Garanta 40% de desconto
⚠ Alerta de Balanço! Quais ações estão prontas para disparar?
Veja as ações no nosso radar ProPicks. Essas estratégias subiram 19,7% desde o início do ano.
Não perca a lista completa

Allied, 3 Modelos em Um Só: Varejo Físico, Distribuição e Ecommerce

Publicado 07.06.2021, 11:50
Atualizado 13.03.2024, 15:35

Fundada em 2001, a Allied (SA:ALLD3) é uma das principais empresas no mercado brasileiro de eletrônicos de consumo, com um portfólio de 3.000 SKUs em mais de 20 categorias de produtos. No mercado de smartphones, a Companhia vende 1 em cada 11 aparelhos adquiridos no Brasil. Com atuação através de 3 canais de vendas – varejo físico, varejo digital e distribuição – a Allied comercializa um portfólio completo de produtos eletrônicos de consumo, representando muitas das principais marcas que atuam no Brasil, como Apple (NASDAQ:AAPL) (SA:AAPL34), LG (KS:066570), HP (NYSE:HPQ) (SA:HPQB34), Samsung (KS:005930), Motorola (NYSE:MSI) (SA:M1SI34), Microsoft (NASDAQ:MSFT) (SA:MSFT34), entre outras. Além disso, a Allied atua como um dos únicos representantes de grandes marcas do setor, com destaque para Google (NASDAQ:GOOGL) (SA:GOGL34) e Amazon Kindle (NASDAQ:AMZN) (SA:AMZO34).

Fonte: BTG Pactual

Sabia que no último resultado, segmento de distribuição, vendeu anualmente mais de 10 milhões de itens para 3,5 mil clientes em todo o território nacional? Eles contam com 5 centros de distribuição estrategicamente localizados e investem constantemente para uma operação eficiente e ágil. Também venderam itens de 10 categorias, sendo as principais mobile, computadores, videogames e TVs.

A companhia tem surfado no “boom” que a pandemia trouxe. Mas o e-commerce no Brasil ainda é um bebê, que tem muito para evoluir e crescer. Já chegar como uma companhia com foco em marketplace (com omnichannel) e que possui vários parceiros grandes com uma nota alta no Reclameaqui (8.3/10) é um diferencial.

Varejo Digital vendeu mais de 600mil anualmente. A sua marca MobCom (que atua dentro da Magazine Luiza (SA:MGLU3), Via Varejo (SA:VVAR3), Lojas Americanas (SA:LAME4), Amazon e até do Carrefour (SA:CRFB3)) como um dos principais sellers em marketplaces nos país. Parcerias estratégicas formadas com grandes fabricantes, por meio de lojas virtuais autorizadas pela Google e pela Apple. Além disso, vende produtos e serviços nos sites das operadoras de telecom e oferecem serviços de plataforma de vendas para varejistas e soluções de crédito e meio de pagamento.

No Varejo Físico venderam 500 mil produtos no 1T21 nos 258 pontos de vendas em 16 estados brasileiros. Ou seja, a loja da Samsung, do iPlace, da LG, Sam`s Club, Marabraz, Maxxi são abastecidas por ela e funciona como modelo store-in-store. Só das lojas Samsung, elas operam 150 pontos de vendas. O restante, é dividido entre essas outras marcas.

Resultado:

No primeiro trimestre de 2021, sua receita ficou em R$1,1 bilhão, uma alta de 35% vs 1T20. Varejo cresceu 85% no 1T21 e atingiu R$290 milhões com margem bruta de 30%. Varejo digital cresceu 178%, enquanto o varejo físico, cresceu 24%.

Fonte: Allied Press Release 1T21

Distribuição cresceu 23,5% no 1T21 e atingiu R$837 milhões com margem bruta de 11%, 1,8p.p. acima do 1T20. Sendo que a categoria Mobile continua representando 55% da receita neste canal.

Mix de Produtos

Além disso, o EBTIDA da companhia ficou em R$88,5 milhões, alta de 153% e um Lucro Líquido ficou em R$46,4 milhões, contra R$9,3 milhões no 1T20.

Encerraram o 1T21 com R$276,6 milhões em caixa e uma dívida bruta de R$447,5 milhões, o que representa uma dívida líquida de R$ 171,0 milhões ou 0,4x o EBITDA dos últimos 12 meses.

Fonte: Allied Press Release 1T21

A companhia também possui uma plataforma de crédito, que foi criada em 2019 e que vem crescendo desde então a um passo interessante. Após um período de estabilidade em decorrência do fechamento das lojas físicas no cenário COVID-19, o número de cartões ativados voltou a crescer de forma substancial e atingiu 21,1 mil em março de 2021.

Número de Cartões Ativados

Inicialmente, ela foi implementada nas operações de varejo físico da Allied. Porém, o sucesso da Soudi levou expansão para: (i) todas as lojas da marca Samsung no Brasil (em andamento); e (ii) piloto em algumas operações store-in-store da Allied.

Ao final do 1T21, a implementação da plataforma Soudi estava concluída em 150 pontos de venda. Nos últimos 12 meses, a participação da receita da Soudi nas operações da Allied nas quais a solução estava implantada era de 6,2%.

Highlights:

Lojas Americanas implanta a plataforma SAV para vendas de serviços das operadoras. Com esta implantação, o SAV passa a prover serviços para mais de 5,2k pontos de venda.

Expansão do Varejo Físico: aquisição de 6 pontos de venda de lojas físicas Samsung na região da baixada santista (transferência em abril/21), totalizando 258 pontos de vendas no final do 1T21.

A inauguração de mais duas lojas em marketplaces, sendo uma MobCom e outra Loja Oficial Apple, além do contínuo aumento de market share nos diferentes marketplaces.

A consolidação da nossa parceria do iPhone para sempre com o banco Itaú (SA:ITUB4) e a Apple. Lançado em abril de 2021, os veículos conectados contarão com wi-fi para até 8 conexões simultâneas e serviços inteligentes. A Allied é responsável pela ativação dos planos disponíveis para esse projeto.

Conclusão:

É uma companhia que já opera no modelo de ecommerce com excelência, com um portfólio forte, contendo marcas como Samsung, Apple, LG e outras. Além disso, tem o braço de distribuição para ajudar no modelo de negócio, se tornando um modelo misto.

Agora, após captar R$ 197 milhões, em abril deste ano, em uma oferta restrita, dos quais R$ 180 milhões vão para o seu caixa, a Allied vai usar esses recursos para crescer seu braço varejista online e físico, a sua aposta de longo prazo para sustentar sua expansão, aumentar a rentabilidade e agradar os investidores que começam a acompanhar os resultados trimestrais da companhia.

O segmento de distribuição oferece margens menores, mas é um segmento voltado para ser uma vaca leiteira. Ele é necessário e ajuda a companhia a dar conta de todos os pedidos que ela recebe. Ponto positivo para quem opera essa parte de logística no Brasil com excelência, o que é um outro diferencial devido a toda complexidade que é essa parte logística mais tributações.

Vale ressaltar que a companhia tem parceria de longo prazo com muitas das empresas com quem ela trabalha, na maioria das vezes, sendo responsável por distribuir 90% dos celulares, além de contratos exclusivos com companhias tipo Google e Amazon.

Seu patrimônio líquido está elevado devido ao aumento no capital social da empresa depois do IPO. Usar o dinheiro captado para entrar com mais força em ecommerce e quem sabe virar uma varejista, é um caminho. E eu não ficaria surpreso caso ela fizesse isso.

A companhia tá negociando a 7x lucros para 2022, 4x ev/ebitda e 23% de ROIC. Realmente, muito atraente para uma companhia voltada para um setor em plena expansão.

Últimos comentários

Boa noite, parabéns pela matéria, sempre muito bem explicado.
Instale nossos aplicativos
Divulgação de riscos: Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos nesse site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas nesse site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos nesse site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos nesse site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.