semana e retornar aos 76 mil pontos de meados de julho. O culpado da vez para a realização? A escalada da crise diplomática entre Turquia e Estados Unidos, gatilho para amplificar o mau humor internacional.

Somente nesta sexta-feira, a moeda turca perde 14,35% ante o dólar comercial. Em um ano, as perdas acumuladas são de 36%.

O país passa por um quadro inflacionário considerado grave, com o banco central sendo visto por analistas como inoperante e sujeito a pressões políticas, já que não eleva os juros para conter a tendência de alta nos preços e a fraqueza da lira.

Por que a lira está caindo?

A Turquia vive um momento de prolongada crise política, que faz com que a moeda local perca força diante do dólar americano. A situação se agravou hoje após o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciar em seu Twitter que deu autorização para que sejam duplicadas as tarifas sobre o aço e o alumínio procedentes do país.

A decisão aumenta a pressão sobre Ancara, cuja economia se mostra debilitada e demonstra uma escalada da crise diplomática entre os dois países que disputam a prisão e extradição de cidadãos.

O humor do investidor com a Turquia se deteriorou nos últimos dois anos desde a tentativa fracassada de golpe em 2016, que deu lugar a uma resposta autoritária comandada pelo presidente Recep Erdogan, já considerado ditador de fato da república.

Hoje mais cedo, Erdogan fez um discurso avaliado como extremamente populista para convocar a população a ajudar o pais a superar a adversidade. Ele tediu que a população de seu país troque dólares, euros e ouro por liras trucas, para que a Turquia possa responder à instabilidade como uma nação unida. No discurso, o presidente descartou medidas como alta dos juros.

O tom desagradou ainda mais investidores, contribuindo para a derrocada da moeda.

Exportação da crise

O ambiente internacional azedou após o Financial Times publicar uma reportagem informando que o Banco Central Europeu (BCE) está preocupado com a exposição dos bancos da zona do euro à Turquia.

O BCE não quis comentar a notícia do jornal britânico. As instituições que estariam mais expostas e sujeitas à crise são o BBVA (MC:BBVA), UniCredit (MI:CRDI) e BNP Paribas (PA:BNPP), já que possuem uma presença maior na Turquia, com as operações no país sendo mais representativas em seus balanços. Dados do Bank for International Settlements (BIS) apontam que os bancos espanhóis têm a receber US$ 83,3 bilhões de clientes turcos, com os franceses sendo credores de US$ 38,4 bilhões e os italianos de US$ 17 bilhões.

A troca de comando na economia da Turquia ainda não é considerada crítica pelo FT, sendo que a maior preocupação é se os bancos estão protegidos contra a fragilidade da lira, dado que os empréstimos em moeda estrangeira representam 40% dos ativos do setor bancário turco.

O novo ministro das Finanças do país, Berat Albayrak, deve apresentar novas propostas para a economia turca. A notícia não agradou os investidores, ainda mais devido à exposição os bancos europeus que emprestaram dinheiro na Turquia nos últimos anos e agora correm risco de calote.

Pedro Galdi, analista da Mirae Asset, explica que a Turquia atravessa um período de pressão com sanções econômicas dos EUA, logicamente as principais foram relacionadas aos produtos siderúrgicos. “O país é muito agressivo em exportar este tipo de produto para diferentes regiões do mundo, sendo questionado o preço mais baixo do que concorrentes.”, explica Galdi, que completa “ao sobretaxar aquele país, o principal impacto que está ocorrendo é com a moeda, que oscila forte. Agora, o temor é que bancos na Europa possam ser contaminados, decorrente de sua exposição à moeda e a clientes daquele país".

Emergentes sofrem com aversão ao risco

Com investidores atentos aos desdobramentos da crise turca, o sentimento de aversão ao risco tomou conta do cenário internacional, com peso especial sobre os emergentes. O ETF que mede o desempenho dos emergentes (NYSE:EEM) perde 2,4% e se encaminha para o pior fechamento semanal em um ano.

A bolsa russa fechou com perdas de 3,7%, seguida pela polonesa com -3,3%. O Ibovespa vem logo a seguir com perdas de 3%, mas ainda em operação. O principal índice turco cedeu 2,3%, enquanto DAX alemão, país com fortes laços com a Turquia, recuou 2%.

Pedro Paulo Silveira, economista-chefe da Nova Futura Corretora, destaca que a Turquia é um importante aliado da Otan e está em uma região sensível, pela proximidade com os principais conflitos do Oriente Médio, o que contribui para o mercado sentir e a aversão ao risco aumentar fortemente.

Por que isso afeta o Ibovespa e o real?

A H.Commcor, em relatório enviado a clientes nesta sexta-feira, informou que o movimento da lira turca preocupa praticamente a todos, em um momento com os investidores acionando o 'modo pânico' em meio à preocupação com a solvência daquele mercado.

Para a SulAmérica Investimentos, a crise econômica e financeira vivenciada pela Turquia, ameaça contaminar economias europeias, somada às tensões comerciais e geopolíticas, empurra os investidores em direção a ativos considerados seguros.

Esse cenário contribui, por exemplo, para a alta do dólar, que tem nessa sexta-feira valorização de 1,35% a R$ 3,8526, movimento que é semelhante principalmente entre outros países emergentes.

Com esse movimento, a curva a termo de juros precificava nesta sessão quase 95 por cento de chances de alta de 0,25 ponto percentual da Selic em setembro, com o restante indicando manutenção, segundo operadores. Hoje, a taxa básica de juros está na mínima histórica de 6,50 por cento ao ano.

Os contratos de DI para janeiro de 2020, de maior liquidez, avançam 0,210 p.p. para um total e 8,32%, enquanto os de janeiro de 2021 têm ganhos de 0,230 p.p. para 9,4%. A maior variação é registrada para os papéis para julho de 2023, com ganhos de 0,4 p.p. a 11,19%.

Já o Risco Brasil, medido pelo CDS de 5 anos, está com 225,4 pontos, representando uma alta de 4,45% na semana.

Turquia afunda e arrasta o Ibovespa; por que a lira turca afeta a bolsa e o real?
 

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

Diretrizes para Comentários

Nós o incentivamos a usar os comentários para se engajar com os usuários, compartilhar a sua perspectiva e fazer perguntas a autores e entre si. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado e na linha. Só poste material relevante ao tema a ser discutido.
  • Seja respeitoso. Mesmo opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias ou ataques pessoais dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de comentar no futuro, a critério do Investing.com

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
Postar também no :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários
Leandro Martins
Leandro Martins 11.08.2018 11:16
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Senhores fiquem de olho investidores da Turquia não estão a vislumbrar mudanças mas ficara na casa dos USD/TRY na casa dos 7,60 isso faz  nosso USD/BRA bater a casa dos 3,92 olho no mercado futuro, Risco de 50% , leve queda na segunda e alta em toda a próxima semana
Responder
0 0
Raí Lima
Raí Lima 11.08.2018 10:44
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
ESSE FALASTRÃO MENTIROSO DESSE PRESIDENTE DO ESTADO UNIDOS, BRINCA DE FAZER POLÍTICA.
Responder
0 0
Raí Lima
Raí Lima 11.08.2018 10:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Nada aver o que a moeda deste país manico tem que possa afetar o nosso país, papo furado
Responder
0 0
Roberto Novakosky
Roberto Novakosky 10.08.2018 17:02
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Uma coisa q ninguém falou, é que a política da Turquia em banir as criptos, também faz com que a moeda local não tenha ancoragem através das massas de usuários. A Lira vai inflacionar mesmo, não tem jeito. Também nunca explicam direito porque a BOVESPA caiu,acontece que com a esperada subida do Dólar, grandes investidores trocaram as ações do Dólar, depois que ele subir, voltam comprando as ações mais barato já que fizeram dump delas, eu diria que é oportunidadade para os menos afortunados comprarem ações de liquidez agora, para venderem assim que o dólar der uma paradinha, vai dar para ganhar uns %%%.
Responder
1 0
Luuz Costa
Luuz Costa 10.08.2018 17:01
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Me pergunto que importância e relevância financeira tem este país pra que derrube a Bovespa em 3%, sei que estrategicamente seu território é importante, mais essa queda só engana quem quer ser engandado
Responder
1 1
Mostrar respostas anteriores (1)
Luuz Costa
Luuz Costa 10.08.2018 17:01
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Sim, mais isso é bem corriqueiro neste país chamado BRASIL que é frágil e instável e nem por isso se tem tantas perdas de uma vez só
Responder
0 0
Filipe Telles
Filipe Telles 10.08.2018 17:01
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Sempre acham um culpado pelos movimentos... hj índice derreteu pela Turquia... ontem pelo não sei o que lá... tudo bla bla bla pra encher linguiça e fazer uma matéria... cada dia me decepcionando mais com o investing
Responder
1 2
Investing.com Brasil
Investing.com Brasil 10.08.2018 17:01
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Filipe Telles Olá, Felipe. O movimento de hoje foi global e pode ser verificado em diversos índices locais e nos emergentes como EEM. Na terça-feira, possivelmente os dados de fluxo de capital estrangeiro vão mostrar uma saída mais acentuada no pregão de hoje. Esse foi o gatilho para o desequilíbrio entre compradores e vendedores, o que acabou acentuando um movimento de correção que estava se consolidando durante a semana. Se você tiver uma correção e explicação melhor para o movimento do mercado, por favor, nos envie que vamos corrigir! Abraços
Responder
12 0
Eduardo Tavares
Eduardo Tavares 10.08.2018 17:01
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Perfeito!
Responder
0 0
Jeferson Deretti
Jeferson Deretti 10.08.2018 17:01
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Boa materia... continuem!!!
Responder
0 0
ppppp aaaaa
ppppp aaaaa 10.08.2018 16:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
mimimimimi tudo mentira!
Responder
0 0
Investing.com Brasil
Investing.com Brasil 10.08.2018 16:37
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Olá, caso tenha alguma correção, por favor, nos envie. Abraços
Responder
3 0
Luis Panizo
Luis Panizo 10.08.2018 15:41
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Mercado Globalizado e efeito manada fazem a festa dos especuladores, mas provavelmente em 1 semana ou pouco mais a realidade deve ser estabilizadora >>====>
Responder
0 0
Ruy Novaes
Ruy Novaes 10.08.2018 15:26
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Isso tudo é manobra para formarem posição. Não vai diminuir o lucro das empresas. Baboseira!!!
Responder
0 0
Andre Felipe
Andre Felipe 10.08.2018 15:26
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Perfeito.
Responder
0 0
Armando Martins
Armando Martins 10.08.2018 15:09
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Os Alemães escaparam de mais uma Nação para sustentarem. Ainda bem que enrolaram é postergaram o pedido da Turquia para entrar na União Europeia
Responder
2 0
Liquid Snake
Liquid Snake 10.08.2018 15:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Sai rasgando que eu vou comprando, ihulll...
Responder
2 0
Francisco Junior
Francisco Junior 10.08.2018 15:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
KKK show
Responder
1 0
Thiago Carvalho
Thiago Carvalho 10.08.2018 15:07
Salvo. Ver Itens salvos.
Este comentário já foi salvo nos seus Itens salvos
Exatamente kkk
Responder
0 0
 
Tem certeza que deseja excluir este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua permissão para inserir comentários está atualmente suspensa devido a denúncias feitas por usuários. O seu status será analisado por nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar bloqueio

Tem certeza de que deseja bloquear %USER_NAME%?

Ao confirmar o bloqueio, você e %USER_NAME% não poderão ver o que cada um de vocês posta no Investing.com.

%USER_NAME% foi adicionado com êxito à sua Lista de bloqueios

Já que acabou de desbloquear esta pessoa, você deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Registrar-se com Google
ou
Registrar-se com o e-mail